Continuidade na organização de sessões de conjugação de emprego, como apoio na integração laboral dos formandos através da “Formação subsidiada”

DSAL realiza seminários e secção de conjugação de emprego para os formandos que concluíram os cursos

Os primeiros cursos do “Plano para aumento de aptidões e formação profissional” (formação subsidiada) com orientação para o emprego, organizado pela Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais (DSAL) foram concluídos em Abril. Para proceder da melhor forma à combinação da formação de técnicas com a conjugação de emprego, a DSAL, programou entrevistas para os formandos participarem após a conclusão dos cursos, tendo prestado ainda aconselhamento sobre técnicas em entrevista, e espera-se que essas actividades possam vir a ajudar os formandos que estão interessados na integração laboral. Por outro lado, após os formandos terem sido admitidos com sucesso mediante a conjugação de emprego, a DSAL procedeu de imediato à liquidação dos subsídios, tendo os primeiros formandos que foram admitidos em Abril, já recebido o subsídio de formação. A DSAL vai acompanhar estreitamente o trabalho de atribuição dos subsídios, com o objectivo de atenuar as pressões económicas.

Entre 26 de Maio a 4 de Junho, a DSAL organizou sete sessões de conjugação de emprego para os formandos que concluíram os cursos de formação de guarda de segurança em casino, operacionalidade em segurança hoteleira, operacionalidade em recepção hoteleira, assistente de operações de gruas montadas em camiões, culinária chinesa e ocidental, pastelaria e acepipes chineses e ocidentais e serviços de restauração chinesa e ocidental, a fim de proporcionar a conjugação de emprego e entrevista com as empresas, tendo contado com a participação de um total de 253 formandos, tendo 157 sido contratados por empresas após entrevista in-loco. As causas que levaram ao insucesso na admissão dos restantes formandos são: o nível de inglês não preencher as exigências da empresa, insistência em trabalhar em área diversa à do curso, não estarem dispostos a prestar trabalho por turnos, a capacidade de comunicação e o comportamento não serem adequados, não estarem interessados no trabalho no qual foram colocados, daltonismo e desistência da entrevista. A DSALcontinuará a dar acompanhamento à situação dos que foram contratados.

As sessões de conjugação de emprego tiveram o apoio da Associação dos Proprietários de Máquinas de Construção Civil de Macau e das grandes empresas de lazer de Macaupara arranjar várias empresas com necessidades de recrutamento que oferecesse postos de trabalho aos formandos, esperando que estes pudessem intregar no mercado laboral com maior brevidade possível. Essas empresas foram a Min Da Construction & Engineering Company Limited, Empresa de Construção e Obras de Engenharia Tak Fat Kin Ip, Limitada, Wynn Resorts (Macau), S.A, Companhia de Construções e Obras de Fundação Guoxin Limitada, Sociedade de Jogos de Macau, S.A, Companhia de Construção Cheong Kong Limitada, Sands China Limited, Companhia de Construção e Engenharia Shing Lung, Limitada, Nam Kwong Lun Fat Agency Limited, Galaxy Entertainment Group Limited, Kin Leong Corporation Limited, Construtor Civil Lai Pui Pek, Melco Resorts & Entertainment Limited, MGM Macau e Empresa de Execução de Obras de Construção Civil Jeston, Limitada.

A DSAL continuará a empenhar-se nos trabalhos de colocação profissional para os formandos que concluírem a formação, prestando apoio àqueles que têm interesse em integrar no mercado de trabalho, e continuará a aderir ao princípio da garantia da continuidade e prioridade de emprego dos residentes de Macau, mantendo uma boa comunicação com as empresas, a fim de dar assistência atempada aos interessados na procura ou mudança de emprego através da realização de conjugação de emprego ou entrevistas e ajudar na estabilidade do emprego dos residentes.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar