As instituições do ensino superior de Macau realizam, com sucesso, o ensino on-line, para garantir que os estudos dos estudantes não sejam afectados.

Durante o período de suspensão das aulas por causa de epidemia referente ao novo tipo de coronavírus, para os estudos dos estudantes do ensino superior não serem afectados, as instituições do ensino superior correspondem plenamente às respectivas instruções emitidas pela Direcção dos Serviços do Ensino Superior, realizando activamente o ensino através da forma on-line e à distância, para implementar o princípio de “Continuar a estudar durante a suspensão das aulas”.

No dia 30 de Janeiro, a DSES emitiu as instruções às instituições do ensino superior e às entidades tutelares dos cursos do ensino superior não locais, para apoiar as instituições do ensino superior a realizarem o ensino através da forma on-line e à distância. Sabe-se que as instituições do ensino superior já realizaram, sucessivamente, o ensino on-line, a partir da primeira quinzena do mês de Fevereiro, como por exemplo lançaram as plataformas de ensino on-line, providenciaram aos estudantes os materiais didáticos e os trabalhos on-line, bem como ofereceram as orientações de estudo aos estudantes através dos diferentes meios. Quanto aos cursos em que não seja possível realizarem o ensino on-line, tal como as aulas de experimentação, as instituições do enino superior irão organizar as aulas compensadas, o mais rapidamente possível, após o reinício das aulas, ou efectuar o adequado ajustamento conforme a situação concreta. Além disso, se a situação da epidemia continuar a priorar, algumas instituições do ensino superior já definiram os planos de resposta, considerando a utilização de software específico para proceder ao enino on-line simultâneo bidirecional em tempo real, a fim de reforçar a interacção, bem como estudando as diferentes formas para a avaliação das disciplinas dos estudantes.

Reforço na redução o impacto ao progresso de estudo e à duração de frequência dos estudantes

As instituições do ensino superior empenham-se em garantir aos pré-graduados que a sua graduação não vai ser adiada por impacto da epidemia. Após o reinício das aulas, as instituições do ensino superior irão dar prioridade aos assuntos de ensino dos pré-graduados, tal como os cursos que envolvem o estágio, ajustando com flexibilidade o local e o período de estágio, entre outros, para assegurar a segurança dos estudantes.

A DSES irá continuar a manter o contacto com as instituições do ensino superior, e coordenar as instituições do ensino superior para lançarem as respectivas medidas conforme o desenvolvimento da epidemia, para reduzir o impacto da epidemia ao progresso de estudo e a duração de frequência dos estudantes. Além disso, a DSES espera que os estudantes do ensino superior continuem a estudar em casa durante o período de suspensão das aulas, e prestem atenção às respectivas informações divulgadas pelo Governo da RAEM e pelas suas instituições do ensino superior.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar