Governo apoia o desenvolvimento da comunidade macaense em vários sectores locais

Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, no almoço oferecido aos representantes da comunidade macaense.

O Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, indicou, hoje (8 de Fevereiro), que a comunidade macaense é uma parte importante da população de Macau, contribuindo de forma activa para o desenvolvimento da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM). E garantiu que o Governo continuará a apoiar o desenvolvimento da comunidade em vários sectores locais, a respeitar a sua língua, cultura, religião e costumes, e garantir a herança cultural macaense, uma característica valiosa para Macau.

Ao discursar no almoço da festa de primavera com os representantes da comunidade macaense, o Chefe do Executivo disse que a cultura macaense é uma demonstração importante da diversidade cultural de Macau que desempenha um papel essencial no intercâmbio entre as culturas oriental e ocidental. Acrescentou que a inscrição da cozinha macaense e do Teatro em Patuá na Lista do Património Cultural Intangível de Macau reflecte, claramente, a mistura de culturas diferentes em Macau, e o governo continuará a criar condições para garantir a herança e a conservação dessa cultura, que é valiosa e uma característica local.

Ho Iat Seng considerou que o ano de 2020 foi manifestamente atípico, com a pandemia da pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus a alastrar-se pelo mundo, com impactos e desafios sem precedentes em Macau. Reiterou que, com o grande apoio do Governo Central e a colaboração activa das províncias e regiões do país, e a solidariedade e cooperação de toda a sociedade, nesta luta contra a pandemia, foi-se capaz de travar eficazmente a propagação da doença.

O mesmo responsável referiu ainda que Macau tem alcançado resultados positivos nas várias fases de prevenção e controlo da pandemia, a economia e a sociedade recuperam gradualmente, crescendo de forma estável em todas vertentes, e que tem o reconhecimento pleno do Governo Central. Sublinhou que este resultado foi alcançado com os esforços de todos os cidadãos, incluindo da comunidade macaense.

O Chefe do Executivo disse que, no ano de 2021, apesar da instabilidade e incertezas que se enfrentam, nomeadamente a epidemia e a turbulência política e económica externas, deve-se acreditar na coexistência de oportunidades e desafios. Por isso, o Governo da RAEM irá implementar e prosseguir, em conjugação de esforços sérios e pragmáticos com os cidadãos, com o espírito das palavras e orientações importantes do Presidente Xi Jinping, coordenar, de forma eficiente, a acção governativa no controlo e prevenção da pandemia e no desenvolvimento socioeconómico, aperfeiçoar o regime jurídico e o mecanismo de execução da lei relativa à defesa da segurança do Estado, acelerar o desenvolvimento da diversificação adequada da economia, dar a atenção e garantia aos assuntos da vida da população, integrar o desenvolvimento geral nacional e promover o princípio “um país, dois sistemas” com características próprias de Macau, continuando com a sua implementação bem-sucedida.

O Chefe do Executivo indicou que os macaenses amam Macau e servem a sociedade em diversos lugares, contribuindo de forma activa para o desenvolvimento da RAEM. O mesmo responsável deseja que a comunidade continue a dar atenção e a participar na evolução dos vários sectores locais, a desempenhar, através da diáspora macaense, o papel de ponte para impulsionar o intercâmbio de Macau com o exterior, nomeadamente reforçar a ligação com os países de língua portuguesa, a fim de contar bem a história de Macau, no âmbito do sucesso da implementação do princípio “um país, dois sistemas”, impulsionar o entendimento entre os povos, bem como, prestar novos contributos para assegurar a prosperidade e a estabilidade de Macau, a longo prazo.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar