IAM actualiza continuadamente «Lista de Salvaguarda de Árvores Antigas e de Reconhecido Valor»

Muda de Machilus de Hong Kong plantada na Taipa Pequena pelo Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, em Junho

O Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) está a promover activamente os trabalhos de conservação das árvores antigas e de reconhecido valor, actualizando continuadamente a «Lista de Salvaguarda de Árvores Antigas e de Reconhecido Valor». Desta vez, foram adicionadas 66 árvores antigas à mesma lista. Em conjunto com o último grupo de árvores acrescentadas à lista acima referida e com as que já constavam da que foi anteriormente publicada, ascendeu-se a um total de 584 árvores antigas e de reconhecido valor. Com o intuito de aprofundar o conhecimento dos residentes sobre as árvores antigas e, em conjunto com estes, conservar essas árvores preciosas, este Instituto planeia desenvolver os trabalhos de substituição das placas das árvores antigas a partir do final do ano, adicionado um código QR exclusivo a cada placa.

O IAM tem prestado atenção e dedicação aos trabalhos de preservação das árvores antigas e de reconhecido valor. Desde que, em Junho do ano corrente, foi publicada a «Lista de Salvaguarda de Árvores Antigas e de Reconhecido Valor» actualizada, incluíram-se pela primeira vez quatro árvores antigas privadas. Este Instituto mantém-se atento, de forma activa, ao estado das árvores antigas localizadas nos espaços privados, tendo iniciado uma cooperação interdepartamental com o Instituto Cultural. Através de uma comunicação incansável com os titulares ou proprietários das árvores antigas dos estabelecimentos religiosos, o IAM promove e divulga assim a importância de conservação das árvores antigas. No momento, foram alcançados progressos nos respectivos trabalhos, os quais incluíram a integração de 53 árvores privadas, principalmente localizadas em estabelecimentos religiosos e zonas de protecção do património cultural, na lista acima referida. Além disso, ainda foram adicionadas mais 12 árvores antigas e uma árvore de reconhecido valor localizadas em espaços públicos na mesma lista, permitindo assim que mais árvores antigas obtenham garantia jurídica.

O IAM irá reforçar o mecanismo regular de fiscalização, controlo e conservação das árvores antigas, recorrendo a trabalhos de manutenção mais específicos para proceder à sua manutenção e recuperação, incluindo juntar-se com especialistas em árvores e conservação ecológica, para proceder regularmente à avaliação geral da saúde das árvores constantes na «Lista de Salvaguarda de Árvores Antigas e de Reconhecido Valor», bem como efectuar pelo menos uma fiscalização regular por ano, com vista a monitorizar o crescimento geral, a presença de fungos ou pragas prejudiciais e as condições dos locais onde as árvores crescem, entre outros. Em conformidade com o estado de saúde das árvores antigas e a sua classificação, foi formulada uma proposta de conservação e recuperação específica, através da tomada de diferentes medidas como a poda e modelagem, colocação de suportes, aplicação de medicamentos para prevenir e remediar doenças e pragas, reparação de cavidades, e melhoramento do solo, tendo por objectivo proceder à manutenção das árvores antigas de diferentes classes.

Nos termos da Lei n.º 11/2013 (Lei de Salvaguarda do Património Cultural), a gestão e conservação das árvores antigas nos espaços privados são da responsabilidade do seu titular. Os titulares e representantes dos proprietários devem proceder à inspecção regular e acompanhar o estado das mesmas. Pelo exposto, este Instituto já formulou as Orientações para a conservação de Árvores Antigas e de Reconhecido Valor em Macau, para servir como referência aos titulares e representantes dos proprietários. Quem tiver interesse em obter as respectivas informações, pode digitalizar o código QR, para consultá-las.

Caso os cidadãos verifiquem a existência de anomalia nas árvores antigas, são bem-vindos a telefonar para a Linha do Cidadão do IAM, através do número 2833 7676, esperando que toda a população se una para proteger as árvores, em prol da protecção conjunta dos recursos verdes de Macau.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar