8.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau arranca esta sexta-feira – Residentes convidados a fazer marcação online para entrar e obter novas informações turísticas no certame

“Pavilhão de Mak Mak” promoverá e venderá lembranças turísticas temáticas autorizadas de Mak Mak, a mascote do turismo de Macau

A 8.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau, que terá lugar entre os dias 6 e 8 de Novembro, na Cotai Expo, no Venetian Macao, combina, pela primeira vez, uma série de iniciativas “em nuvem” com a exposição física. Esta edição da Expo de Turismo contará também com a estreia dum “Pavilhão de Mak Mak” e um pavilhão de “Lojas com Características Próprias” de Macau, entre outros destaques, para ajudar a indústria turística de Macau a dinamizar a confiança na economia de turismo. Os residentes são convidados a aceder ao sistema de marcação prévia para a entrada na Expo de Turismo, onde poderão ficar a conhecer as últimas novidades da indústria turística e escolher entre os vários produtos turísticos em mostra no evento.

Diferentes pavilhões caraterísticos

Várias zonas com características próprias e pavilhões temáticos irão apresentar-se na edição da Expo de Turismo deste ano: A “Rua Turística da Grande Baía”, composta por nove cidades da Grande Baía e com cerca de mais de 70 operadores da indústria turística, irá trazer lembranças turísticas com características desses locais aos residentes. A província de Guangdong, a região autónoma da etnia Zhuang de Guangxi e a província de Fujian, entre outras, congregarão 16 empresas de termas de renome na “Rua de Termas”, para recomendar pacotes de desconto de fontes termais aos residentes e visitantes para recuperação pós-epidemia e férias de lazer. O Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) participará com um “Pavilhão dos Produtos com Características dos Países de Língua Portuguesa” para divulgar o ambiente de negócios de Macau. A entidade organizadora, em colaboração com o Fundo das Indústrias Culturais, irá estabelecer a zona de “Exposição dos Resultados dos Projectos da Criatividade Cultural nos Bairros Comunitários”, com o objectivo de promover o desenvolvimento das indústrias culturais e criativas do turismo. Por outro lado, este ano foi instalado o “Pavilhão de Mak Mak” onde serão disponibilizados expositores especiais para promover e vender lembranças turísticas autorizadas com o tema de “Mak Mak” das pequenas e médias empresas de Macau beneficiárias de apoio financeiro e que já produziram lembranças turísticas. No local haverá ainda o sorteio “Mak Mak leva-o a viajar Macau” e “Jogo de puzzle de Mak Mak”. Pela primeira vez, a Expo de Turismo terá ainda um pavilhão de “Lojas com Características Próprias”, contando com a participação de 16 “Lojas com Características Próprias”, numa organização da Direcção dos Serviços de Economia. O público poderá experienciar os produtos únicos e técnicas especiais herdadas das “Lojas com Características Próprias”, sentir a cultura das mesmas, entre outras.

Outros exibidores temáticos incluem um pavilhão da Direcção dos Serviços de Turismo (DST), um pavilhão do Ministério da Cultura e Turismo da República Popular da China, um pavilhão de Zhuhai e Hengqin e um pavilhão de Congjiang, para dar a conhecer as últimas informações turísticas.

Em termos da oferta online, pela primeira vez, a Expo de Turismo combinará a exposição in loco com uma série de iniciativas “em nuvem”, como “Bolsas de contacto em nuvem”, “Promoções em nuvem”, “Assinatura de contractos em nuvem”, “Transmissões ao vivo em nuvem”, entre outros. Sendo que, mais de 40 expositores do Interior da China e internacionais irão aproveitar as “Promoções em nuvem” para comunicarem online, apresentando os recursos turísticos dos destinos e interagindo com o público. Os expositores irão ainda mostrar os seus produtos através da “Transmissão ao vivo em nuvem” apresentados por influenciadores digitais.

Sessões de apresentação e fóruns decorrerão de forma contínua

Durante o decorrer da Expo de Turismo, serão ainda realizados vários fóruns e seminários de promoção turística, cujo conteúdo incluirá novas tendências de vários destinos e da indústria de turismo. Para o dia 6 de Novembro estão agendados “Encontro dos Operadores - Sessão de Intercâmbio de Negócios de Turismo”, “Destino (Macau) Promoção de Turismo”, “Destino (Distrito Pidu, Chengdu) Promoção de Turismo”, “Série de Fórum de Turismo da Grande Baía: Novo Retalho, Novo Conceito de Serviço, Novas Oportunidades” e “Sessão de Apresentação dos Produtos Turísticos de Países de Língua Portuguesa”. No dia 7 de Novembro serão realizados “Sichuan, Mais que Pandas - Seminário de Promoção da Cultura e Turismo de Sichuan e Feira de Promoção da Cultura e Turismo de Sichuan-Chongqing 2020”, “Era 5G sob o Desenvolvimento do Turismo Inteligente”, “Encontro com o RomanceFloresta de Pedra no Mar - Seminário de Promoção do Parque Geológico e Oceânico da Península Naqing” e “Fórum de Partilha sobre Marca Turística Criativa”. Para 8 de Novembro está programada a “Feira de Promoção da Cultura e Turismo dos Famosos Distritos da Província de Sichuan”, entre outros.

Nos dias de abertura ao público serão realizados espectáculos culturais e artísticos no recinto da Expo de Turismo, a qual contará também com um “Pavilhão de Gastronomia”, que venderá iguarias típicas para mostrar o encanto de Macau enquanto Cidade Criativa de Gastronomia.

A partir de hoje, o público pode aceder ao sistema de marcação prévia para entrar na Expo de Turismo, disponível na página electrónica da entidade organizadora, em www.mitexpo.mo, para reservar a hora da entrada. Por via de quotas, o sistema canaliza a entrada do público no recinto para horários com menos afluência. O público sem marcação prévia, aguardará vez em fila de espera para entrar, de acordo com a situação na altura, no local. Durante a Expo de Turismo será disponibilizado estacionamento grátis no Hall A da Cotai Expo, do Venetian Macao, bem como haverá quatro carreiras de ligação de autocarro grátis que circularão entre Macau, Taipa e o local do evento. Para esta edição da Expo de Turismo foram adoptadas uma série de medidas de prevenção, como a exibição à entrada do código de saúde de Macau, medição de temperatura corporal, uso de máscara e manutenção de distanciamento de um metro, a par com protocolos de esterilização, de controlo do fluxo de pessoas, para as refeições do público, entre outras.

A 8.ª Expo de Turismo conta com o apoio do Ministério da Cultura e Turismo da República Popular da China, a organização da DST e a coordenação da Associação das Agências de Viagens de Macau. As entidades co-organizadoras do evento incluem o Instituto Cultural, o IPIM, a Associação Comercial de Macau, a União Geral das Associações dos Moradores de Macau, a Federação das Associações dos Operários de Macau, a Associação Geral das Mulheres de Macau, a Associação Geral dos Chineses Ultramarinos de Macau, a Associação das Agências de Turismo de Macau e a Associação de Indústria Turística de Macau.

Mais informações disponíveis na página electrónica da Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau (www.mitexpo.mo), na conta de WeChat e no Facebook.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar