Realizado com sucesso o simulacro de prevenção e controlo da epidemia por categorias e zonas

Representante do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, o médico Lei Wai Seng, e o adjunto do comandante-geral dos Serviços de Polícia Unitários, Wong Kin, apresentam aos órgãos de comunicação social o simulacro de prevenção e controlo da epidemia por categorias e zonas.

O simulacro de prevenção e controlo da epidemia por categorias e zonas foi realizado com sucesso, hoje (17 de Março), no edifício Lok Kuan da Habitação Social de Seac Pai Van, e atingiu os efeitos previstos. A simulação teve como objectivo principal intensificar a comunicação e a capacidade de acção conjunta dos serviços e entidades competentes, assim como, sensibilizar os residentes a conhecerem o plano de prevenção e controlo epidémico por categorias e zonas, e coordenar com os trabalhos do governo.

O Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, os Serviços de Polícia Unitários e outros elementos da estrutura de protecção civil, realizaram, esta manhã, o simulacro de prevenção e controlo da epidemia por categorias e zonas, bem como, um exercício de decisão no Centro de Operações de Protecção Civil, com a participação de cerca de 550 pessoas de 29 entidades.

O representante do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, Lei Wai Seng, ao fazer uma breve apresentação, indicou que, no surgimento de um novo caso de pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus, proveniente de contaminação local, devem ser implementadas medidas específicas de prevenção e controlo epidémico divididas por categorias e zonas, por forma a controlar e limitar a propagação e assegurar a passagem fronteiriça normal entre Macau e o Interior da China.

O adjunto do comandante-geral dos Serviços de Polícia Unitários, Wong Kin, disse ainda que o exercício consistiu na simulação de um surto de alto risco e consequente propagação comunitária de pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus, avaliado pelo Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, e em que, ao propor a activação do plano de gestão das medidas específicas de prevenção e controlo da epidemia divididas por categorias e zonas,o Chefe do Executivo declarou o início do estado de prevenção imediata, sendo activada simultaneamente a estrutura de protecção civil, a fim de implementar, de forma efectiva, as medidas de prevenção e protecção, tomadas pelo Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus.

Durante o exercício, os serviços participantes, de acordo com os planos de contingência correspondentes, simularam uma série de acções conjuntas, nas quais, os Serviços de Saúde, desencadearam a pesquisa epidemiológica, a definição preliminar da origem da contaminação e áreas de propagação possíveis, o Instituto para os Assuntos Municipais procedeu com os trabalhos de higienização e desinfecção dos espaços públicos do edifício envolvido, distribuiu bens alimentares pelo residentes afectados, o Corpo de Polícia de Segurança Pública encerrou o edifício envolvido e as zonas circundantes, geriu a circulação de pessoas e veículos e o Instituto de Acção Social coordenou o funcionamento das instalações sociais e as disposições de suspensão temporária, prestando apoio aos residentes com necessidades.

No simulacro, face ao desenvolvimento da epidemia, o governo também activou a estrutura de protecção civil, realizando, esta manhã, de forma simultânea, dois exercícios de decisão, um de prevenção e controlo da epidemia por categorias e zonas e outro de protecção civil, que consiste em simular uma série de situações sociais causadas pelas medidas de prevenção e controlo da epidemia, nomeadamente, corrida aos supermercados e tráfego congestionado nas zonas circundantes. Os membros da estrutura de protecção civil, através dos sistemas de conferência e de vídeo, descreveram a situação e solicitaram instruções ao secretário para a Segurança e comandante de acção conjunta, Wong Sio Chak, com o objectivo de lançar as medidas necessárias na redução do impacto social, bem como, avaliar a capacidade da estrutura de protecção civil, na área da comunicação, coordenação e resposta.

O simulacro durou cerca de duas horas e meia. Após a apresentação e a recomendação ao Chefe do Executivo, o secretário para a Segurança e comandante de acção conjunta, Wong Sio Chak, de acordo com as instruções do Chefe do Executivo, declarou o termo do estado de prevenção imediata, sendo retomado o funcionamento básico do Centro de Operações de Protecção Civil.

A vice-presidente do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, e secretária para Assuntos Sociais e Cultura, Ao Ieong U, disse, durante o balanço, que o simulacro decorreu sob a cooperação estreita entre o Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus e o Centro de Operações de Protecção Civil, num teste à implementação do bloqueio na zona envolvida, nomeadamente, controlo sanitário junto dos residentes e espaços comunitários e prestação de apoio a pessoas com necessidades especiais.

A mesma responsável destacou o sucesso do exercício de simulação e indicou que todas as partes envolvidas coordenaram eficazmente a comunicação entre si, o que servirá para melhorar outros trabalhos em curso, contribuindo para reforçar a organização e a eficiência da implementação futura do plano. Acrescentou ainda que o governo irá somar os resultados obtidos e continuar a aperfeiçoar o plano. Também expressou a intenção que este exercício tenha permitido aos cidadãos conhecerem os pormenores do plano, bem como, coordenar, como habitual, os trabalhos do governo na prevenção da epidemia e garantir, unidos, a segurança de Macau.

O Comandante-geral dos Serviços de Polícia Unitários e comandante adjunto da acção conjunta, Leong Man Cheong, também coordenador-geral do exercício, referiu que a forma e funcionamento deste simulacro foi diferente dos anteriores, particularmente, o Centro de Operações de Protecção Civil, pela primeira vez, foi activado devido ao risco de saúde pública, em vez da habitual situação de tufão, além disso, segundo o mesmo responsável, foi também a primeira vez que o governo accionou, de forma simultânea, dois mecanismos de acção face ao mesmo acontecimento, envolvendo um maior número de incidentes simulados, serviços e participantes, o que não só mobilizou mais capacidade de organização como exigiu uma cooperação mais ampla. Acrescentou que, este exercício poderá ainda reforçar os trabalhos de colaboração e contribuir mais para a implementação regular de medidas antipandémicas.

Para seguir aestratégia de “prevenir casos importados e evitar o ressurgimento interno”, e de acordo com as categorias de risco de epidemia, a divisão comunitária e medidas de prevenção e de controlo científicos e precisos, o Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus definiu o plano de prevenção e controlo à epidemia dividido por categorias e zonas, ou seja, quando surgirem casos em algumas zonas de Macau, situações semelhantes aos níveis de médio ou alto riscos no Interior da China, e após uma avaliação da situação e do resultado da pesquisa epidemiológica, será implementada uma gestão de bloqueio dividida por categorias e zonas, para trancar a propagação comunitária e reduzir o risco do surto, bem como, garantir a segurança da população.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar