Serviços de Saúde continuam a acompanhar o caso de vírus H7N9

Relativamente ao incidente da presença do vírus da gripe aviária - antigénio H7 - no Mercado Abastecedor NAM YUE, no dia 26 de Janeiro de 2017, os Serviços de Saúde procederam à observação epidemiológica dos trabalhadores do Mercado e aos trabalhadores responsáveis pela destruição de aves do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais. No total foram observadas 106 pessoas. Até ao momento nenhum trabalhador apresentou sintomas.

Caso importado em Macau

A mulher de 72 anos detectada com infecção humana por vírus da gripe aviária H7N9, confirmado no passado dia 12 de Janeiro, continua sujeita a isolamento voluntário na enfermaria do CHCSJ. Hoje, terça-feira, dia 31 de Janeiro, não foi registada febre, sendo que o estado clínico é considerado estável. Os Serviços de Saúde continuam a acompanhar o estado de saúde desta paciente.

Desde Setembro de 2016 foram registadas infecções em diversas províncias, nomeadamente: Província de Jiangsu, de Zhejiang, de Anhui, de Fujian, de Xangai, de Cantão (Guangdong), de Hunan, de Hubei, de Jiangxi, de Guizhou e de Shandong.

Os Serviços de Saúde manifestam que o governo já estabeleceu uma série de planos de contingência em resposta à gripe aviária e está bem preparado, incluindo a reserva estratégica de medicamentos antivirais e de materiais de protecção pessoal, o apetrechamento de equipamentos e dotados de instalações adequadas, entre outros. Os Serviços de Saúde vão continuar a manter estreita comunicação com o departamento de saúde nacional e das regiões vizinhas, e a Organização Mundial da Saúde, com o objectivo de monitorizar a epidemia de Macau, doutras regiões. Através da cooperação interdepartamental e das organizações públicas e privadas, dedicam-se ao trabalho de prevenção e preparação contra um eventual surto de epidemia de gripe aviária nas regiões vizinhas ou em Macau.

Contudo, de acordo com a experiência anterior, os Serviços de Saúde estimam que durante um período posterior, nas regiões vizinhas, o vírus da gripe aviária H7N9 tornar-se-á gradualmente mais activo e apelam aos cidadãos para prestarem atenção e tomaram as seguintes medidas:

●Evitar deslocar-se aos mercados, granjas e outros locais onde haja venda ou exposição de aves com casos de infecção humana pela gripe aviária H7N9;

●Evitar o contacto com aves, suas secreções e excrementos, e em caso de contacto, lavar as mãos de imediato;

●Não comprar ou transportar aves não inspeccionadas;

●Evitar consumir carne, vísceras, produtos derivados de sangue e ovos de aves mal cozinhados;

●Prestar atenção à higiene pessoal e lavar as mãos com frequência;

●Se tiver sintomas de febre, tosse e dificuldades respiratórias, entre outros, deve usar máscara e dirigir-se ao médico o mais rapidamente possível, devendo informá-lo de forma detalhada da história de viagem e de contacto com animais.

Para informações detalhadas sobre a gripe aviária H7N9, pode consultar o sítio electrónico dos Serviços de Saúde (www.ssm.gov.mo) ou ligar para a linha aberta de informações de doenças transmissíveis dos Serviços de Saúde (28 700 800) no horário de funcionamento.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar