As vantagens de instalação de carregadores de electricidade a velocidade média/lenta por parte de privados são muitas


Com vista a criar uma cidade virada para o turismo e ecológica, é preciso melhorar a qualidade do ar em diferentes aspectos. Uma parte dos poluentes atmosféricos de Macau provém das emissões de escape dos veículos, por isso, o Governo tem vindo a promover activamente a utilização de veículos amigos do ambiente, tendo sido dada especial atenção aos veículos eléctricos. Com o avanço da tecnologia ligada aos veículos eléctricos e a sua consequente produção em massa, o aumento da variedade e oferta de modelos de veículos, e a expectativa de descida dos preços, aproximando-se dos dos veículos a combustível tradicionais, os veículos eléctricos irão tornar-se mais populares junto dos consumidores.

Para promover ainda mais a utilização de veículos eléctricos, o Governo deseja trabalhar em conjunto com os cidadãos promovendo o modelo de carregamento de electricidade em que é dada “prioridade às instalações de carregamento de electricidade próprias, complementadas pelas instalações de carregamento de electricidade públicas”. O Governo teve a iniciativa de construir pontos de carregamento de electricidade públicos para uso em caso de necessidade de se recarregar o veículo para prosseguir viagem, sendo, no entanto, de maior conveniência para os cidadãos instalarem carregadores para o uso próprio nos lugares de estacionamento privados.

Dos 200 lugares de estacionamento para carregamento de electricidade inicialmente propostos pelo Governo no Plano Quinquenal de Desenvolvimento da RAEM (2016-2020), actualmente, 196 lugares já estão a funcionar, cobrindo 42 parques de estacionamento públicos geridos pela Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (uma percentagem de cobertura de 80%) e 6 locais de estacionamento nas vias públicas (vulgarmente conhecidos por lugares estacionamento com parquímetros). Está também a ser acelerada a instalação, em coordenação com as obras viárias, de equipamentos de carregamento para servir mais 4 lugares situados no último local de estacionamento com parquímetros que faltava. Estes 200 lugares de carregamento de electricidade públicos são suficientes para uso em caso de necessidade por motivos de autonomia, para os veículos eléctricos ligeiros existentes em Macau, no médio/curto prazo.

Considerando o carregamento de electricidade dos pontos de vistas da sua conveniência e dos benefícios económicos, os cidadãos devem instalar carregadores para seu próprio uso nos lugares de estacionamento privados e recarregar os veículos preferencialmente à noite. Como os carregadores a velocidade rápida têm um custo de instalação mais elevado, diminuem a vida útil das baterias e gastam os recursos da rede eléctrica, entre outros pontos negativos, e, ao mesmo tempo, como o serviço de carregamento público vai passar a ser pago, e o novo regime tarifário vai no sentido de as tarifas para o carregamento privado virem a ser mais baratas do que as tarifas do serviço de carregamento público, o Governo incentiva os cidadãos a instalarem, nos lugares de estacionamento dos edifícios residenciais, equipamentos privados para o carregamento a velocidade média/lenta, o que, além de ser mais conveniente, permite poupar dinheiro, uma vez que, se o carregamento for feito a velocidade média/lenta, à noite, nas horas de vazio, isso será benéfico para a vida útil das baterias, para melhorar a eficiência da rede eléctrica e para proteger o ambiente.

Neste momento, a Lei n.º 14/2007 já permite aos condóminos realizarem facilmente obras de electricidade nas partes comuns do edifício, mediante a afixação do aviso de execução de obra, as formalidades para a instalação de equipamentos de carregamento em lugares de estacionamento já foram simplificadas, e a CEM também pode dar assistência aos requerentes no que respeita à cablagem necessária. Os cidadãos podem igualmente contactar os utentes do mesmo edifício, que porventura queiram agir em conjunto, o que, por um lado, permitirá reduzir o volume de trabalho, e, por outro lado, dividir parte dos custos da obra. Espera-se que os cidadãos actuem em coordenação com a empresa de administração do condomínio ou a assembleia geral de condóminos do edifício, e o Governo também instruirá a CEM no sentido de cooperar com os consumidores em tudo o que seja necessário.

A instalação de carregadores a velocidade média/lenta nos lugares de estacionamento privados tem várias vantagens:

  1. O carregamento de electricidade pode ser feito a qualquer hora, na altura que melhor convenha;
  2. Usar o carregamento a velocidade média/lenta pode retardar o envelhecimento das baterias dos veículos eléctricos, tornando-as assim mais duráveis e económicas;
  3. Ao se optar pela instalação de equipamentos de carregamento a velocidade média/lenta, a capacidade de energia necessária é menor, o custo da obra de electricidade é mais baixo e o preço do equipamento é mais barato do que o equipamento de carregamento a velocidade rápida, e a taxa de instalação a pagar pelo próprio também é baixa;
  4. Quando o carregamento de electricidade é efectuado durante a noite, a capacidade de fornecimento de electricidade da rede eléctrica é plenamente aproveitada, o que melhora a eficiência da rede eléctrica e contribui para proteger o meio ambiente;
  5. No futuro, o serviço de carregamento de electricidade público vai passar a ser pago e a tarifa será ser mais alta do que a do carregamento de electricidade privado, pelo que, a longo prazo, usar o próprio equipamento de carregamento é mais conveniente e vantajoso.


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar