Secretariado Permanente do Fórum de Macau participou na Feira Internacional de Comércio e Investimento da China em Xiamen e realizou o Seminário sobre a Cooperação de Investimento entre a China e os Países de Língua Portuguesa

Presença no 4º Fórum Internacional de Desenvolvimento da Inovação Verde da China

Para tirar o cabal proveito das vantagens singulares de Macau enquanto Plataforma entre a China e os Países de Língua Portuguesa, bem como procurar novos canais de cooperação no investimento de “Uma Faixa, Uma Rota” para a China e os Países de Língua Portuguesa, uma delegação do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, chefiada pela Secretária-Geral, Dra. Xu Yingzhen, deslocou-se a Xiamen, de 6 a 9 de Setembro, para participar no 4º Fórum para o Desenvolvimento de Inovação Verde, na Feira Internacional de Investimento e Comércio da China 2019 (CIFIT 2019), e realizar o Seminário sobre a Cooperação de Investimento entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

No dia 8, realizou-se o Seminário sobre a Cooperação de Investimento entre a China e os Países de Língua Portuguesa no Centro de Convenções e Exposições de Xiamen, co-organizado pelo Secretariado Permanente do Fórum de Macau e o Conselho para Promoção de Investimento Internacional da China (CCIIP), e apoiado pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM).

Durante o Seminário, a Presidente do Conselho para Promoção de Investimento Internacional da China (CCIIP), Dra. Ma Xiuhong, e a Secretária-Geral do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Dra. Xu Yingzhen, proferiram os seus discursos respectivamente. O Vogal Executivo do IPIM, Dr. Sam Lei, relatou a conjuntura actual do desenvolvimento do papel de Macau enquanto Plataforma para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, e a Assessora-Especialista do CCIIP, Dra. Zhou Xiaoyan, apresentou as suas sugestões sobre a promoção da cooperação do comércio e investimento, nomeadamente da cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa. Os representantes dos Países de Língua Portuguesa apresentaram o ambiente de negócio e as oportunidades de cooperação dos seus países, enquanto os representantes das empresas do Interior da China compartilharam o sucesso das suas experiências resultante da cooperação com os Países de Língua Portuguesa.

O seminário contou ainda com a presença do Secretário-Geral do Departamento do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na RAEM, Dr. Wang Xindong, e a Directora Adjunta do Departamento para os Assuntos Económicos do mesmo Gabinete, Dra. Li Huaying. Estiveram presentes mais de 100 participantes, incluindo os delegados dos Países de Língua Portuguesa do Fórum de Macau, os participantes dos três Colóquios do Centro de Formação do Ministério do Comércio da China (MOFCOM) e os representantes das empresas do Interior da China, entre outros, os quais aproveitaram ao máximo para trocarem ideias entre si.

A Secretária-Geral, Dra. Xu Yingzhen, afirmou que a Feira Internacional de Investimento e Comércio da China (CIFIT) constitui uma ponte de ligação importante para a promoção da captação de investimentos e internacionalização do país, tornando-se num dos maiores eventos mundiais para a promoção de investimento bilateral. Até ao final de 2017, a carteira do valor de investimento directo chinês aos Países de Língua Portuguesa totalizou mais de 7,3 mil milhões de dólares americanos e o investimento total de diversas categorias da China aos Países de Língua Portuguesa perfez cerca de 50 mil milhões de dólares americanos. A cooperação nos investimentos entre a China e os Países de Língua Portuguesa tem acelerado nos últimos anos e, devido às vantagens singulares em termos culturais e linguísticas, Macau tem reforçado o apoio à cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

A Secretária-Geral encorajou todas as partes a tirarem o cabal proveito das vantagens singulares de Macau enquanto Plataforma, especialmente as oportunidades inerentes à construção comum de “Uma Faixa, Uma Rota” e da “Grande Baía”, de forma a impulsionar a cooperação no investimento e explorar novos modelos de cooperação, para que possam repercutir-se em benefícios comuns. O Secretariado Permanente do Fórum de Macau irá, como sempre, continuar a criar condições favoráveis e prestar serviços de qualidade para a cooperação pragmática entre as empresas, contribuindo assim para a consolidação do posicionamento de Macau enquanto “Um Centro e Uma Plataforma” e a diversificação adequada da economia de Macau.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar