Cooperação entre Macau e Xangai será aprofundada e pragmática

Chefe do Executivo, Ho Iat Seng reúne-se com o secretário do Comité Municipal do Partido Comunista Chinês, Li Qiang.

O Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, chegou hoje (dia 3 de Junho) a Xangai, para participar na 1ª. Reunião de Cooperação entre Xangai e Macau onde, ao fim da tarde, teve encontro com o secretário do Comité Municipal do Partido Comunista Chinês, Li Qiang, para troca de opiniões sobre o reforço da cooperação.

O Chefe do Executivo começou por agradecer a recepção e a disponibilidade do governo do município de Xangai, e disse que, sendo Macau uma cidade turística, a pandemia teve um grande impacto na economia local mas, com o apoio do governo central e as várias vertentes do Interior da China, foram envidados todos os esforços no combate à epidemia o que considera visível pois, até à presente data, a cidade não registou casos locais de pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus há mais de 431 dias caracterizando a cidade um local seguro e apropriado para visitar. A realização da "Semana de Macau em Xangai" não só irá promover Macau no Interior da China, como também a imagem de Macau a nível internacional através das inúmeras empresas estrangeiras de Xangai.

Desde que foram criadas as bases, em 2009, houve o estabelecimento do mecanismo da reunião de cooperação entre Xangai e Macau, no entanto, no ano passado, devido ao impacto da epidemia não foi possível realizar a reunião, por isso, este ano, será necessário dar mais um passo para promover a cooperação entre as duas regiões, disse ainda. O mesmo acrescentou que com as vantagens do regime legal da Região Administrativa Especial de Macau irá incrementar uma margem mais ampla de cooperação na emissão de títulos de créditos.

O chefe do Executivo afirmou também que, a ideologia e o desenvolvimento de Xangai, podem servir de referência a Macau, considerando que a delegação que lidera tem o intuito de adquirir experiência, especialmente sobre o desenvolvimento da cidade. O mesmo responsável disse ainda que, o Presidente Xi Jinping, tem grandes expectativas no progresso de Macau e que apesar de ser uma terra pequena necessita de seleccionar as indústrias apropriadas e impulsionar a diversificação adequada do desenvolvimento. Acrescentou que espera adquirir, com esta visita, mais experiência, na área da formação de quadros, gestão do ensino superior, bem como, pondera formas de aproveitar melhor o espaço na Ilha de Hengqin e impulsionar as indústrias de turismo, convenções, entre outros.

Entretanto, o secretário do Comité Municipal do Partido Comunista Chinês, Li Qiang, fez uma breve apresentação sobre a economia, o sector financeiro, o comércio, transportes marítimos, tecnologias, desenvolvimento actual e as direcções do futuro progresso de Xangai. Considerou que o início da actual pandemia foi um grande desafio para o Chefe Executivo tendo em conta que tinha acabado de tomar posse, o ano passado, mas elogiou Macau por ter conseguido registar, até hoje, zero mortes causadas por esta doença, zero casos na comunidade e zero casos nas unidades hospitalares, o que segundo o mesmo, demonstra o sucesso alcançado pelas medidas de prevenção tomadas pelo Governo da RAEM. O mesmo afirmou que Macau é a única cidade que Xangai está aberta a receber com isenção de quarentena.

Expressou ainda a sua admiração por todos os Chefes Executivos de Macau, por se terem mantido firmes no cumprimento do principio “Um pais dois sistemas” e contribuído não só para o bem-estar da população de Macau como também para o rejuvenescimento da nação. De igual modo, referiu que o governo da RAEM, ao efectuar ajustamentos nas estruturas das indústrias locais e aproveitar a oportunidade entre a Grande Baia-Guandong-Hong Kong-Macau e Interior da China, adoptou medidas e políticas pertinentes. O mesmo espera obter uma cooperação mais estreita com Macau, especialmente, aproveitando a Plataformade Serviços para aCooperaçãoComercialentre a Chinae os Países de Língua Portuguesa como forma de impulsionar futuros intercâmbios e a acções de cooperação.

A acompanhar o líder do Governo de Macau, nesta deslocação, estará o secretário para a Economia e Finanças, Lei Wai Nong, a secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Ao Ieong U, a directora dos Serviços de Turismo, Helena de Senna Fernandes, o presidente do Instituto do Desporto, Pun Weng Kun, o director dos Serviços de Economia e Desenvolvimento Tecnológico, Tai Kin Ip, o presidente do Conselho de Administração Autoridade Monetária de Macau, Chan Sau San, o reitor da Universidade de Macau, Song Yonghua, a presidente do Instituto Cultural, Mok Ian Ian, a presidente do conselho de administração do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), Lau Wai Meng, a directora do Gabinete de Comunicação Social, Chan Lou, o director dos Serviços de Estudo de Políticas e Desenvolvimento Regional, Cheong Chok Man, o vice-secretário do Comité Municipal do Partido de Xangai e presidente do município de Xangai, Gong Zheng, o membro do Comité Permanente do Comité Municipal do Partido e secretário-Geral do Comité Municipal do Partido Zhuge Yujie, o vice-prefeito, Ma Chunlei, o secretário-geral do Governo Municipal, Zong Ming, e o director do Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau do Governo Municipal Zhang Xiaosong. O director adjunto do Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau junto do Conselho de Estado, Huang Liuquan e o director adjunto do Gabinete de Ligação do Governo Central na Região Administrativa Especial de Macau, Yao Jian, foram convidados especiais por Xangai e Macau para estarem presentes neste encontro.

O Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, após a sua chegada, participou na cerimónia de abertura da “Semana de Macau em Xangai”, tendo visitado vários expositores da “Promoção de rua Semana de Macau em Xangai”. Amanhã irá participar na 1ª. Reunião de Cooperação entre Xangai e Macau e durante a sua estadia visitará projectos de desenvolvimento industrial de Xangai, inteirando-se assim do ponto da situação.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar