Centro de coordenação informa que pessoas em observação médica estão obrigados a ficar no quarto no dia em que foram diagnosticados dois casos importados

O Centro de contingência alerta que é obrigatório que todas as pessoas alojadas em observação médica permaneçam nos quartos.

O Médico Adjunto da Direcção do CHCSJ, Dr. Lo Iek Long anunciou, este domingo (22 de Março), na conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, que hoje foram registados dois casos confirmados de pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus e tinham sido, até à hora da conferência registados dois (2) casos suspeitos positivos preliminares após realização de recolha de amostras na garganta. Até as 17 horas estavam diagnosticados dezanove (19) casos confirmados, tendo os primeiros 10 casos tido alta após recuperação. Actualmente, o estado de saúde dos 9 casos confirmados nas enfermarias de isolamento do Centro Hospitalar Conde de São Januário é considerado satisfatório, três manifestaram febre baixa, os outros doentes não tiveram febre nem dificuldades respiratórias nem necessidade de usar oxigénio.

Nas últimas 24 horas, na Urgência Especial do CHCSJ, foram registados 69 casos suspeitos para exames dos quais, 2 foram confirmados, 1 foi positivo no teste preliminar, 46 foram afastados e 20 casos aguardam resultados. 35 casos registados no Hospital Kiang Wu foram submetidos a análise laboratorial, dos quais, 31 foram afastados e 4 casos aguardam resultados. Foram avaliados 16 casos com febre, considerado de baixo risco ou com sintomas de tracto respiratório superior, nos Serviços de Urgência do CHCSJ e do Hospital Kiang Wu, que necessitaram de ser enviados para analise laboratorial.

Em Macau, no total, foram registados 2.979 casos suspeitos, dos quais, 2.904 foram afastados e 56 casos aguardam resultados. Nas últimas 24 horas, foram analisadas, pelo Laboratório de Saúde Pública, 396 amostras. Há 105 casos de contacto próximo e 74 pessoas concluíram o isolamento.

No Centro Clínico de Saúde Pública, no Alto de Coloane, estão 65 pessoas em isolamento, 31 pessoas classificadas como casos de contacto próximo e 34 pessoas de alto risco, em isolamento, foram submetidas ao 2.º teste após 48 horas.

O mesmo responsável apresentou dois novos casos suspeitos de pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus em Macau, tendo chegado a Macau nos dias 17 e 18 deste mês, respectivamente, e tendo sido encaminhados para observação médica no Hotel China Coroa D 'ouro. Quando as autoridades realizaram testes regulares de ácido nucleico, detectaram que as amostras de garganta de duas pessoas reagiram positivas ao vírus, pelo que foram submetidos para testes mais precisos de ácido nucleico do vírus nasofaríngeo. Se o teste do ácido nucleico do vírus nasofaríngeo de duas pessoas for positivo, estas duas pessoas tornar-se-ão novos casos confirmados em Macau

O Dr. Lo Iek Long indicou que a maioria dos residentes de Macau regressaram do exterior para Macau, voltaram a Macau através do Aeroporto Internacional de Hong Kong. Dos 9 casos confirmados recentemente, 4 foram detectados atempadamente através de detecção da temperatura corporal no posto fronteiriço, reflectindo a eficácia da detecção da temperatura corporal no posto fronteiriço. Para reforçar os procedimentos de detecção, a partir de hoje (dia 22), as autoridades vão enviar pessoal, de autocarro exclusivo, para Hong Kong para verificar a temperatura e a avaliação dos residentes que regressam a Macau, para garantir a segurança dos outros passageiros que regressam a Macau. Se houver alguém for detectado com febre no Aeroporto Internacional de Hong Kong, será enviado para Macau de modo mais seguro.

Actualmente, as autoridades não têm planos de transferir pessoas isoladas no domicílio para o isolamento em hotel, reiterando-se que, estas pessoas não são casos confirmados nem pessoas com contacto próximo.

Durante a conferência de imprensa foi anunciado que segunda-feira terá início a 7.a ronda do “Programa para assegurar fornecimento de máscaras” aos residentes. A forma de implementação, pontos e horas da venda são idênticos como a 6.a ronda. Apela-se, mais uma vez, aos cidadãos para não concentrarem a compra de máscaras nos primeiros dias, de modo a evitar a concentração de pessoas ou a longa de espera. Após a 6.a ronda do “Programa para assegurar fornecimento de máscaras” já foram disponibilizadas aos residentes de Macau cerca de 34 milhões de máscaras.

A Coordenadora do Centro de Controlo de Doenças de Macau, Dr.ª Leong Iek Hou, relatou que, no dia 21 de Março, mais 308 indivíduos entraram em Macau necessitam de ser submetidos a observação médica, incluindo 301 residentes de Macau (dos quais, 206 são estudantes), sete (7) não residentes de Macau. No total foram indicados para a observação médica 1.938 indivíduos. 1.867 indivíduos estão ainda em observação médica, dos quais 658 em observação médica domiciliária, 1.143 em observação médica em hotéis, 66 dos quais foram enviados para observação médica na Urgência Especial do Centro Hospitalar Conde de São Januário por terem manifestado sintomas.

Quanto às informações do 18.o e 19.o casos confirmados, que são respectivamente uma mulher de 50 anos e um homem de 19 anos, residentes de Macau, com relação mãe-filho. Em 20 de março, apanharam o voo CX845 da Companhia aérea “Cathay Pacific” no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova Iorque, Estados Unidos da América, com destino ao Aeroporto Internacional de Hong Kong (lugar 45E e 45F). Na tarde do dia 21 de Março, chegaram a Hong Kong e apanharam imediatamente o autocarro fretado pelo Gabinete de Gestão de Crises do Turismo para Macau via o Posto Fronteiriço da Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau. Entre 28 de Fevereiro e 20 de Março, esta mulher visitou os seus três filhos que frequentam um curso nos Estados Unidos da América. Em 21 de Março, à chegada a Macau, foi diagnosticada pelos inspectores do Posto Fronteiriço dos Serviços de Saúde febre e foram encaminhados imediatamente de ambulância para o Serviço de Urgência do CHCSJ para diagnóstico, cujo resultado foi positivo.

O doente de 19 anos é um estudante universitário, que frequenta curso no Estado de Connecticut nos Estados Unidos da América. Desde o dia 14 de Março, depois de regressar do México apresentou dores musculares, calafrios e fraqueza geral, os seus sintomas foram diminuíram no dia 16 de Março. No dia 21 de Março, encontrava-se hospedado no Hotel Metrópole para uma observação médica de 14 dias e foi submetido a um teste de ácido nucleico viral por ser classificado como pessoa em contacto próximo depois do diagnóstico da sua mãe. Acusou positivo no dia 22 de Março.

Os dois doentes já estão na enfermaria de isolamento no CHCSJ para terapia, em estado clínico considerado normal, sem qualquer indisposição. Outras duas pessoas acompanhadas foram classificadas como pessoas em contacto próximo, cujos resultados do 1.o teste foram negativos, e encontram-se neste momento em isolamento do CHCSJ para serem testados, de novo, após 48 horas. Os Serviços de Saúde já notificaram o Centro da Protecção de Saúde do Departamento de Hong Kong as informações relacionadas a este voo, ao mesmo tempo, apelam aos cidadãos que estiveram no mesmo voo deste caso confirmado para ligarem para 28700800 para o devido acompanhamento.

Uma vez que os indivíduos que se submetam à observação médica estão concentrados em hotel, a partir do dia 22 de Março (hoje), as autoridades enviam os seus funcionários a cada hotel designado, para recolherem o teste de zaragatoa nasofaríngea e observarem, de forma contínua, o estado de saúde, de modo a descobrir o quanto antes eventuais sintomas. Quer a observação médica em domicílio, quer em hotel designado, as autoridades irão acompanhar o estado de saúde dos indivíduos. Durante o isolamento, serão recolhidas duas amostras de saliva para inspecção.

No dia 22 de Março, as autoridades foram notificadas pela Comissão Nacional de Saúde da China, de que um homem (residente de Macau), de 31 anos foi diagnosticado em Xangai como caso confirmado da pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus. No dia 19 de Março, o doente viajou do Reino Unido para Xangai e apresentou sintomas após a chegada. No dia 21 de Março, foi diagnosticado através do teste de ácido nucleico.

A Chefe do Departamento, Dra Inês Chan afirmou que actualmente, o número de residentes de Macau e seus familiares acompanhantes na província de Hubei que pediram ajuda totalizam 106.

Domingo (dia 22 de Março), na página electrónica da Direcção do Ensino Superior para a inscrição para a necessidade de transporte exclusivo do Governo, existem 231 estudantes ou residentes de Macau que regressam a Macau do Aeroporto Internacional de Hong Kong, tendo o Governo efectuado o transporte para Macau em quatro vezes, no total de mais de 20 veículos estão a transportar residentes para com uma capacidade de 12 a 14 pessoas. Actualmente, existem 1.394 pessoas que estão submetidas a observação médica em seis hotéis, especialmente nno Hotel “Pousada Marina Infante”, no Hotel China Coroa d’Ouro, no Hotel Arte Regência, Resort Grande Coloane, no Hotel Metrópole e Pensão Comercial San Tung Fong. Dentro dos quais 127 são trabalhadores não residentes e 1.229 são residentes de Macau e 38 turistas.

O sexto hotel designado para observação médica é Hotel Tesouro, na Taipa, sendo este já detentor da licença, contudo ainda não se encontra em funcionamento, por isso, todos os equipamentos foram aprovados e como este hotel preenche os requisitos e não está em funcionamento, o hotel fez grande trabalho, adquirindo produtos de limpeza, bem como procedeu à limpeza geral do hotel. A Direcção dos Serviços de Turismo afirmou que no processo para encontrar hotéis é necessário que atendam diferentes padrões, incluindo o número de quartos e capacidade existente, entre outros. Geralmente, a Autoridade vai escolher hotéis com pouco hospedes, deste modo será mais fácil de proceder à evacuação das pessoas alojadas. Quando os hotéis são definidos há contactos com outros hotéis para que acolham os hospedes que são transferidos. O pessoal dos Serviços de Saúde também avalia os hotéis para a observação, assim como organiza sessões de esclarecimento para os trabalhadores solucionando as preocupações laborais.

A Dra. Inês Chan afirmou, que ultimamente existem muitos estudantes de Macau que regressam do exterior que alojam nos hotéis para isolamento, alguns não cumprem das orientações e saiem dos quartos.

O Governo da RAEM apela seriamente que todas as pessoas que estão alojadas em isolamento são obrigadas a cumprir as orientações, permanecendo nos quartos, caso contrário, isto causa uma violação à Lei de prevenção, controlo e tratamento de doenças transmissíveis, assumindo a responsabilidade criminal.

O Chefe da Divisão do Corpo de Polícia de Segurança Publica, Lei Tak Fai, também relatou a situação geral sobre a segurança da sociedade, a entrada e saída de Macau, entre outras. Nos termos da Lei de prevenção, controlo e tratamento de doenças transmissíveis e respectivas orientações, no dia 21 de Março, até à meia-noite, dos 1.391 visitantes provenientes das áreas de alta incidência e 573 visitantes foram encaminhados respectivamente pela CPSP para dois postos temporários, Fórum de Macau e Terminal Marítimo de Passageiros da Taipa, para serem submetidos a exames médicos. Desses 143 visitantes recusaram exames e optaram por regressar ao Interior da China. Três residentes de Macau foram encaminhados para exames médicos devido a deslocações diárias frequentes e fora do normal entre Macau e o Interior da China.

Estiveram presentes na conferência de imprensa o Médico Adjunto da Direcção do CHCSJ, Dr. Lo Iek Long, a Chefe do Departamento de Licenciamento e Inspecção da Direcção dos Serviços de Turismo, Dr.ª Inês Chan, o chefe da Divisão de Estudos e Apoio à Reforma Educativa da DSEJ, Cheang Sek Kit, o Chefe da Divisão de Ligação entre Polícia e Comunidade e Relações Públicas, Lei Tak Fai e a coordenadora do Núcleo de prevenção e doenças infecciosas e vigilância da doença do Centro de Prevenção e Controlo de Doenças dos Serviços de Saúde, Dra. Leong Iek Hou.

Ver galeria

Anexos



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar