CB reitera que as infracções à lei e à disciplina praticadas pelo pessoal serão severamente punidas


Um bombeiro, que se encontrava em situação de folga, e depois de ter consumido álcool, é suspeito de ter entrado numa loja de conveniência localizada na Ilha Verde para furtar dois copos de massa instantânea no dia 1 de Março de 2020. Apercebendo-se do crime, o empregado da loja perseguiu-o logo, tendo o bombeiro em causa sido interceptado com a intervenção de um agente policial que estava fora de serviço. Nessa sequência foi presente ao Ministério Público por suspeita da prática de crime de furto.

O Corpo de Bombeiros (CB) prestou grande importância ao respectivo caso e instaurou, de imediato, um processo disciplinar. A investigação será concluída no mais curto espaço do tempo possível. O infractor será disciplinarmente responsabilizado nos termos legais. Em simultâneo, a direcção convocou imediatamente uma reunião urgente para ordenar às chefias das suas subunidades que informassem todo o pessoal do CB que este caso deve ser tomado como referência, e que deve ser relembrado, de forma veemente, que deve prestar atenção ao seu comportamento pessoal em qualquer momento, bem como respeitar a disciplina e cumprir a lei.

O CB salienta que está muito atento à consciencialização da ética e ao cumprimento da lei por parte do pessoal e ficou muito surpreendido e manifestou profunda tristeza pela ocorrência, num curto período de tempo, de mais um caso de um bombeiro que infringiu a lei. O CB reitera que todas as infracções à lei e à disciplina que foram praticadas serão severamente punidas.

Corpo de Bombeiros do Governo da RAEM

4 de Março de 2020



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar