Sistema de marcação de “Pedido de isenção de isolamento para os residentes de Macau que entram em Zhuhai reaberto amanhã (18 de Junho) – Pessoas aprovadas podem entrar em Zhuhai durante 7 dias e estão isentas de isolamento

Conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus de 17 de Junho

Na conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, o Médico-Adjunto da Direcção do CHCSJ, Dr. Lo Iek Long, registou que há oitenta e um (81) dias consecutivos que não há registo de qualquer caso local, e decorreram setenta (70) dias desde que foi diagnosticado o último caso importado de pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus. Até ao momento, em Macau, foram registados quarenta e cinco (45) casos diagnosticados, dos quais, quarenta e três (43) são casos importados e dois (2) casos estão relacionados com casos importados. Não foram registados em Macau casos mortais, nem ocorrência de transmissão comunitária. Todos os doentes recuperaram e tiveram alta e concluíram as medidas de isolamento de convalescença. Neste momento, nenhum o indivíduo do contacto próximo está submetido à observação médica.

Nos dias 15 e 16 de Junho, foram realizados um número total de 4. 325 testes de ácido nucleico do novo tipo de coronavírus em Macau.

O Dr. Lo Iek Long anunciou, ainda, que a partir das 10 horas de amanhã (dia de 18) será reaberto o Sistema online de “Pedido de isenção da observação médica de isolamento para os indivíduos que entram em Zhuhai, por motivo oficial ou comercial”. Mantêm-se as metodologias e os requisitos de aplicação. São disponibilizadas, diariamente às 10 Horas, 1.000 quotas. Desde o início do plano, no dia 16 de Junho, foram recebidos 7.611 pedidos e até ao momento foram aprovados 6.667 pedidos.

O Dr. Lo Iek Long frisou que àqueles que for concedida isenção de isolamento amanhã (dia 18) poderão entrar e sair de Zhuhai, várias vezes, num período de 7 dias a partir do próximo dia 23 de Junho.

O Dr. Lo Iek Long disse, ainda, que se os residentes tiverem problemas para se inscrever on-line, o Instituto de Acção Social criou 8 postos de serviços para os ajudar nas operações on-line e lembrou aos residentes devem ser portadores dos telemóveis e forneçer os seus endereços de e-mail, permitindo que os funcionários dos postos de serviços podem ajudar os residentes a inscreverem-se on-line com mais eficiência.

Em resposta às questões levantadas pelos jornalistas, o Dr. Lo Iek Long reforçou a informação de que diariamente há 1.000 quotas da isenção de isolamento para residentes de Macau que entrem em Zhuhai. Caso o sistema mostre que as quotas estão preenchidas integralmente naquele dia, os residentes podem voltar a tentar, novamente, às 10 horas do dia seguinte e não há necessidade de tentar de novo naquele dia, evitando, assim, situações de mal entendimento, ou que existem avarias. As quotas estando preenchidas num dia, só no dia seguinte é que haverá disponibilidade.

O Dr. Lo Iek Long também disse que o número total diário actual de teste de ácido nucleico dos Serviços de Saúde é de cerca de 2.000, significando que há capacidade suficiente de realização do teste de ácido nucleico para os residentes que tenham necessidades transfronteiriças.

Sobre os métodos de tratamento dos 45 doentes diagnosticados e com alta, o Dr. Lo Iek Long afirmou que foi prescrito a alguns pacientes medicamentos com esteróides e foram obtidos bons resultados. Nessa fase, não há consenso sobre a eficácia de vários medicamentos no tratamento de pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus. As autoridades locais continuam a prestar atenção aos relatórios globais de tratamento para resumir a sua experiência e ajustando o plano de tratamento com base nos dados científicos mais recentes.

A Coordenadora do Núcleo de Prevenção de Doenças Infecciosas e Vigilância de Doença do Centro de Prevenção e Controlo da Doença dos Serviços de Saúde, Dr.ª Leong Iek Hou disse que os Serviços de Saúde receberam, minutos antes do início da conferência de imprensa, dados da Comissão Nacional de Saúde. Entre as 00:00 e as 12H00 do dia 17 de Junho, em Pequim, foram diagnosticados mais 6 novos casos confirmados; desde o dia 11 de Junho, em Pequim, foram diagnosticados 143 casos locais, dos quais foram 6 são considerados casos graves e não foram registados casos mortais.

Em resposta à mais recente epidemia em Pequim, o Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus determinou que a partir das 12:00 horas do dia 17 de Junho de 2020, todos os indivíduos que nos 14 dias anteriores à entrada em Macau tenham estado em Pequim, serão sujeitos a observação médica por um período de 14 dias em locais designados, conforme exigências da autoridade sanitária.

Entre os dias 15 e 16 de Junho, houve mais noventa e nove (99) indivíduos submetidos à observação médica, sessenta e dois (62) dos quais são residentes de Macau e trinta e sete (37) não residentes de Macau. Até ao dia 16 de Junho, foram enviados, no total, para a observação médica 5.238 indivíduos, há 514 indivíduos estão ainda em observação médica, dos quais, 502 em hotel designado, nove (9) em embarcação de pesca e três (3) nas instalações dos Serviços de Saúde.

Em resposta às perguntas levantadas pelos jornalistas, a Dr.ª Leong Iek Hou reagiu que, após a entrada em vigor das novas medidas relativas à entrada em Macau, foram encaminhados dois (2) casos para a observação médica em hotel designado, por um período de 14 dias, na sequência destas pessoas terem entrado em Macau após erem estado em Pequim nos últimos 14 dias. Acrescentando que, recentemente, não há voos vindos de Pequim para Macau, apenas há alguns indivíduos que entram em Macau, por via terrestre, depois de ter viajado até Pequim. A autoridade de saúde irá acompanhar o seu estado de saúde destas pessoas e verificar se eles estiveram nos locais com alta incidência antes da entrada em vigor das novas medidas.

A Chefe de Departamento dos Serviços de Turismo, Dr.ª Inês Chan, informou o número de pessoas em observação médica em hotéis designados pelo Governo, o número de pessoas registadas no sistema de “Arranjo para o transporte especial de Hong Kong para Macau”, elaborado pela Direcção dos Serviços do Ensino Superior e o número de utilizadores que gozam o serviço marítimo especial para ida e volta entre o Aeroporto Internacional de Hong Kong e Macau, etc. O Chefe da Divisão de Ligação entre Polícia e Comunidade e Relações Públicas, Lei Tak Fai, referiu a actual situação da cidade e a situação de entradas e saídas de Macau, etc. Respondendo-se ainda as perguntas levantadas pelos jornalistas.

Estiveram presentes na conferência de imprensa o Médico-Adjunto da Direcção do CHCSJ, Dr. Lo Iek Long, a Chefe do Departamento de Licenciamento e Inspecção da Direcção dos Serviços de Turismo, Dr.ª Inês Chan, o Chefe da Divisão de Ligação entre Polícia e Comunidade e Relações Públicas, Dr. Lei Tak Fai, e a Coordenadora do Núcleo de Prevenção de Doenças Infecciosas e Vigilância de Doença do Centro de Prevenção e Controlo da Doença dos Serviços de Saúde, Dr.ª Leong Iek Hou.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar