DSE teve encontro com os operadores dos postos de abastecimento de combustíveis de 4 marcas, Solicitando-lhes o ajustamento dos preços dos combustíveis para veículos

A DSE teve encontro hoje (dia 8) com os representantes dos postos de abastecimento de combustíveis de 4 marcas

A Direcção dos Serviços de Economia (DSE) reuniu-se hoje (dia 8) com os representantes dos postos de abastecimento de combustíveis de 4 marcas, na sequência da redução dos preços dos combustíveis para veículos pela Companhia de Produtos Químicos e Petrolíferos Nam Kwong, Limitada, a partir de ontem (dia 7). A DSE estabeleceu contacto com os operadores locais dos postos de abastecimento de combustíveis das outras marcas (Shell, Esso Mobil, Caltex e Total), exortando-os a reduzir de forma adequada os preços dos combustíveis para veículos.

Na reunião, a DSE reafirmou que o Governo da RAEM tem vindo a solicitar ao sector em causa a fixação de preços dos produtos petrolíferos consistentes com o nível e o ritmo de ajustamento internacional. Especialmente durante o período da epidemia da pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus, a economia e a vida da população de Macau sofrem um enorme impacto, o Governo da RAEM lançou uma série de medidas de apoio económico destinadas a “estabilizar a economia, assegurar a qualidade da vida da população”. O sector em questão deve, tendo bastante em conta o ambiente social e as dificuldades e necessidades da população, assumir a sua responsabilidade social empresarial e reduzir, deste modo, os preços dos produtos petrolíferos, com vista a estabilizar a economia e aliviar as dificuldades da população.

O Governo da RAEM aplaude a medida adoptada recentemente pela Companhia Nam Kwong sobre a redução dos preços dos combustíveis para veículos e espera que essa medida possa desenvolver um papel de referência, apelando a outros operadores do sector que unam esforços quanto à assunção da responsabilidade social empresarial e reduzam adequadamente os preços dos produtos de combustíveis para responder à solicitação dos cidadãos, a fim de concretizar efectivamente com diversos sectores sociais e cidadãos o ultrapassar dos entraves que estão a atravessar.

Os representantes do sector manifestaram estar dispostos a continuar a assumir as responsabilidades sociais e apoiar os trabalhos promovidos pelo Governo da RAEM, bem como vão proceder à consideração activa da maior redução dos preços, seguida das várias reduções procedidas anteriormente, em prol da atenuação da pressão sobre os cidadãos, apoiando a meta da política “estabilizar a economia, assegurar a qualidade da vida da população” lançada pelo Governo da RAEM.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar