Não foi registado nenhum novo caso confirmado – Apela-se à população que reduza saídas para fora de Macau, a menos que necessário

O Centro de Coordenação de Contingência empenha-se na procura de hotéis adequados para observação médica

O Médico Adjunto da Direcção do CHCSJ, Dr. Lo Iek Long anunciou, estesábado(21de Março), na conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus,quehojenão foi registado nenhum caso depneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus.

Macau mantém 17 casos confirmados, tendo os primeiros 10 casos já tido alta após recuperação. Actualmente, o estado de saúde dos 7 casos confirmados nas enfermarias de isolamento do Centro Hospitalar Conde de São Januário é considerado satisfatório,tiveram apenassintomas ligeiros dotracto respiratório,Nenhum dos doentestevefebre nemdificuldades respiratórias.

Nas últimas 24 horas, na Urgência Especial do CHCSJ, foram registados79casos suspeitos para exames dos quais54foram afastados e25casos aguardam resultados.38casos registados no Hospital Kiang Wu foram submetidos a análise laboratorial,dos quais, 35foram afastados e3casos aguardam resultados. Foram avaliados25casos com febre,considerado de baixo risco ou com sintomas de tracto respiratório superior,nos Serviços de Urgência do CHCSJ e do Hospital Kiang Wu, que necessitaram de ser enviados para analise laboratorial.

Em Macau, no total,foram registados 2.875casos suspeitos, dos quais, 2.809foram afastados e49casos aguardam resultados. Nas últimas 24 horas, foram analisadas,pelo Laboratório de Saúde Pública,263amostras. Há 105 casos de contacto próximo e 74 pessoas concluíram o isolamento.

No Centro Clínico de Saúde Pública,no Alto de Coloane,estão73pessoas em isolamento, 31 pessoas classificadas como casos de contacto próximo e21pessoas de alto risco,em isolamento, foram submetidas ao 2.º teste após 48 horas, e 21dosresidentes de Macau retirados de Hubei já concluíram a quarentenapeloperíodo de 14 diase têm vindo asairgradualmente doCentro.

Em respostaàsopiniões sobrealgunsdoshotéis usados para observação médicaestaremperto de residências, oDr. Lo Iek Long referiu quea realização da observação médica por um período de 14 dias tem como objectivo de reduzir o risco de propagação dovírus na comunidade.Actualmente, os indivíduosem isolamentonos hotéis designadossão,principalmente,residentes de Macaue estudantesque regressaram a Macau do exteriorquenão apresentaramfebre nem sintomas dotracto respiratório. Enfatize-se que estesnão são doentesconfirmadosnem indivíduos com contacto próximo,sendo o riscode propagação baixo. De um ponto de vista científico, a observação médica pode ser realizadanodomicílio ounumlocal designado.Devido às preocupaçõesexpressadasporalgunsresidentessobrea observação médicadomiciliária,e aopiniãodeumarealizaçãouniformedaobservação médica em hotel designado podercontribuirparamonitorizaçãode perto oestado de saúde dosindivíduos,de modo a detectarsintomas o quanto antes,organizar testesoutratamentos adicionais. Após umaanálise abrangente, o Governodecidiupor uma organização uniforme detodos osindivíduos que regressaram a Macau para realizarem observação médica em hotel designado.

Apropagaçãodapneumonia causada pelo novo tipo de coronavírusé transmitida principalmenteatravés degotículasdarespiração ou de contactoa curta distância. Não háprovascientíficasde que o local em que a observação médica é realizada afectará os residentes em prédios próximos oua saúde de trabalhadores.Reitera-seque oGoverno da RAEMtem algumas dificuldades em encontrar locais de isolamento adequados e queasopçõesdeescolha dehotéis de isolamentosãolimitadas.No futuro, nãodescartaa possibilidade dos hotéis de isolamentoestaremaindamais próximos de edifícios residenciais.

O Dr. Lam Chongrelatou que, no dia20de Março, entraram em Macaumais 316indivíduosquenecessitaram de ser submetidos a observação médica, incluindo 282residentes de Macau(dos quais,206sãoestudantes)e34 não residentes de Macau.No total foram indicados para a observação médica 1.610indivíduos.Estando1.543indivíduos ainda em observação médica, dos quais644em observação médica domiciliária,845em observação médica em hotéis,54dos quais foram enviados para observação médica na Urgência Especial do Centro Hospitalar Conde de São Januário por terem manifestado sintomas.

Além da grave situação epidémica na Europa, nos Estados Unidos e em outros países asiáticos.Nos últimos dias,o número de casosocorridosem Hong Kongtem vindoa aumentar de formasignificativa. As autoridades continuarão a monitorar e avaliar de perto a situação epidémica em Hong Kong e não descartam o ajustamentodas medidas de quarentena para pessoas que vêm de Hong Kong paraMacau.Apelando-se mais uma vez aos cidadãos que reduzamas saídas parafora de Macau,a menos queestritamentenecessário, em especial,paralocaiscomumagrande concentração de pessoas.

Neste momento, nãohá propagação comunitária óbvia emTaiwan, e as autoridades continuarãoa monitorizarse as pessoasque chegam aMacauvindas deTaiwan são passageirosde transferênciasaéreas.

O mesmo responsável disse ainda que, antesda selecçãodo hotel, as autoridadesenviamengenheiros para efectuaraavaliaçãoin locoe inspeccionardetalhadamenteo sistema de ventilação do hotel, entre outrascoisas.Adiantou que o ardentro dosquartos do hotelcircula apenas no interior dos quartos, o sistema central de ar condicionado é responsável por transportar a fonte de refrigeração etambém ar fresco,as janelas dos quartossão mantidasvedadaspara evitarqueo arsaiaparalocalpúblico, reduzindoo impacto aoutros.O Dr. Lam Chong sublinhou que o novotipo de coronavírusnãoé transmitidopeloar e queem outras regiõesoshotéis também são utilizados para servirem de isolamento,nãohá qualquerproblema.Mencionouainda que, seoteste dovírusfor realizadoaindivíduosque regressam doexterioraMacau, antes da sua entradanohotel para alojamento,é possível que osproblemasnão sejam imediatamentedetectados,dadoo vírusterumperíodo de incubação,oupode produzirailusão de não haver infecção. Neste sentido,se não houver sintomas ou histórico especial de contactos,com arealização detesteno2.ºou3.ºdiadepoisdo isolamento nohotel,é mais provávelde serem detectadosproblemas.

A Chefe do Departamento da Direcção Serviços de Turismo, Dr.ª Inês Chan,afirmou que actualmente, o número de residentes de Macau e seus familiaresque os acompanhamna província de Hubei que pediram ajuda totalizam 108. Hoje (dia 21de Março), na página electrónica da Direcção do Ensino Superior, registaram-se 281estudantes ou residentes de Macau que pretendem regressar a Macau através do Aeroporto Internacional de Hong Kong, com necessidade dotransporte exclusivo do Governoefectuado4 vezes ao dia. Nesta altura,um total de 1.118pessoas estãoa ser sujeitasàobservação médica em quatro hotéis designados pelo Governo,o“Pousada Marina Infante”,o“Golden Crown China”,oHotel “Regency Art”e o“Resort Grande Coloane”,dasquais, 127são trabalhadores não residentes e991são residentes de Macau ou turistas.

A Dr.ª Inês Chanreferiu que o Governo está a enfrentar grandes dificuldades na procura de hotéisadequados, uma vez quetêmde cumprir as condições de segurançapara poder serefectuado oisolamento, por exemplo,umhotel tem de ser um edifício autónomo e não podeestarligado agrandescentroscomerciaisou a um casino, além disso, durante a sua utilização, todos os hotéis que se destinam a observação médicatêm defechar todas as suas instalações, tais como os estabelecimentos de restauração, aliás, os casinostêm deser fechados se não tiverem acesso independente, ou seja, éindispensávelum hotelestarbem preparado para serseleccionado.Logo, não há muitas opções.

Por outro lado, devido à política dapermanência de trabalhadores não residentesem Macau,uma parte significativa dos hotéis já foramocupados.Quandoas autoridadescompetentesdesocupamos hotéis,têm queajudarsimultaneamenteos trabalhadores não residentesaprocuraoutras residências.Reiterou que oGoverno tem de ponderar todos os factores e condições no processo de selecção dehotéis edeobteros respectivosconsentimentos, devendotambémconsultaras opiniões dosServiços deSaúdea fim deminimizar o risco.A mesma responsável, em nome do Governo da RAEM, agradeceu aos cinco hotéis que foramseleccionadospara serem hotéispara realizaçãodeobservaçãomédica, pelo seu apoionostrabalhos de combate à epidemiado Governo, bem como pelo trabalho contínuoprestado pelopessoal da linha da frente, enviandotambém as suas saudações a todos osresidentespela suacompreensãoeincentivo aoGoverno.

Quanto àsdespesasde ocupação do hotelparaisolamento, devido a vários factores, a operação dohoteldesignado paraobservação médica é diferente do hotel normal,pois têm desuspender todas asactividadesnasinstalaçõesdohotel, por isso,ataxa de alojamentoduranteos4 dias de MOP $5.600 é uma referência básica,háoutros factoresque devem ser tomados em consideração, pelo que, actualmente, não é possível calcular as despesasexactas.

Por fim,o Chefe da Divisão de Ligação entre Polícia e Comunidade e Relações Públicas, Lei Tak Fai, relatou a situação geral sobre a segurança da sociedade, a entrada e saída de Macau, entre outras. Nos termos da Lei de prevenção, controlo e tratamento de doenças transmissíveis e respectivas orientações, no dia20de Março, até à meia-noite, dos2.002visitantes provenientes das áreas de alta incidência e 824visitantes foram encaminhados respectivamente pela CPSP para dois postos temporários, Fórum de Macau e Terminal Marítimo de Passageiros da Taipa, para serem submetidos a exames médicos. 191visitantes recusaram exames e optaram por regressar ao Interior da China. Um (1) residente de Macau foi encaminhado para exame médico devido a deslocações diárias frequentes e fora do normal entre Macau e o Interior da China.

Estiveram presentes na conferência de imprensa o Médico Adjunto da Direcção do CHCSJ, Dr. Lo Iek Long,o responsável do Centro de Prevenção e Controlo da Doença, Dr. Lam Chong, aChefe do Departamento de Licenciamento e Inspecção da Direcção dos Serviços de Turismo, Dr.ª Inês Chan,oChefe do Departamento de Ensino da DSEJ,Wong Ka Ki eoChefe da Divisão de Ligação entre Polícia e Comunidade e Relações Públicas, Lei Tak Fai.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar