Estrutura sectorial de Macau em 2019


O valor acrescentado bruto (VAB) de todos os ramos de actividade económica de Macau registou em 2019 uma descida real de 2,4%, a qual se deveu principalmente aos decréscimos das “lotarias, outros jogos de aposta e actividade de promoção de jogos”(-2,7%) e das “actividades imobiliárias” (-9,8%). O peso do VAB no valor bruto de produção situou-se em 70,2%, tendo um aumento anual de 0,2 pontos percentuais.

O VAB do sector secundário registou uma subida real de 5,5% e o seu peso no VAB de todos os ramos de actividade económica aumentou para 4,3% em 2019. Por seu turno, o VAB do sector terciário desceu 2,7% em termos reais e o seu peso diminuiu para 95,7%, com destaque para o peso de 44,8% dos “serviços não relacionados com o jogo” (-0,3 pontos percentuais face a 2018).

Variação da estrutura sectorial

O peso do sector secundário no VAB de todos os ramos de actividade económica (4,3%) subiu 0,2 pontos percentuais. Sublinha-se que o peso da “construção” aumentou 0,1 pontos percentuais para 3,1%, enquanto que o peso da “produção e distribuição de electricidade, gás e água” (0,6%) e o das “indústrias transformadoras” (0,6%) se mantiveram em níveis semelhantes aos de 2018.

O peso do sector terciário baixou 0,2 pontos percentuais, para 95,7% em 2019. Salientam-se as variações anuais mais notáveis nos pesos das “actividades imobiliárias” (9,1%) e dos “alugueres e serviços prestados às empresas” (4,3%), com descidas respectivas de 0,7 e 0,5 pontos percentuais, ao passo que subiu 0,2 pontos percentuais o peso das “lotarias, outros jogos de aposta e actividade de promoção de jogos” (50,9%).

Situação da distribuição do rendimento primário

Em 2019 os impostos sobre a produção e as importações (121,7 mil milhões de patacas), o excedente de exploração (190,9 mil milhões) e as remunerações dos empregados (125,3 mil milhões) representaram, respectivamente, 27,8%, 43,6% e 28,6% do PIB. As remunerações dos empregados aumentaram 3,9% em termos anuais, com uma subida homóloga de 1,2 pontos percentuais do peso na formação do PIB, enquanto desceram 0,3 e 0,8 pontos percentuais os pesos do excedente de exploração e dos impostos sobre a produção e as importações, respectivamente.

Variação do VAB nos ramos de actividade económica

O VAB do sector secundário registou uma subida real de 5,5%, em termos anuais. Salienta-se o aumento de 7,6% do VAB da “construção”, em termos reais, visto que a redução do consumo intermédio foi superior à do valor bruto de produção. Quanto ao VAB da “produção e distribuição de electricidade, gás e água”, subiu 1,2%, em termos reais, devido à subida do consumo de gás natural utilizado na produção de electricidade, impulsionada pelo acréscimo da produção local de electricidade.

O VAB do sector terciário caiu 2,7%, em termos reais, devido aos decréscimos registados nas “lotarias, outros jogos de aposta e actividade de promoção de jogos” e nas “actividades imobiliárias”. Destaca-se que o VAB das “lotarias, outros jogos de aposta e actividade de promoção de jogos” apresentou um decréscimo real de 2,7%, arrastado pela descida do negócio da sala VIP, paralelamente, baixou 9,8% o VAB das “actividades imobiliárias”, em virtude da descida da margem de lucros dos operadores de imóveis.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar