Promoção Conjunta do Novo Desenvolvimento da Cooperação Internacional de Infra-estruturas O 12.º Fórum Internacional sobre o Investimento e Construção de Infra-estruturas terá lugar em Julho

O 12.º Fórum Internacional sobre o Investimento e Construção de Infra-estruturas terá lugar nos dias 22 e 23 de Julho.

O 12.º Fórum Internacional sobre o Investimento e Construção de Infra-estruturas (doravante designado por “12.º FIICI”; também conhecido na sigla inglesa “IIICF”), co-organizado pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) e pela Associação dos Construtores Civis Internacionais da China, terá lugar em Macau entre os dias 22 e 23 de Julho. Sob o tema principal de “Promoção Conjunta do Novo Desenvolvimento da Cooperação Internacional de Infra-estruturas”, a edição deste ano será baseada na forma principal de realização online com acções complementares offline, contará com a presença de figuras de relevância provenientes das esferas política, empresarial e académica.

Expansão da dimensão do FIICI com adição de cerca de 30% do número de stands de exposição

A presente edição do FIICI será organizado vários fóruns temáticos e paralelos, incidindo o seu foco em tópicos discutidos em diferentes sectores, nomeadamente inovação financeira, cooperação de cadeias industriais, promoção conjunta do desenvolvimento da iniciativa “Faixa e Rota” e contributo da neutralidade de carbono para o desenvolvimento sustentável das infra-estruturas ecológicas, entre outros. Em simultâneo, irá realizar-se o 7.º Fórum para a Cooperação em Infra-estruturas entre a China e a América Latina, organizado pelo Ministério do Comércio da República Popular da China, com vista a explorar novos modelos para o desenvolvimento sustentável da relação de cooperação entre a China e a América Latina no âmbito das infra-estruturas. Além disso, durante o FIICI, serão adicionadas novas instalações complementares, expandir a sua dimensão de exposição. Com isso, destaca-se o aumento de 30% do número de stands de exposição, em comparação com a edição anterior, o que significa uma diversificação das empresas participantes, assim como o acréscimo, em 10%, da adesão de sectores e cadeias industriais relacionados com infra-estruturas ao evento e às sessões de negócio, potenciando o papel do FIICI enquanto uma plataforma de intercâmbio e de bolsas de contactos.

Reuniões e fóruns paralelos realçam plenamente as características próprias de Macau

Com o objectivo de realçar os elementos característicos de Macau, a presente edição do FIICI irá dar enfoque à articulação de Macau com a implementação do 14.º Plano Quinquenal Nacional, através da devida adaptação na elaboração do programa, no planeamento das actividades, na escolha de convidados e na preparação das bolsas de contactos, introduzindo simultaneamente os diferentes factores característicos de que a região beneficia, nomeadamente a Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, a Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, o mecanismo de cooperação da Região do Pan-Delta do Rio das Pérolas “9+2” e o sector financeiro moderno, entre outros. Com a sua realização em paralelo, a sessão de intercâmbio do Conselho de Negócios e de Serviços Profissionais de “Faixa e Rota” entre o Interior da China e Macau continuará a constar na agenda deste ano, por forma a responder activamente ao apelo da iniciativa “Faixa e Rota”, com reforço na cooperação mais estreita entre as empresas do Interior da China e de Macau, assim como com o apoio à integração das empresas de Macau na conjuntura de desenvolvimento nacional, através da potenciação das suas condições vantajosas.

Para a organização do presente FIICI, 14 associações dos sectores da construção civil e financeiro e os respectivos serviços públicos continuarão a assumir o papel de entidades co-organizadoras da parte de Macau, no sentido de actuarem como agentes impulsionadores para a participação activa dos sectores locais relacionados com infra-estuturas e promoverem a construção da Grande Baía Guangdong-Hong-Kong-Macau e da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa. O FIICI contará ainda com a presença de dirigentes governamentais do Interior da China e oficiais dos países estrangeiros na China, bem como diversos organismos financeiros internacionais e de desenvolvimento multilateral, empresas subcontratantes de obras de empreitada, empresas de equipamentos de engenharia e da cadeia industrial, entre outros.

A entidade organizadora do FIICI, para cumprir as medidas de prevenção da pandemia implementadas pelo Governo da RAEM, irá exigir aos participantes, aquando da sua entrada ao recinto, a submissão à medição da temperatura corporal e à apresentação do comprovativo do teste negativo de ácido nucleico com validade de 7 dias ou comprovativo de administração de duas doses da vacina contra a COVID-19 com uma antecedência mínima de 14 dias, o uso de máscara e de gel desinfectante.

Desde 2012, o ano em que o local da sua realização transferiu de Pequim para Macau, o FIICI deste ano é a sua nona edição consecutiva em Macau. Durante a edição anterior, a realização de diversos fóruns temáticos, actividades temáticas, fóruns paralelos e mais de 170 sessões de negócios atraiu a participação de mais de 1.000 interessados de diferentes sectores, provenientes de 42 países e regiões, incluindo representantes diplomáticos estrangeiros de 32 países acreditados na China. Ainda na edição anterior, foi celebrada 12 protocolos de cooperação no âmbito de transportes, construção civil, centrais fotovoltaicas e energia eólica, entre outros. Para mais informações sobre a presente edição do FIICI, visite: https://www.iiicf.org/.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar