Governo espera reabrir no próximo ano as candidaturas para uma parte da habitação económica


O Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, reitera a necessidade de se proceder a um bom planeamento dos solos, antes da reabertura das candidaturas para a habitação económica. Adiantou que, nesta primeira fase, se está a planear fracções de T1, T2 e T3, com uma proporção de cinco por cento, 85 por cento e 10 por cento, respectivamente, estando-se, no momento, a iniciar os respectivos trabalhos.

O mesmo responsável apontou ainda que, se as fracções forem construídas todas pelo governo, os procedimentos administrativos serão muito morosos, incluindo a necessidade de acto público de concurso, avaliação das propostas, projectos, auditoria de custos, entre outros, ou seja, cerca de um ano e meio. Assim, explicou que para simplificar os procedimentos e acelerar o processo, o governo espera entregar a concepção e a construção da empreitada a outras empresas, prevendo-se assim que as candidaturas sejam reabertas, no próximo ano, para uma parte da habitação económica.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar