Sessão de apresentação e partilha do trabalho do Grupo de Peritos Médicos Antiepidémico da China em missão na Argélia e no Sudão

Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Dr.a Elsie Ao Ieong U

Coordenado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China, organizado pela Comissão Nacional de Saúde e formado por elementos do Governo Popular da Cidade de Chongqing e do Governo da Região Administrativa Especial de Macau foi constituído um Grupo de Peritos Médicos antiepidémico da China que efectuou uma missão de ajuda externa na luta à Argélia e ao Sudão que foi concluída com sucesso. Macau convidou neste contexto uma delegação da Comissão Municipal de Saúde de Chongqing para aprofundar as trocas e partilhar experiências sobre a prevenção de epidemia.

Quinta-feira, 23 de julho, Hoje (dia 23),decorreu uma sessão de apresentação do trabalho e intercâmbio de experiência organizada pelos Serviços de Saúde onde estiveram presentes a Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura da RAEM, Dr.a Elsie Ao Ieong U, a Comissária do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China na RAEM, Dr.a Shen Beili, o Cônsul-Geral do Consulado Geral de Moçambique na RAEM, Dr. Rafael Custódio Marques, Cônsul-Geral da República das Filipinas na RAEM, Dr.a Lilybeth Rodriguez Deapera, Cônsul-Geral do Consulado Geral da República de Angola na RAEM, Dr. Eduardo Velasco Galiano, Chefe do Gabinete da Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura da RAEM, Dr.a Ho Ioc San, Sub-Chefe da Comissão Municipal de Saúde de Chongqing, Dr. Zhou Lin, Director dos Serviços de Saúde da RAEM, Dr. Lei Chi Ion, e Chefe do Gabinete de Emergência Sanitária da Comissão Municipal de Saúde de Chongqing, Dr. Xing Dianguo.

No seu discurso, a Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura da RAEM, Dr.a Elsie Ao Ieong U, mencionou que por iniciativa do nosso país, a República Popular da China, a RAEM teve uma grande oportunidade para participar pela primeira vez numa equipa de assistência internacional e no âmbito da Equipa Internacional de Emergência Médica da China (RAEM) foram destacados cinco (5) membros para participar do Grupo de Peritos Médicos antiepidémico daChina que efectuaram uma missão, na Argélia e no Sudão, para desenvolver o apoio ao trabalho relacionado com a pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus.

A Equipa Internacional de Emergência Médica da China (RAEM) é a 5.ª equipa nacional e a 25.ª mundial, com capacidade para responder a emergências reconhecida pela Organização Mundial de Saúde. É também uma das poucas equipas com membros que dominam várias línguas, tais como, cantonês, mandarim, inglês e português.

A Dr.a Elsie Ao Ieong U elogiou o Grupo de Peritos Médicos pelo trabalho efectuado durante um mês, em África, superando muitas dificuldades e testes e concluindo as tarefas com sucesso. Esse Grupo também conquistou um amplo reconhecimento das Embaixadas e Consulados da República Popular da China no exterior, empresas de capitais chineses, chineses,chineses ultramarinos, Governo e povo do Sudão e da Argélia. A Secretária acrescentou que a capacidade de combate real de Macau não só foi melhorada, como também foi acumulada experiência internacional na área da resposta ao COVID-19. A Dr.a Elsie Ao Ieong U também apontou que os membros da equipa de Macau preparam o conteúdo de formação adequada para o conhecimento de prevenção e protecção na África e ensinaram as pessoas de maneira simples, descontraída e bem-humorada mas explicando os assuntos com profundidade, o que geralmente foi recebido.

Por sua vez, os peritos médicos de Chongqing que completaram grupo possuem uma grande experiência clínica e boa base académica. Através deste período de comunicação e aprendizagem, os membros da equipa de Macau beneficiaram muito; A Secretária espera que a sociedade possa, cada vez mais, compreender estas missões através das actividades realizadas com a participação da delegação da Comissão Municipal de Saúde de Chongqing em Macau.

Por seu turno a Comissária do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China na RAEM, Dr.a Shen Beili, afirmou estar reconhecida pelo trabalho do Grupo de Peritos Médicos e agradeceu especialmente ao Governo da RAEM pelo apoio a esta missão e elogiou o excelente desempenho dos membros da Equipa Internacional de Emergência Médica da China (RAEM). A Dr.a Shen Beili salientou a solidariedade e a cooperação entre os membros do Grupo construído pela equipa de Macau e pela equipa de Chongqing. Os membros demonstraram boa qualidade profissional e dedicação altruísta, ou seja, o desempenho dos membros do Grupo interpretou vivamente o profissionalismo benevolente dos médicos, a irmandade da China e da África, assistência mútua, fraternidade, bem como, a forte vitalidade e superioridade de “Um país, Dois sistemas”.

A representante da RPC resumiu as características e o significado dessa missão e enfatizou que, sob a liderança do Chefe do Executivo da RAEM, Ho Iat Seng, o Governo da RAEM insiste em colocar as pessoas em primeiro lugar, responde calmamente à epidemia com métodos científicos para prevenir e controlar a epidemia, atingindo o objetivo de ter uma situação da epidémica estável e controlável, ambiente social estável e ordenado, de modo a assegurar efectivamente a saúde e a segurança da vida dos residentes da RAEM.

A experiência e a eficácia da prevenção e controlo da epidemia foram universalmente reconhecidas pela comunidade internacional. A Dr.a Shen Beili também indicou que a actual disseminação global da pandemia não está, efetivamente, contida e a situação de prevenção e controle da epidemia nas áreas vizinhas esta de cabeça voltada para baixo, tudo isto causou que o desenvolvimento económico e social de Macau, as trocas e a cooperação no exterior enfrentam os novos factores complexos. A Dr.a Shen Beili sugeriu que o Governo da RAEM deveria resumir a sua experiência na assistência antiepidémica na África e esforçar em formar um “novo cartão de visita brilhante” em comunicação e contacto com exterior. Acrescentou que, enquanto Macau continuar a fazer um bom trabalho na prevenção e controlo de sua própria epidemia, aproveitar a oportunidade para participar mais activamente da governação global da saúde pública e da cooperação internacional, promover a história da luta contra a epidemia em Macau para melhorar o nível de intercâmbio e cooperação no exterior; Além disso, “Um país, Dois Sistemas” ajuda plenamente Macau a participar em assuntos internacionais e no seu próprio desenvolvimento, além de oferecer um amplo espaço para auxiliar a diplomacia geral do país. Ou seja, no campo das trocas estrangeiras, a RAEM pode explorar mais activamente um novo foco na combinação de seus próprios pontos fortes com as necessidades do país. Ao cooperar com a diplomacia geral do país, Macau pode, também, criar um horizonte relacionado com o contacto e comunicação no exterior, de modo a alcançar um melhor desenvolvimento de Macau.

A Dr.a Shen Beili acrescentou que, no futuro, o Gabinete do Comissário do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China na RAEM estará concentrado nas novas características e normas das trocas internacionais durante o período da situação epidémica, continuará a desempenhar plenamente as vantagens dos recursos diplomáticos e ajudará, de forma mais pertinente, a participação da RAEM em trocas internacionais e cooperação em vários campos, de modo a ajudar a RAEM na construção do “Um centro, Uma plataforma, Uma base” e o seu desenvolvimento a longo prazo.

Na reunião, o Sub-Chefe da Comissão Municipal de Saúde de Chongqing que assumiu o cargo do Chefe do Grupo de Peritos Médicos antiepidémico da China, Dr. Zhou Lin apresentou o trabalho antiepidémico na Argélia e no Sudão e agradeceu, em nome do Grupo de Peritos Médicos, ao Governo Central da RPC, ao Governo da RAEM, ao Governo municipal de Chongqing e a todos os departamentos, às embaixadas na Argélia e no Sudão o forte apoio dado ao trabalho realizado pelo Grupo de Peritos Médicos, permitindo que o mesmo grupo concluísse as tarefas com sucesso; e o Dr. Zhou Lin introduziu a história da cooperação médica entre China e África, a profunda amizade entre China e África e o processo e as características da formação do Grupo de Peritos Médicos.

Na reunião, os membros do Grupo de Peritos Médicos também partilharam com os convidados e jornalistas essa missão de ajuda externa, jornadas pessoais e várias experiências durante a missão.

Estiveram também presentes nesta actividade: os dirigentes principais e os representantes das instituições locais, nomeadamente, Gabinete da Comissária do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China na RAEM, Gabinete da Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura da RAEM, a delegação da Comissão Municipal de Saúde de Chongqing, Serviços de Saúde da RAEM em conjunto com as suas unidades subordinada, tais como, Centro Hospitalar Conde de São Januário e Centros de Saúde, bem como, Associação Geral das Mulheres de Macau, União Geral das Associações dos Moradores de Macau, Federação das Associações dos Operários de Macau, Federação de Juventude de Macau,Associação de Beneficência do Hospital Kiang Wu, Cruz Vermelha da Região Administrativa Especial de Macau, Associação de Educação Patriótica da Juventude de Macau, Associação de Estudos dos Direitos Humanos de Macau, Universidade de Macau, Instituto Politécnico de Macau, Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau, Instituto de Formação Turística de Macau, Hospital Kiang Wu, Hospital da Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau, Clínica dos Operários de Macau

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar