Mais beneficiários das pensões do regime de aposentação e sobrevivência optaram pela utilização da “conta única” para a realização da prova de vida


Dos 4.724 beneficiários das pensões do regime de aposentação e sobrevivência que necessitam de realizar a prova de vida em 2021, 99% já a realizaram, ficando ainda por realizar apenas cerca de uma dezena de beneficiários. Tendo em consideração as medidas preventivas de combate à epidemia em vigor em determinados países e territórios, bem como as diferentes razões que obstaram à realização atempada da prova de vida por parte de alguns beneficiários, o Fundo de Pensões prorrogou o prazo da realização da prova de vida até finais de Fevereiro.

Dos 4.705 beneficiários das pensões do regime de aposentação e sobrevivência que já realizaram a prova de vida, mais de 90% o fizeram através do recurso a meios electrónicos, como a “conta única” e os quiosques de auto-atendimento, tendo registado um número superior os que optaram pela utilização da “conta única”.

Dos beneficiários das pensões que necessitam de realizar a prova de vida, existem 62 com residência declarada no exterior, entre os quais 60 já realizaram a prova de vida, ficando apenas 2 por realizar. Relativamente a alguns beneficiários com residência declarada em Portugal e que não puderam realizar atempadamente a prova de vida devido às medidas preventivas de combate à epidemia em vigor localmente, de acordo com os dados mais recentes do Fundo de Pensões, já todos concluíram a sua realização.

Relativamente aos beneficiários das pensões que ainda não realizaram a prova de vida, o Fundo de Pensões já entrou em contacto com os mesmos e os seus familiares, alertando-os para a sua realização o mais breve possível, de modo a evitar repercussões sobre o direito de receberem as respectivas pensões.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar