DSAL organiza “Curso profissional de supervisão de obras da construção civil e de operador de camião-grua” para apoiar o aumento de aptidões dos profissionais do sector

As inscrições no “Curso profissional de supervisão de obras da construção civil” foram bem acolhidas

Na sequência do aumento do investimento em obras públicas por parte do Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), do sucessivo desenvolvimento de projectos privados e também do contínuo desenvolvimento de novas técnicas emergentes de obras montadas da construção civil, o supervisor de obras desempenha um papel muito importante na supervisão e no controlo de obras, sendo, de facto, um especialista indispensável na supervisão da segurança, da qualidade e do andamento das obras. A Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais (DSAL), a Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes e a Associação dos Engenheiros de Macau coorganizaram o “Curso profissional de supervisão de obras da construção civil”, com o objectivo de formar supervisores de obras da construção em Macau ou aumentar as aptidões profissionais dos mesmos, sendo que as aulas do curso tiveram início no dia 2 de Março e terminarão no dia 11 de Junho.

O “Curso profissional de supervisão de obras da construção civil” aumenta as aptidões dos profissionais do sector

Foram registadas 63 inscrições para este curso, tendo sido selecionados 42 alunos, situação esta que correspondeu às previsões. Alguns formandos manifestaram que esperam aumentar as suas aptidões profissionais na área de supervisão de obras, já que o conteúdo das funções do posto de trabalho coincide com o conteúdo do curso, o que contribuirá para uma melhoria na carreira; manifestaram também que estão muito confiantes no desenvolvimento do sector.

O curso está dividido em três partes: 1. Noções básicas sobre supervisão de obras da construção civil”; 2. Regime jurídico aplicado à construção civil; 3. Supervisão de obras montadas da construção civil; as aulas terão lugar em Macau bem como no Interior da China. Para além de aulas teóricas, o curso inclui também visitas in-loco aos estaleiros de construção, bem como outras actividades de aprendizagem, como visitas de estudo sobre produção de componentes pré-fabricados, demostração da sua montagem, etc… Para incentivar os formandos a concluírem o curso, para além de se ter conseguido o reconhecimento do curso como uma acção de aperfeiçoamento contínuo com a duração de 161 horas, pelo Conselho de Arquitectura, Engenharia e Urbanismo, ainda será restituído metade das propinas (no total de 2 645 patacas) a todos os formandos que concluírem o curso e obtiverem o respectivo certificado de aproveitamento.

Combinação estreita da formação, com a certificação e o emprego, para ajudar os residentes no ingresso a operadores de máquinas da construção

Como o sector tem vindo a reconhecer gradualmente o regime de certificação de qualificação de operador de máquinas pesadas da construção, muitos empreiteiros de obras de construção dão preferência na contratação de trabalhadores possuidores do certificado de qualificação emitido pela DSAL para exercer funções de operador de camião-grua, pelo que, em 2018, a DSAL organizou em cooperação com associações profissionais o “Curso de formação de operador de máquinas da construção (camião-grua)”, a fim de, através da combinação da formação com a certificação, dar formação de técnicas dessa especialidade aos jovens que pretendem ingressar nessa carreira ou aos trabalhadores da construção que pretendem mudar de função, de modo a que tenham oportunidade de trabalhar como operadores de máquinas da construção. Aos formandos que concluírem o curso e forem aprovados nos testes de teoria e de prática será atribuído um certificado do curso e um certificado de qualificação profissional de “operador de camião-grua”. Até finais de 2020, a DSAL emitiu um total de 417 certificados de qualificação profissional de “operador de camião-grua”.

A 3ª edição do “Curso de formação de operador de máquinas da construção (camião-grua)” terminou com sucesso em Março do corrente ano. A DSAL pretende abrir, em 2021, a 4ª edição desse curso, com o fim de, através da combinação estreita da formação com a certificação e o emprego, os formandos aumentarem a suas técnicas e atingirem o objectivo de emprego.

A DSAL vai continuar atenta à situação de recursos humanos e às suas necessidades, organizando continuamente cursos diversificados de formação, para que os residentes de Macau possam participar na formação consoante as suas próprias condições e necessidades bem como aumentar a sua empregabilidade. Para mais informações actualizadas sobre acções de formação destes Serviços podem consultar a página https://www.dsal.gov.mo.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar