Quarenta e cinco (45) dias consecutivos sem registo de nenhum caso Alteração dos dias de realização da conferência de imprensa

Não foi registado nenhum caso confirmado em Macau nos últimos 45 dias

O Médico-Adjunto da Direcção do Centro Hospitalar Conde de São Januário (CHCSJ), Dr. Lo Iek Long,referiuna conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus quequarenta e cinco (45) diaspassaram desde que foi diagnosticado o último caso de pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus.E que, por cinquenta e seis (56) dias consecutivos,quenãoéregistado nenhum caso relacionado com casos importados. Macau tem um total de quarenta e cinco (45) casos diagnosticados, dos quais,sendoquarenta e três (43) casos importados e dois (2) casos relativos a casos importados. Não há registo nem ocorrência de transmissão comunitária em Macau.Foram registados quarenta e quatro (44) casosclassificados com sintomas ligeiros e um (1) como caso grave. Até aopresentemomento não foram registados em Macau casos mortais.

​​

Todos os doentesjárecuperaram e tiveram alta. Todos os indivíduos consideradoscontactos próximos em vigilância concluíram as medidas de isolamento. Seis (6) pessoas estãoemisolamento de convalescença no Centro Clínico de Saúde Pública; neste momento, não está ninguém internado no Centro de Isolamento ProvisóriodoComplexo de Cuidados de Saúde das Ilhas.

No dia 22 de Maio, foram realizados umnúmero total de1.140testes de ácido nucleico do novo tipo de coronavírus em Macau.

Em respostaàs perguntas dosórgãosde comunicação socialsobrea produção demáscarascom oscorrespondentes padrões, o Dr. Lo Iek Long salientou que,de acordo comas disposiçõeslegaisvigentes,para aprodução de máscaras em Macau é obrigatória uma licença industrial emitida pela Direcção dos Serviços de Economia.Todos os fabricantes devem enviarasinformações relevantesquanto aosprocedimentos de produção e padrões de qualidade,proporcionandoos Serviços de Saúde pareceres profissionais, incluindoainspecção in locodascondições da fábrica,aavaliação dopadrãode qualidade dasmáscaras, a elaboração dorelatório dostestesreconhecido poroutrasentidades, bem comoaverificaçãode que asmáscarastêm ospadrõescorrespondentes.

Relativamente à qualidade das máscaras do plano de fornecimento de máscaras, o Médico-Adjunto da Direcção apelouaos cidadãos para,no caso dúvidas sobre a qualidade das máscaras, paraverificaremde imediatoa qualidadedessasno momento da compra.Caso hajaalgum problemacom aqualidade, os cidadãos podemapresentar logo queixano lugaronde a comprarampara a sua substituiçãoou ligar para a linha aberta do Centro de Coordenaçãoeinformardo incidente. Quanto à qualidade das máscaras vendidas no mercado, a Direcção dos Serviços de Economia tambémprocederá a uma inspecção das máscaras vendidas no mercado.No caso dopúblico descobrirdefeitos na qualidade das máscarasadquiridasno mercado,devemnotificar o Conselho de Consumidores. Quantoao ajusto doplano de fornecimento de máscaraspelo Governo, o Dr. Lo Iek Long reiterou que o plano é uma medida temporária,tendo até ao momento sido vendidasmais de 72 milhões de máscaras.Após uma ampla ponderação detodos os factores, como a situação epidémica em Macau, a oferta de mercado e o estado de aquisição do Governo, o Governoirá determinara continuação ou nãoplano, independentemente da decisão, tal seráanunciado coma devidaantecedência.

A Coordenadora do Núcleo de Prevenção de Doenças Infecciosas e Vigilância de Doença do Centro de Prevenção e Controlo da Doença, Dr.ª Leong Iek Hou, informou que, no dia 22 de Maio, foram submetidos à observação médica mais doze (12) indivíduos, oito (8) dos residentes de Macau e quatro (4) não residentes de Macau. Até ao dia 22 de Maio, foram enviados, no total, para a observação médica,4.512 indivíduos,eháainda308 indivíduos em observação médicanumhotel designado. Nasembarcações, não há ninguém com necessidade de ser submetido aobservação médica.A Dr.ª Leong Iek Houtambém destacou que o Governotem vindo a avaliar e ajustaroportunamente as directrizesparauso de máscarasconforme a actualsituação de Macau.

Além disso, o Chefe de Departamento, Dr. Wong Ka Kei,reportoua situaçãodostestesde ácido nucleico de alunos transfronteiriços no Hospital de Saúde Materno-Infantil da idade de Zhuhai, e respondeuàsrespectivasperguntascolocadas.

A Chefe de Departamento dos Serviços de Turismo, Dr.ª Inês Chan, informouda situação enúmero de pessoas em observação médica em hotéis designados pelo Governoem resposta àsperguntas colocadaspelosjornalistas. O Chefe de Divisão, Dr. Ma Chio Hong, referiu a actual situação da cidade,a situação de entradas e saídas de Macau,entre outros assuntos.Por fim, o Centro de Coordenação anunciouque, na próxima semana, aconferência de imprensa diáriapassaria a ser realizada apenas às segundas, quartas esextas-feiras,ou convocada quando necessário,mantendo-se o local e a hora inalterados, portanto,não haverá conferência de imprensa amanhã (dia24), alertandoos cidadãos para estarem atentosa alterações.

Estiveram presentes na conferência de imprensa o Médico-Adjunto da Direcção do CHCSJ, Dr. Lo Iek Long, o chefe do Departamento de Ensino da DSEJ,Dr.Wong Ka Ki, a Chefe do Departamento de Licenciamento e Inspecção da Direcção dos Serviços de Turismo, Dr.ª Inês Chan, o Chefe da Divisão de Operações e Comunicações do Corpo de Polícia de Segurança Pública, Dr. Ma Chio Hong, e a Coordenadora do Núcleo de Prevenção de Doenças Infecciosas e Vigilância de Doença do Centro de Prevenção e Controlo da Doença, Dr.ª Leong Iek Hou.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar