Chefe do Executivo recebe representantes do Conselho Geral do IPM

Chefe do Executivo recebe representantes do Conselho Geral do IPM

O Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, recebeu, hoje (19 de Junho) na Sede do Governo, o presidente do Conselho Geral do Instituto Politécnico de Macau, Lei Heong Iok e outros representantes do mesmo organismo, no qual trocaram impressões sobre o futuro desenvolvimento do Instituto e a formação de quadro qualificados de Macau.

Ho Iat Seng disse esperar que o corpo dirigente do Instituto caminhe na direcção de um nível de gestão mais elevado com este Conselho Geral do IPM, criado pela primeira vez. É da opinião que a tradução automática chinês/português do IPM está a desenvolver-se muito bem, e espera que se desenvolva no sentido de enriquecer o vocabulário e melhorar a precisão, e, ao mesmo tempo, continuar a formar mais intérpretes nesta área.

O mesmo responsável indicou a necessidade de mais quadros qualificados nas áreas da ciência e tecnologia, na sequência do empenho do governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) na promoção da “construção da cidade inteligente e governo inteligente” e, por isso, espera que o IPM continue a contribuir para a formação de mais quadros qualificados para Macau.

Por sua vez, o presidente do Conselho Geral do IPM, Lei Heong Iok, considera que a criação do Conselho Geral do IPM é significativa e, sob a liderança do Chefe do Executivo, estará determinado no cumprimento da responsabilidade em desenvolver o ensino superior, bem como na promoção da tradição “amar a Pátria e Macau” e dos valores principais de Macau. Entretanto, ainda durante o encontro, o presidente do IPM e membro do Conselho Geral, Im Sio Kei fez uma breve apresentação sobre a situação e as acções principais do Instituto.

Estiveram presentes no encontro ainda a secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Ao Ieong U, o vice-presidente e ainda outros membros do Conselho Geral, Lok Po, Mak Soi Kun, Leong Su Sam e Lam Un Mui.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar