Três residentes de Macau submetidos a observação médica por contacto com pessoa de contacto próximo do caso confirmado de COVID-19 na cidade de Cantão


Três residentes de Macau foram esta quarta-feira submetidos a observação médica por terem tido contacto próximo com o caso confirmado da pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus na cidade de Cantão (Guangzhou) da Província de Cantão (Guangdong).

De acordo com o mecanismo de prevenção e controlo conjuntos entre a Província de Cantão (Guangdong) e Macau, a Comissão de Saúde da Província de Cantão (Guangdong) comunicou esta manhã (dia 9 de Junho) aos Serviços de Saúde que, conforme a investigação e acompanhamento das autoridades de Cantão (Guangdong), uma residente de Macau, esteve no dia 4 de Junho na mesma carruagem do comboio com uma pessoa de contacto próximo dum caso confirmado da pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus, registado na cidade de Cantão (Guangzhou) do Interior da China, tendo este residente sido classificado como caso de contacto próximo da pessoa identificada também de contacto próximo. Este residente encontra-se em Macau actualmente.

Após a notificação, os Serviços de Saúde procederam imediatamente à investigação e apuraram que, além da notificação, uma mulher de 27 anos, residente de Macau, o marido e o filho também estiveram na mesma carruagem, até ao meio-dia de 7 de Junho. Estas três pessoas regressaram a Macau pelo posto fronteiriço de Hengqin.

Após o regresso a Macau, não se deslocaram a outros locais, com excepção das suas casas e locais de trabalho.

Os Serviços de Saúde submeteram, quarta-feira de manhã (9 de Setembro), estes três indivíduos a teste de ácido nucleico e de anticorpos séricos na Urgência Especial do Centro Hospitalar Conde de São Januário e os resultados foram negativos.

Foram encaminhados ao Centro Clínico de Saúde Pública para observação médica durante 14 dias desde o último contacto.

Os Serviços de Saúde salientam que estes três indivíduos foram apenas classificados pelo Interior da China como “caso de contacto próximo de pessoa de contacto próximo”, e os testes de ácido nucleico, até ao momento, continuam negativos. O risco de infecção não é elevado e representam um risco reduzido para Macau.

Segundo a notificação recebida foi registado há poucos dias no Distrito de Yuexiu, Cidade de Cantão (Guangzhou), da Província de Cantão (Guangdong), um caso confirmado de COVID-19 e por essa razão estes três residentes de Macau devem ser sujeitos a observação médica por terem estado, na mesma carruagem do comboio que partiu Estação Sul da Cidade de Cantão (Guangzhou) com destino, Estação Sul da Cidade de Huaihua, Província de Hunan, em contacto com a pessoa de contacto próximo de um caso confirmado da COVID-19,

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar