Trabalhos preparatórios das primeiras vacinas contra a COVID-19 decorrem de forma ordenada

Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Ao Ieong U, fala à comunicação social

A secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Ao Ieong U, disse, hoje (1 de Fevereiro), que gostaria de ver as primeiras vacinas a chegar dentro do primeiro trimestre do corrente ano e que os respectivos trabalhos preparatórios decorrem de forma ordenada. Quanto ao recente caso da morte de uma aluna, a mesma responsável, indicou que o governo criou um grupo de trabalho interdepartamental para definir medidas concretas de apoio mais eficiente aos alunos.

Após uma ocasião pública, a secretária indicou, à comunicação social, que depois da chegada das vacinas contra a COVID-19 seguem-se os trabalhos de inscrição das pessoas que pretendem ser vacinadas. Acrescentou que os profissionais na linha da frente são a prioridade nas primeiras vacinações, sendo que, para o efeito, as autoridades ainda estão a calcular o número de pessoas que irão integrar o grupo prioritário.

Relativamente ao incidente que resultou na morte de uma aluna, Ao Ieong U referiu que sendo mãe, sentiu uma grande tristeza e disse esperar que pais, pessoal docente e alunos possam superar a situação o mais breve possível. A secretaria deixou ainda um apelo tanto os estudantes, jovens como as pessoas em geral, na ocorrência de perturbações pessoais, devem acreditar os familiares e amigos ao seu lado podem ajudar, e caso necessário, podem pedir apoio junto de amigos, assistentes sociais ou ligar a linha aberta para aconselhamento psicológico.

Ao Ieong U revelou também que, após o acontecimento trágico, deu instruções imediatas aos serviços da sua tutela para, em conjunto com a Associação de Educação de Macau, a Associação das Escolas Católicas de Macau, e a linha aberta “Esperança de Vida” da Cáritas de Macau, criarem um grupo de trabalho interdepartamental, em que os recursos necessários serão alocados pelo governo. Acrescentou que o mesmo grupo irá auscultar e recolher opiniões junto das escolas, por forma a proceder a uma análise concreta, estudar e elaborar em conjunto medidas mais eficazes e reais que facilitem, sempre que necessário, a prestação de afecto e apoio adequado.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar