Resposta do CB às declarações falsas na Internet

Relativamente ao artigo numa plataforma social circulado ao meio-dia de hoje (10 de Fevereiro) na Internet, cujos conteúdos são : “sou xxxx da primeira linha e sou responsável pela ambulância da primeira linha, nos veículos e nos equipamentos internos, ainda há cores brancas N95 (8210) que não servem para o uso médico, xx dizem ainda que as cores verdes são para a operação e as cores brancas podem ser utilizadas quando estamos a trabalhar”. Para o efeito, o Corpo de Bombeiros (CB) esclarece o seguinte :

De acordo com as instruções emitidas pela Organização Mundial de Saúde no dia 25 de Janeiro de 2020 relativas à prevenção e ao controlo do novo tipo de coronavírus, sugere-se que o efeito da protecção de máscara atinja pelo menos o critério N95, credenciado pela National Institute for Occupational Safety and Health ( NIOSH), no qual não foi especificado um determinado modelo. Além disso, a empresa denominada 3M divulgou no dia 6 de Fevereiro, que as máscaras de prevenção de partículas N95 e as máscaras de protecção destinadas à utilização médica N95 produzidas correspondem à credenciação da NIOSH, ambas podem reduzir eficazmente a transmissão de gotículas, a diferença é se tem função impermeável.

Nas ambulâncias que servem para o tratamento do caso da epidemia, o CB dispõe da máscara N95 de protecção destinada ao uso médico 3M (cor verde) e da máscara de prevenção de partículas N95 (cor branca), para os socorristas utilizarem em diferentes situações, portanto, os mesmos procedem ao tratamento de doenças transmissíveis sob o pressuposto de protecção suficiente.

O CB lamenta as declarações falsas acima mencionadas



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar