Mais de 1,7 mil milhões de patacas foram injectadas no mercado na 1.ª fase do cartão de consumo, cujo prazo de levantamento terminará em 17 de Julho

infografia sobre dados estatísticos do subsídio de consumo

Com vista a dinamizar a economia, alargar a procura interna, mitigar as dificuldades enfrentadas pelas empresas na exploração de negócios, estabilizar o mercado de emprego e, ao mesmo tempo, atenuar a pressão económica dos residentes, o Governo da RAEM lançou o cartão de consumo electrónico num valor total de 8.000 patacas, distribuídas em duas fases. Desde o início da utilização da 1.ª fase do cartão de consumo, em 1 de Maio, até 13 de Julho, o montante total de transacções fixou-se em cerca de 1,74 mil milhões de patacas, representando mais de 90% do montante total dos cartões de consumo emitidos, tendo sido registadas cerca de 19,42 milhões de transacções. O montante médio de cada transacção é de 90 patacas.

As empresas beneficiárias estão espalhadas por diversos sectores de actividade económica, cerca de 63% do montante total de transacções foram colocados nas PME

De acordo com os dados, diversos sectores de actividade económica beneficiaram do cartão de consumo em graus variados, dos quais, os sectores da restauração e do comércio a retalho representam quase 24% e 70%, respectivamente, do montante total de transacções.Nos estabelecimentos comerciais onde se pode utilizar o cartão de consumo electrónico, calculados conforme o montante de transacções, cerca de 63% do subsídio de consumo foram colocados nas PME. De entre este, os estabelecimentos com menos de 20 trabalhadores ocuparam cerca de 40% do montante total de transacções feitas através do cartão de consumo.

Apela-se aos residentes para levantarem o cartão e utilizaremo subsídio de consumo da 1.ª fase o mais cedo possível

Até 13 de Julho, há 183 mil residentes que já utilizaram todo o subsídio de consumo da 1.ª fase no valor de 3000 patacas. Como o prazo de utilização do cartão de consumo da 1.ª fase terminará em 31 de Julho, o Governo da RAEM apela aos residentes que já o tenham levantado para o utilizarem o mais cedo possível. O saldo remanescente não utilizado no prazo fixado será reposto no cofre do Tesouro.

Até 13 de Julho, mais de 617.031 residentes já levantaram o cartão de consumo electrónico da 1.ª fase, representando cerca de 94% do número total das pessoas inscritas. O Governo da RAEM apela aos residentes inscritos que ainda não tenham levantado o cartão de consumo da 1.ª fase para o levantarem com a maior rapidez possível.

Os residentes que tenham concluído a inscrição mas ainda não tenham levantado o cartão de subsídio da primeira fase, devem levantá-lo até 17 de Julho durante as horas de expediente em qualquer um dos seguintes 4 postos de atendimento dos serviços públicos:

1) DSE sita na Rua do Dr. Pedro José Lobo, n.º 1-3, Ed. Banco Luso Internacional, 7.º andar;

2) Balcão de Atendimento da DSE instalado no Centro de Serviços da RAEM na Areia Preta;

3) Centro de Serviços de Mediadores de Seguros da Autoridade Monetária de Macau, sita na Avenida de Sidónio Pais, n.º 1A, Edifício Tong Hei Koc, R/C;

4) Centro de Serviços da RAEM das Ilhas.

Guardem bem o cartão de consumo e, em caso de extravio, façam aparticipação do facto o mais rapidamente possível

O Governo da RAEM está a empenhar-se em planear a segunda fase do Plano de subsídio de consumo, cujos detalhes serão publicados em tempo oportuno. Na segunda fase do Plano de subsídio de consumo, a atribuição do subsídio será realizada através de carregamento do cartão detido pelos residentes qualificados, pelo que o Governo da RAEM apela aos residentes que se guardem bem o cartão de consumo e, em caso de extravio, façam aparticipação do facto junto do Corpode Polícia de Segurança Públicao mais rapidamente possível.

Para mais informações, podem os interessados consultar a página electrónica exclusiva do Plano de subsídio de consumo” (https://www.economia.gov.mo/consumo/) ou através dos seguintes meios:

Telefone e WhatsApp: 6326 1676

Email: consumo@economia.gov.mo

Conta do WeChat: DSEONLINE

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar