Serviços de Saúde: Diagnosticado um caso de infecção colectiva de Gripe

Os Serviços de Saúde foram notificados, quinta-feira (16 de Janeiro), para detecção de um caso de infecção colectiva de gripe detectado na turma K1E da Escola de Aplicação Anexa À Universidade de Macau, localizada na Rua de Tai Lin da Taipa, que infectou cinco (5) alunos, três (3) do sexo masculino e dois (2) do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 3 e os 4 anos.

Desde o dia 15 de Janeiro, estes doentes manifestaram sintomas de infecção do tracto respiratório como febre, tosse, dores da garganta, entre outros. Os doentes já foram submetidos a tratamento em instituições de saúde, não tendo registado caso grave nem de internamento.

Os Serviços de Saúde procederam à recolha de amostras respiratórias de alguns pacientes para a análise laboratorial. A escola em causa já aplicou as medidas de controlo, como o reforço na desinfecção, limpeza e manutenção da ventilação de ar no interior das instalações, assim como o cumprimento rigoroso da norma do isolamento dos alunos doentes.

Em geral, o pico da gripe decorre anualmente dos meses de Janeiro a Março em Macau, e ainda existe outro pequeno pico de Junho a Agosto. Após a vacinação o corpo humano necessita de 2 a 3 semanas para produzir anticorpos suficientes para proteger o organismo contra gripe. O facto de alguns grupos de alto risco, tais como idosos, crianças, mulheres grávidas, pessoas obesas e doentes crónicos estarem mais vulneráveis a complicações se contraírem a gripe, os Serviços de Saúde apelam a que estes recorram o mais rápido possível à vacinação.

Com o intuito de fortalecer a barreira imunológica nas comunidades e criar uma maior protecção da saúde, os Serviços de Saúde iniciaram, a 10 de Dezembro de 2019, a administração gratuita da vacina da gripe disponível a todos os residentes de Macau com idade igual ou superior a 6 meses de idade.

Os residentes podem fazer marcação no “Sistema de Marcação de Vacinação”, com endereço: https://www.ssm.gov.mo/infrs e podem também efectuar a marcação pessoalmente nos centros e postos de saúde da área de residência ou por telefona. Em caso de marcação presencial, será entregue aos utentes a ficha de marcação. Em caso de marcações por telefone será enviada um SMS no dia anterior à vacinação, com data, hora e local de vacinação.

Se houver vagas para marcação da administração da vacina, os residentes podem ser vacinados de imediato. A fim de facilitar a vacinação contra a gripe, o horário do serviço de vacinação nos centros de saúde e postos de saúde será prolongado até às 20h00 entre segunda e sexta-feira.

Por enquanto não é necessário fazer marcação para vacinação no Posto de vacinação do Centro Hospitalar Conde de São Januário, postos de vacinação com protocolo de colaboração celebrado com os Serviços de Saúde, nomeadamente, o Posto de Vacinação do Hospital Kiang Wu, as Consultas Externas do Hospital Universitário de Ciência e Tecnologia e a Clínica dos Operários (situada na Rua do Bispo Medeiros).

No dia da vacinação, o utente deve exibir o seu Bilhete de Identidade de Residente de Macau, o Cartão de Utente (conhecido também por cartão dourado) emitido pelos Serviços de Saúde e o Registo Individual de Vacinação contra a Gripe Sazonal (se tiver). Após verificação da inexistência de contra-indicações, através de um exame realizado por um profissional de saúde, podem proceder à vacinação. Os indivíduos que não possuem Cartão de Utente podem recorrer ao centro de saúde de residência, sendo, após a vacinação, emitido o Registo Individual de Vacinação contra a Gripe Sazonal.

Os Serviços de Saúde pretendem sensibilizar os residentes que a adopção das medidas de prevenção que se seguem poderá diminuir a infecção da gripe e de outras doenças do tracto respiratório superior:

1. Vacinar-se anualmente contra a gripe sazonal;

2. Assegurar que todos os membros do agregado familiar têm um sono adequado, uma alimentação equilibrada e uma prática frequente de desporto;

3. Manter o hábito de uma boa higiene pessoal e lavar frequentemente as mãos;

4. Cobrir a boca e o nariz quando espirrar ou tossir, bem como manusear cautelosamente as secreções orais e nasais expelidas com um lenço de papel e deitá-lo num caixote de lixo com tampa e depois limpar imediatamente as mãos;

5. Manter uma boa ventilação de ar e uma boa higiene ambiental;

6. Evitar deslocar aos lugares densamente povoados;

7. Usar máscara no caso de ter sintomas de gripe, de necessitar de cuidar de doentes ou de recorrer a um hospital ou clínica;

8. Em caso de indisposição, recorrer de imediato a um médico e permaneça em casa para descanso.

Para informações detalhadas, os interessados podem consultar o sítio electrónico dos Serviços de Saúde (http://www.ssm.gov.mo/csr) ou ligar para a linha aberta de informações dos Serviços de Saúde (28 700 800).



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar