Estatísticas demográficas referentes ao 4º trimestre de 2019


A população total era composta por 679.600 pessoas no final de 2019, mais 12.200, em relação ao final de 2018. A população feminina representou 53,3% da população total. A população idosa (idade igual ou superior a 65 anos) correspondeu a 11,9% da população total, mais 0,8 pontos percentuais, em termos anuais, enquanto a população adulta (15 a 64 anos) equivaleu a 74,9% da população total, menos 0,8 pontos percentuais. A população continuou a envelhecer, observando-se que o índice de envelhecimento cresceu para 90,3%, informam os Serviços de Estatística e Censos.

A população local, que não inclui os trabalhadores não residentes nem os estudantes não residentes, ambos domiciliados em Macau, abrangia 555.000 pessoas (+1,2%, face a 2018), das quais 53,3% compunham a população feminina. A população idosa (idade igual ou superior a 65 anos) e a população jovem (0 a 14 anos) perfizeram 14,6% e 16,1% da população local, respectivamente. O índice de dependência de idosos pertencentes à população local fixou-se em 21,0%, ou seja, 1 idoso era sustentado por cerca de 5 adultos.

Em 2019 o número de nados-vivos totalizou 5.979, mais 54, em termos anuais. A taxa de natalidade situou-se em 8,9‰, tendo baixado 0,1 pontos de permilagem, face ao ano 2018. A relação de masculinidade à nascença foi de 106,5, isto é, havia 106.5 nados-vivos masculinos por 100 nados-vivos femininos. No ano de 2019 observaram-se 2.282 óbitos (+213, em termos anuais), dos quais 57,8% eram do sexo masculino. A taxa de mortalidade atingiu 3,4‰, tendo subido 0,3 pontos de permilagem. O número de óbitos devido a “tumores malignos” (810) foi o mais elevado, isto é, correspondeu a 35,5% do total de óbitos, enquanto que as mortes devido a “doenças hipertensivas” (282) e a “doenças do coração” (210) representaram 12,4% e 9,2% do total, respectivamente.

No final de 2019 havia 196.538 trabalhadores não residentes, mais 8.058, face ao final de 2018. Salienta-se que 54.748 trabalhadores não residentes laboravam no ramo de actividade económica dos hotéis, restaurantes e similares (+1.685, em termos anuais) e 29.387 no ramo da construção (-741). No ano 2019 havia 3.757 imigrantes chineses, mais 225, em termos anuais, verificando-se o primeiro crescimento após três anos consecutivos de decréscimos. Do total de imigrantes chineses, 2.601 eram provenientes da província de Guangdong (+339, em termos anuais) e 64,8% eram do sexo feminino. Foram autorizados a residir em Macau 967 indivíduos, menos 107, face a 2018.

No ano 2019 o número de casamentos registados foi de 3.724 casamentos, menos 3,1%, em relação a 2018. A mediana da idade do primeiro casamento foi de 30,2 anos para os homens e de 29,1 anos para as mulheres, mais 1,0 e 1,5 anos, respectivamente, em termos anuais. Registaram-se 1.435 divórcios, menos 109, face a 2018.

No final de 2019 o número de agregados familiares correspondeu a 197.500, tendo subido 3.100, comparativamente com o final de 2018.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar