O Governo da RAEM realizou hoje um colóquio sobre Governação Electrónica

A Direcção dos Serviços de Administração e Função Pública (SAFP) e a Direcção dos Serviços de Correios e Telecomunicações (CTT) organizaram, em conjunto, um colóquio sobre Governação Electrónica, que teve lugar hoje, dia 25, no auditório do Centro de Ciência de Macau. O seu objectivo foi o de promover a organização e partilha de dados e acelerar os trabalhos de electronização, nos serviços públicos, decorrentes da entrada em vigor da lei intitulada “Governação Electrónica”, no dia 27 de Setembro. O colóquio contou com a presença de mais de trezentos trabalhadores de diversos serviços públicos.

Presente no colóquio, o Secretário para a Administração e Justiça, Cheong Weng Chon, referiu que os serviços públicos promoveram de forma contínua e por um período de tempo, os trabalhos de governação electrónica contributivos para o seu desenvolvimento. A entrada em vigor da legislação da Governação Electrónica marca o início de uma nova etapa da efectivação da governação electrónica na RAEM, a qual passa a dispor de condições para ultrapassar obstáculos técnicos e normativos, clarificando a cooperação e separação de trabalhos dos diversos serviços públicos e acelerando a utilização da governação electrónica.

Cheong Weng Chong aludiu, ainda, ao Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, o qual salientou várias vezes a necessidade de reforçar a partilha de dados entre os serviços públicos, combatendo a existência de “silos de dados”. A implementação da governação electrónica é uma das prioridades da acção governativa do Governo da RAEM, sendo necessária a participação e empenho de todos os serviços públicos, com o objectivo de disponibilizar, aos cidadãos, serviços mais convenientes e aliviar a quantidade de trabalho a desenvolver pelos trabalhadores da Administração Pública.
No colóquio, o director do SAFP, Kou Peng Kuan, a subdirectora, Ng Wai Han e a directora dos CTT, Lau Wai Meng apresentaram a legislação respeitante à governação electrónica, a utilização da assinatura electrónica, entre outras disposições.

De referir, ainda, que o SAFP organizou, recentemente, uma sessão sobre documentos oficiais e processos, no sentido de trocar opiniões sobre o Sistema de Gestão de Documentos Oficiais e de Processos, desenvolvido pelo SAFP com recurso às técnicas de computação em nuvem. Esta sessão contou com a presença de mais de cem operadores, do sistema, de diversos serviços públicos, os quais partilharam as suas experiências como utilizadores.

 

25 de Agosto de 2020

Ver galeria