Inspecções contínuas a estabelecimentos de comércio a retalho e de restauração para apurar eventuais alterações dos preços

DSEDT e CC inspeccionam em conjunto estabelecimentos de comércio a retalho

O Governo da RAEM tem estado atento às variações dos preços. Hoje (dia 22), a Direcção dos Serviços de Economia e Desenvolvimento Tecnológico (DSEDT), continuou a inspeccionar, juntamente com o Conselho de Consumidores (CC), estabelecimentos de comércio aretalhode diferentes zonas, bem como efectuou, em conjunto com a respectiva entidade fiscalizadora, vistoria a vários estabelecimentos de restauração, no intuito de apurar a situação de alteração dos preços.

Desde 1 de Maio do ano passado até 22 de Março do corrente ano, a DSEDT efectuaram 5.181 inspecções a diversas lojas, tendo inspeccionado mais de 50.770 unidades de mercadorias. Além disso, também acompanhou rapidamente situações de preços anormais reflectidas em redes sociais pelos residentes.

Ao mesmo tempo, o CC vai continuar a reforçar a investigação aos preços de mercadorias, publicando o respectivo relatório no “Posto de Informações de Preços dos Produtos de Macau” por forma a aumentar a transparência dos preços, facilitando aos consumidores a compararem os preços para consumirem inteligentemente.

“Consumidor Online” dispõe de funções completas e “user friendly”, apresentando-se queixas online que serão acompanhadas logo para defender direitos e interesses

Se os consumidores detectarem quaisquer violações de direitos e interesses dos consumidores, podem apresentar queixa na página exclusiva “Reclamação de consumo” nos serviços electrónicos “Consumidor Online” (https://app.consumer.gov.mo/wapp).

Os consumidores apenas necessitam de inserir na página “Reclamação de consumo” do “Consumidor Online”, a qual dispõe também da função de “carregamento de fotos” que facilita a denúncia composta por textos e imagens, apresentada por parte dos consumidores, o que permite reflectir claramente as irregularidades cometidas pelos estabelecimentos comerciais.Em paralelo, na plataforma estão pré-fixadas as escolhas sobre a natureza da queixa e a reivindicação, conjugadas com as funções “user-friendly” como o apoio à determinação da posição por telemóvel. Tudo isto facilita a conclusão rápida da apresentação da queixa dos consumidores.

Recebida a queixa, o CC vai acompanhar, tratar e responder o mais rapidamente possível. O queixoso pode consultar o andamento da sua queixa na plataforma através do número de queixa e o número de telemóvel inscrito.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar