Governo Central apoia cinema de Macau e Hong Kong na China interior – Mais espaço, mais diversificação

Após aprovação pelo Conselho de Estado, as repartições competentes do Governo Central adoptarão medidas para apoiar a indústria cinematográfica de Macau e Hong Kong a desenvolver-se na China interior. O Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) acolhe esta iniciativa com satisfação e com a convicção de que encorajará a cooperação bilateral, abrindo espaço para o desenvolvimento sectorial, beneficiando a produção cinematográfica e estimulando a diversificação adequada da economia de Macau.

As medidas incluem: cancelamento de limites numéricos à participação de residentes de Hong Kong/Macau em produções da China interior; anulação das restrições aos elementos relacionados com a China interior em co-produções com Hong Kong/Macau; cancelamento da verba de gestão em co-produções envolvendo a China interior e Hong Kong/Macau; permissão para que obras e profissionais do cinema de Hong Kong/Macau se inscrevam nas fases de selecção para prémios da China interior, como o Huabiao, Galo de Ouro, Cem Flores; permissão para as empresas de Hong Kong/Macau solicitem apoios para divulgação de obras chinesas de excelência, seja em Hong Kong, Macau e Taiwan, ou no exterior.

O Governo da RAEM está certo de que tais medidas do Governo Central exercerão um importante efeito positivo sobre a formação de recursos humanos e produção de filmes locais, bem como sobre a cooperação bilateral com o a China interior. No futuro, espera-se que as obras e actores de Macau tenham ainda mais espaço no Continente, o que se reveste numa imensa oportunidade para o desenvolvimento das indústrias culturais da RAEM. Ademais, também se dará impulso à implementação das “Linhas Gerais do Planeamento para o Desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau”, com forte apoio para que Macau se torne “uma base de intercâmbio e cooperação cultural pluralista e diversa, tendo a matriz chinesa como cultura dominante”.

O cinema é um segmento importante das indústrias culturais, a que o Governo da RAEM tradicionalmente atribui importância, oferecendo apoio e incentivos em termos de políticas e recursos. Os departamentos competentes têm implementado um conjunto de medidas para criar um ambiente favorável ao crescimento do sector, tendo incentivado continuadamente o desenvolvimento da indústria cinematográfica local.

Macau tem a peculiaridade de contar com elementos culturais chineses e ocidentais, possuindo muitas temáticas que podem ser exploradas em obras cinematográficas. Além disso, a Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau traz novas oportunidades de desenvolvimento para as partes envolvidas, donde se espera que as produtoras locais possam aproveitá-las, valendo-se das medidas de apoio do Governo Central e fazendo bom uso das vantagens peculiares a Macau. Ao explorarem seu potencial para produzir obras criativas, deseja-se que tais empresas consigam entrar no mercado chinês e sair para os mercados internacionais, escrevendo um belo capítulo da história do cinema local.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar