Detalhes do Programa “Return2hk Scheme” do Governode Hong Kong disponíveis em página electrónica temática


O Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus informa que de acordo com a publicação do Governo da RAEHK, a partir de 23 de Novembro, Hong Kong implementará o “Return2hk Scheme”, ou seja, sob o Regulamento “the Compulsory Quarantine of Certain Persons Arriving at Hong Kong”, os residentes de Hong Kong que regressem da província de Guangdong ou de Macau estarão isentos de ser sujeitos à quarentena.

Os residentes de Hong Kong que preencham os requisitos podem, a partir do dia 18 de Novembro, efectuar a marcação na página electrónica do Governo de Hong Kong. Para mais informações sobre o plano, marcação e procedimentos, devemaceder aos vídeos e infografias no website temático para a pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus do Governo da Região Administrativa Especial de Hong Kong (https://www.coronavirus.gov.hk/chi/return2hk-scheme.html).

De acordo com os requisitos do Governo da RAEHK, os indivíduos que obtiverem isenção do isolamento devem apresentar prova do resultado negativo do teste de ácido nucleico realizado até três 3 dias antes da entrada em Hong Kong.

A Região Administrativa Especial de Hong Kong aceita o comprovativo de resultados dos testes realizados nas quatro (4) instituições autorizadas a realizar testes em Macau. Caso o interessado tenha possibilidade de apresentar a prova do teste através da conversão do Código de Saúde de Macau através da transposição da declaração electrónica de saúde para entrada em Hong Kong, não é necessário possuir o resultado de teste em papel. Recomenda-se que aqueles que tenham tido isenção de entrada que devem efectuar marcação prévia e fazer o teste conforme a data de isenção.

Os resultados dos testes realizados em Macau podem, normalmente, ser emitidos no Código de Saúde de Macau no dia seguinte após a realização do teste.

O Centro de Coordenação salienta que esta medida apenas se aplica aos residentes de Hong Kong e é unidirecional, ou seja, quaisquer pessoas provenientes de Hong Kong e que tenham como destino Macau devem, ainda, ser submetidas a observação médica de isolamento centralizado por 14 dias.

Com vista a acelerar a passagem fronteiriça nos postos fronteiriços de Hong Kong, sugere-se a todos os interessados que obtenham isenção de passagem efectuem o procedimento de envio do Código de Saúde de Macau para o sistema de declaração electrónica de saúde de Hong Kong antes da chegada a Hong Kong.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar