Autoridades analisam, estudam e determinam medidas de acordo com parâmetros científicos que visam a salvaguarda da população | Todas as pessoas devem administrar a vacina  para salvaguardar a saúde de toda a população

Conferência de imprensa do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus

O Director dos Serviços de Saúde, Dr. Alvis Lo Iek Long, referiu que, devido à evolução de epidemia da Província de Cantão (Guangdong), nomeadamente na cidade de Cantão (Guangzhou) e na cidade de Foshan, o Governo da Região Administrativa Especial de Macau lançou novas medidas contra a epidemia para manter uma alta vigilância e evitar casos importados.

Em Macau, tem em vigor observação médica por 14 dias destinada às regiões consideradas como regiões de médio risco e de alto risco pelo Interior da China, de acordo com o mecanismo de prevenção e controlo conjuntos do Interior da China. Mas o princípio da delimitação feito pelo Governo da RAEM é elevado a um nível mais alto, para que promova mais garantias de segurança.

Desde as 18:00 horas de 6 de Junho de 2021, todos os indivíduos que nos 14 dias anteriores à entrada em Macau tenham estado no distrito de Liwan, distrito de Haizhu, distrito de Yuexiu, distrito de Panyu, distrito de Nansha, da cidade de Cantão (Guangzhou) ou no distrito de Nanhai, distrito de Chancheng, da cidade de Foshan, da província de Cantão (Guangdong) serão sujeitos a observação médica por um período de 14 dias em locais designados, conforme exigências da autoridade de saúde. Ou seja, cincos (5) dos onze (11) distritos da cidade de Cantão (Guangzhou), e dois (2) dos cinco (5) distritos da cidade de Foshan, foram considerados como regiões às quais que devem ser implementadas a observação médica.

Na madrugada do dia 7 de Junho, as autoridades anunciaram novas medidas, que alteraram para Cor Vermelha o código de saúde dos indivíduos que tenham estado na cidade de Cantão (Guangzhou) e na cidade de Foshan nos 14 dia anteriores tendo sido solicitado que estes indivíduos que fossem a um dos três hospitais - Centro Hospitalar Conde de São Januário (CHCSHJ), Hospital Kiang Wu, ou Hospital da MUST - para realizarem um teste viral de ácido núcleico até as 18H00 do dia 7 de junho, de modo a garantir a segurança comunitária. Além disso, após a negociação entre Macau e a cidade de Zhuhai, a partir das 10h00 de 8 de Junho de 2021, todas as pessoas que viajem entre a Província de Cantão (Guangdong) e Macau devem apresentar relatório de teste negativo de ácido nucleico, válido e realizado até 48 horas antes da entrada no território.

Os residentes de Macau que entrem em Macau provenientes da Provincia de Cantão (Guangdong) que não consigam apresentar um relatório válido do teste negativo de ácido nucleico, serão submetidos imediatamente a um teste devendo aguardar no local pelo resultado do teste. Os não residentes de Macau que não consigam apresentar um relatório do teste negativo do ácido nucleico, não serão autorizados entrar no território.

O Dr. Alvis Lo Iek Long salientou que as autoridades sempre que necessário e de acordo com a evolução epidémica actualizarão as políticas de medidas de prevenção epidémica. Por exemplo, na cidade de Zhongshan, foi anunciada a realização de teste de ácido nucleico universal nos próximos últimos dias e nesse sentido Macau irá tomar as medidas adequadas conforme a epidemia. Não se exclui a realização do teste de ácido nucleico universal, e a autoridade já fez os bons preparativos para os vários planos.

O Dr. Alvis Lo, apela à população que administrem a vacina com a maior brevidade possível, as autoridades já aumentaram os postos de vacinação e as vagas disponíveis e foram lançados muitos serviços extensivos ao exterior.

O número vacinas administradas continua a aumentar todos os dias e até ao dia 7 de Junho, o número cumulativo de pessoas vacinadas representa 20% da população total, mas ainda está longe do objectivo da imunidade colectiva.

O Director dos Serviços de Saúde ainda apontou que, embora a autoridade faça o possível para aumentar as vagas de vacinação, os recursos humanos não são ilimitados, e apela-se à população para valorizar e apanhar a oportunidade actual de vacinação, para receber a vacinação com a maior brevidade possível.

Se ocorrer alguma evolução epidémica com casos confirmados e muitos contactos próximos, ou a necessidade de realização de teste de ácido nucleico universal, naquele momento, é necessário ajustar os recursos humanos, e pode haver situações em que seja necessário suspender a administração da vacina.

Relativamente à pergunta sobre a eventual realização de teste de ácido nucleico universal, o Dr. Alvis Lo Iek Long apontou que deve ser considerada apenas a evolução da epidemia, mas já há planos preparativos que envolvem recursos humanos e equipamentos, para iniciar o trabalho com a maior rapidez possível em caso de necessidade. No plano preliminar, irão ser estabelecidos 30 postos de recolha de amostras em Macau, principalmente com base no princípio de conveniência para a população. No âmbito de capacidade e velocidade para a realização de teste de ácido nucleico, caso ocorra alguma situação mais grave, é necessária a realização de teste de ácido nucleico universal num menor tempo possível e isso pode ser concluído em quatro dias sem o teste de ácido nucleico se realizar durante as 24 horas.

O Dr. Tai Wa Hou relatou que, até ao dia 7 de Junho de 2021, nunca houve uma transmissão comunitária da COVID-19 em Macau e por 435 dias consecutivos não são registados casos locais de transmissão da COVID-19 (incluindo casos de infecção assintomática) e já passaram 13 dias sem detecção de novos casos importados. Macau diagnosticou, até à data, cinquenta e um (51) casos, dos quais, quarenta e nove (49) são casos importados e dois (2) são relacionados com casos importados. Quarenta e nove (51) pessoas tiveram alta. Não há registo de qualquer infecção entre os profissionais de saúde nem casos mortais.

No Centro Clínico de Saúde Pública de Coloane está internada uma pessoa do caso importado de recaída de infecção assintomática, e uma pessoa, caso diagnosticado (no exterior) de recaída de infecção assintomática, e sete (7) indivíduos provenientes de áreas de alto risco sujeitos a observação.

Entre 31 de Maio e 6 de Junho de 2021 (nos últimos 7 dias) foram testadas em Macau 68.000 pessoas.

Até às 16h00 de 7 de Junho, cumulativamente, já foram administradas 209.051 doses da vacina num total de 137.338 pessoas vacinadas, entre as quais, 64.575 com a primeira dose da vacina e 72.763 pessoas completaram as duas doses da vacina.

Nas últimas 24 horas, foram registados quinze (15) eventos adversos (15 ligeiros; zero (0) grave). Desde o início da vacinação até ao presente momento, houve 855 notificações de eventos adversos (852 ligeiros; três (3) graves).

Também foi anunciado que, em articulação com as recentes medidas de prevenção epidémica, as autoridades aumentaram mais uma vez o número de marcação diária para testes nos diversos locais, incluindo 12.000 vagas no posto de ácido nucleico do Terminal Marítimo de Passageiros de Pac On, 6.000 vagas no posto de ácido nucleico do Fórum de Macau, o Hospital Kiang Wu, o Hospital da Universidade de Ciência e Tecnologia e NAMYUE Group FAOM (Estádio dos Trabalhadores da Federação dos Sindicatos) dispõem de 5.000 vagas cada.

As autoridades reservaram, também, um número de vagas em resposta às novas medidas para que professores e alunos transfronteiriços realizem testes de ácido nucleico. Os alunos podem efectuar testes gratuitos, a cada dois dias, no Fórum de Macau ou no posto de teste de ácido nucleico de Pac On, com 18.000 vagas por dia, suficientes para satisfazer a procura. As autoridades vão continuar a coordenar com os cinco hospitais da cidade de Zhuhai para que os alunos realizem testes no fim de semana em Zhuhai.

A Dr.ª Leong Iek Hou apontou que, entre 31 de Maio e 6 de Junho de 2021, foram submetidos a observação médica 707 indivíduos, dos quais, 373 residentes de Macau e 334 não residentes de Macau. No total, até ao dia 6 de Junho de 2021, foram enviados para a observação médica 38.419 indivíduos. Há, ainda, 1.629 indivíduos em observação médica, dos quais, 9 indivíduos alojados em instalações dos Serviços de Saúde, 1.620 indivíduos em hotéis designados.

Em resposta às questões colocadas pela comunicação social, a mesma responsável respondeu que relativamente às medidas de que as pessoas que viajam entre Guangdong e Macau devem apresentar um relatório negativo para o teste de ácido nucleico emitido até 48 horas antes, o método de cálculo do tempo de validade do teste de ácido nucleico mantém-se inalterado, independentemente quando o residente recolha a amostra no dia da amostragem, o prazo de validade é de dois dias, contados a partir das 00H00 do dia seguinte, até às 24H00. Ao longo de todo o tempo, as autoridades também listaram o prazo de validade dos ácidos nucleicos em diferentes lugares nos resultados dos testes de ácido nucleico.

Se os residentes de Macau saírem do território para a Província de Cantão (Guangdong) e não possuam teste de ácido nucleico emitido nas 48 horas anteriores são aconselhados a realizar primeiro o teste de ácido nucleico, caso contrário terão de ser submetidos a observação médica de 14 dias após a entrada no Interior da China.

Por outro lado, sobre a implementação do Código Vermelho para indivíduos que tenham estado na Cidade de Cantão (Guangzhou) ou na Cidade de Foshan, nos 14 dias anteriores à entrada em Macau e devem ser sujeitos a teste viral de ácido núcleo para a COVID-19 até às 18:00 do dia 7 de Junho (segunda-feira), de acordo com os dados da declaração de código de saúde, foram registadas 5.332 pessoas.

Até à tarde do dia 7 de Junho, cerca de 5.000 pessoas foram submetidas a recolha de amostras de ácido nucleico, não tendo sido detectados casos positivos. As autoridades também enviaram uma nova mensagem para lembrar aqueles que não realizaram o ácido nucléico conforme necessário, será solicitado, através de outros meios, o apoio de outros serviços, no sentido de solicitar a colaboração dessas pessoas.

Ao preencher informações de itinerário do código de saúde, se um residente ou passageiro apanhar um transporte directo do Aeroporto de Cantão (Guangzhou) para Zhuhai ou Macau sem sair do veículo ou não tenha estado em contato com pessoas da área de risco, ou se ninguém entrar no veículo no caminho, a situação acima será classificada como não tendo estado na área de risco relevante e os residentes ou passageiros relevantes não precisam preencher no código de saúde que viajaram para a cidade de Cantão (Guangzhou); Por outro lado, se o transporte for efectuado através de alta velocidade ferroviária com partida de outros lugares e passar na Estação de Guangzhou Sul, mas não tiver saído da estação, não será considerado como tendo estado no distrito de Panyu, e não precisa declarar que esteve em Panyu. Macau adopta o princípio da declaração autónoma, mas se fizer uma declaração falsa, incorre em consequências penais.

O Subdirector da Direcção dos Serviços de Educação e de Desenvolvimento da Juventude (DSEDJ), Kong Chi Meng afirmou que a DSEDJ já elaborou as instruções para a suspensão das aulas com as escolas do ensino não superior e enviou cartas para alertar as escolas para que estas considerem cuidadosamente a organização de actividades e concursos de estudantes para o Interior da China, bem como apela a todos os estudantes e professores para evitarem a realização de actividades transfronteiriças desnecessárias, com vista a reduzir o risco de transmissão. Os estudantes transfronteiriços que possuam condições para ficar em Macau devem ficar, o quanto possível, em Macau, em caso de necessidade especial dos estudantes, a DSEDJ reservou uma pousada de jovens para alojamento temporário. Além disso, as autoridades contactaram estudantes de Macau que frequentam escolas em na cidade de Cantão (Guangzhou) e Foshan através das associações de estudantes e tomaram conhecimento que as suas escolas ou comunidades implementaram políticas de prevenção de epidemias rigorosas e estão em condições de segurança.

A Chefe do Departamento de Comunicação e Relações Externas, Dr.ª Lau Fong Chi, reportou o número de pessoas em observação médica em hotéis designados, o Hotel Tesouro passou a ser hotel designado de observação médica. Além disso, a fim de resolver as providências de regresso a Macau dos residentes no exterior, especialmente dos estudantes, a Autoridade de Aviação Civil, após comunicação e coordenação com a Singapura Airlines e a SCOOT, irá efectuar dois voos semanais entre Singapura e Macau, para que os residentes no exterior possam transitar e regressar a Macau, os residentes no exterior que pretendem regressar a Macau devem prestar atenção aos últimos anúncios da Singapura Airlines ou da SCOOT.

O Chefe da Divisão de Ligação entre Polícia e Comunidade e Relações-Públicas, Dr. Lei Tak Fai, relatou a actual situação da cidade e a situação de entradas e saídas de Macau.

Estiveram presentes na conferência de imprensa: o Director dos Serviços de Saúde, Dr. AlvisLo Iek Long, o Subdirecto da Direcção dos Serviços de Educação e de Desenvolvimento da Juventude, Dr. Kong Chi Meng, o Coordenador da Vacinação dos Serviços de Saúde, o Dr. Tai Wa Hou, a Chefe da Departamento de Comunicação e Relações Externas da Direcção dos Serviços de Turismo, Dra. Lau Fong Chi, o chefe da Divisão de Ligação entre Polícia e Comunidade e Relações Públicas, Lei Tak Fai, a Coordenadora do Núcleo de Prevenção de Doenças Infecciosas e Vigilância de Doença do Centro de Prevenção e Controlo da Doença dos Serviços de Saúde, Dr.ª Leong Iek Hou.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar