Serviços de Saúde: Detectado caso de infecção colectiva de gripe

Os Serviços de Saúde foram notificados do diagnóstico esta quarta-feira (dia 4 de Dezembro) de um caso de infecção colectiva de gripe diagnosticado, na Turma P2F no Colégio de Santa Rosa de Lima (Secção Inglesa), localizado na Avenida do Dr. Rodrigo Rodrigues, tendo sido infectadas sete (7) alunas, com 7 anos de idade. Desde o dia 1 de Dezembro, estas doentes manifestaram, entre outros, sintomas de infecção do sistema respiratório como febre e tosse. Todas as alunas afectadas recorreram a instituições médicas para tratamento. Não houve registo de casos críticos nem outras complicações graves.

Os Serviços de Saúde realizam a colheita de amostras do sistema respiratório para análises laboratoriais. A Escola aplicou medidas de controlo, como o reforço na desinfecção, limpeza e manutenção da ventilação de ar no interior das instalações, assim como cumprimento rigoroso da norma que os alunos doentes não podem ir à escola.

Em geral, o pico da gripe decorre anualmente dos meses de Janeiro a Março em Macau. O facto de alguns grupos de alto risco, tais como idosos, crianças, mulheres grávidas, pessoas obesas e doentes crónicos estarem mais vulneráveis a complicações se contraírem a gripe, bem como, aqueles que frequentemente entram em contato com pessoas de alto risco, os Serviços de Saúde apelam a que estes recorram o mais rápido possível à vacinação.

Os destinatários do programa de vacinação gratuita contra gripe são residentes de Macau: indivíduos com idade compreendida entre os 6 meses e menos de 18 anos; com idade igual ou superior a 50 anos e mulheres grávidas; todos os doentes com doenças crónicas, pessoas obesas (índice de massa corporal IMC≧30), alunos e funcionários que exercem funções em creches, jardins-de-infância, escolas primárias e secundárias e escolas de ensino superior, os utentes e trabalhadores em lares, todos os profissionais de saúde, bem como, os trabalhadores residentes locais que prestam serviços ao público directamente nos casinos. Os Serviços de Saúde consideram, também, que existem outros grupos de pessoas que necessitam de ser vacinadas, como é o caso dos funcionários dos serviços públicos. Neste caso, os serviços de saúde, por iniciativa própria, contactam as instituições relacionadas para procederem à vacinação em centros de saúde após a obtenção da lista de pessoal.

Com vista a facilitar a vacinação e reduzir o tempo de espera, de Outubro a Dezembro do ano corrente, os Serviços de Saúde farão deslocar profissionais de saúde a todas as escolas secundárias e primárias, jardins de infância e creches para proceder à administração colectiva da vacinação antigripal a crianças, alunos, docentes e trabalhadores. A par disso, os profissionais de saúde irão também deslocar-se a lares de idosos e de deficientes, aos serviços públicos ou a outras instituições onde existam números elevados de funcionários e onde possa ser efectuada a vacinação colectiva. Por sua vez, os alunos e as crianças que não consigam participar no projecto de vacinação colectiva, podem, posteriormente, dirigir-se pessoalmente aos centros de saúde ou Posto de Vacinação do Centro Hospitalar Conde de São Januário, munidos do respectivo Bilhete de Identidade de Residente da RAEM, cartão de utente dos Serviços de Saúde, Registo individual de vacinação contra a gripe sazonal (se tiver), cartão de estudante, cartão de funcionário ou documento comprovativo da profissão.

As crianças com idade superior a 6 meses, os alunos com idade inferior a 18 anos que não frequentam escolas em Macau, bem como os residentes de Macau com idade igual ou superior a 50 anos e grávidas, podem dirigir-se pessoalmente, aos centros de saúde, ao Posto de Vacinação do Centro Hospitalar Conde de São Januário, ao Posto de Vacinação do Hospital Kiang Wu, ao Hospital Universitário de Ciência e Tecnologia ou à Clínica dos Operários, para efeitos de vacinação gratuita.

Os Serviços de Saúde pretendem sensibilizar os cidadãos que a adopção das medidas de prevenção que se seguem poderá diminuir a infecção da gripe e de outras doenças do tracto respiratório superior:

  1. Vacinar-se anualmente contra a gripe sazonal;
  2. Assegurar que todos os membros do agregado familiar têm um sono adequado, uma alimentação equilibrada e uma prática frequente de desporto;
  3. Manter o hábito de uma boa higiene pessoal e lavar frequentemente as mãos;
  4. Cobrir a boca e o nariz ao espirrar ou tossir, bem como manusear cautelosamente as secreções orais e nasais expelidas com um lenço de papel e deitá-lo num caixote de lixo com tampa e depois limpar imediatamente as mãos; Se não tiver um lenço, cobrir a boca e o nariz com o antebraço, em vez de usar as mãos;
  5. Manter uma boa ventilação de ar e uma boa higiene ambiental;
  6. Evitar o deslocamento a locais lotados;
  7. Usar máscara no caso de ter sintomas de gripe, de necessitar de cuidar de doentes ou de recorrer a um hospital ou clínica;
  8. Em caso de indisposição, recorrer de imediato a um médico e permanecer no domicílio para descanso.

Para informações detalhadas, os interessados podem consultar a página electrónica dos Serviços de Saúde (http://www.ssm.gov.mo/csr/) ou ligar para a linha aberta de informações dos Serviços de Saúde (28 700 800).



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar