O GGCT esclarece que não emitiu qualquer apelo para que sejam evitadas viagens para Hong Kong

Em relação aos recentes comentários que circulam nas redes sociais dizendoque o Gabinete de Gestão de Crises do Turismo terá apelado aos residentes de Macau a evitarem viagens não essenciais para a RAEHK, o GGCT declara que não emitiu qualquer apelo desta natureza.

O GGCT está a acompanhar a recente situação da RAEHK e relembra os residentes de Macau a planearem cuidadosamente os seus itinerários, prestarem atenção ao desenvolvimento da situação no local, notícias e informações locais e evitarem locais de manifestação ou conflito. Caso necessário, os residentes de Macau podem contactar com a Linha Aberta para o Turismo - 24 Horas (853) 2833 3000.

O GGCT esclarece ainda que, o Sistema de Alerta de Viagens da Região Administrativa Especial de Macau cobre 77 países e destinos e que para os casos específicos da China Continental e RAEHK, fazendo estes parte da mesma pátria os mesmos não são cobertos pelo sistema de alerta.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar