Governo da RAEM realiza no próximo dia 10 de Setembro a conferência de imprensa sobre «Projecto Geral de Construção da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin»


O Governo Central promulgou formalmente, no dia 5 de Setembro, o «Projecto geral de construção da zona de cooperação aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin» (vulgo Projecto).

A construção da Grande Baía Guangdong – Hong Kong – Macau é uma grande estratégia nacional planeada, coordenada e promovida pelo Presidente Xi Jinping, e a construção da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin (vulgo Zona de Cooperação) serve como um planeamento importante para enriquecer e concretizar a grande missão do princípio «um país, dois sistemas», aprofundar uma reforma plena e um novo sistema de economia com alto nível de abertura, contribuindo para o progresso de Macau e a sua integração na conjuntura do desenvolvimento nacional.

O Presidente Xi Jinping frisou que a intenção original da construção da nova zona de cooperação de Hengqin é criar condições para a diversificação das indústrias de Macau. O Projecto Geral estipula, claramente, as orientações da exploração da Zona de Cooperação, que têm como objectivo principal envolver a diversificação adequada da economia de Macau, definindo os quatro posicionamentos estratégicos.

O objectivo do Projecto Geral é construir a Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin como uma nova plataforma para promover o desenvolvimento da diversificação adequada da economia de Macau. O desenvolvimento da diversificação adequada da economia de Macau é limitado por vários factores, nomeadamente, a escassez de terrenos para o desenvolvimento de indústrias e de quadros qualificados. A Zona de Cooperação criará espaço e condições para o desenvolvimento da diversificação adequada da economia de Macau. Em conjugação com o décimo quarto Plano Quinquenal Nacional e a situação real de Macau, o empenho na Zona de Cooperação será o desenvolvimento de novas tecnologias, novas indústrias, novas formas e novos modelos de negócio, concentrando-se em impulsionar as diversas indústrias, designadamente a indústria de big health com o ponto de partida de investigação, desenvolvimento e produção de medicamentos tradicionais chineses, a indústria financeira moderna, a tecnologia de ponta, as convenções e exposições e o sector comercial, e as indústrias cultural e desportiva, a fim de impulsionar a diversificação das indústrias de Macau.

O objectivo do Projecto Geral é construir a Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin como um novo espaço para facilitar a vida e o emprego dos residentes de Macau. A Zona de Cooperação irá concretizar a articulação transfronteiriça entre Guangdong e Macau na área dos serviços públicos e segurança social, com vista a proporcionar aos residentes de Macau serviços aperfeiçoados, um maior espaço com qualidade de vida, bem como fornecer condições de vida mais favoráveis. Será também disponibilizado à população de Macau, nomeadamente, à geração jovem, um cenário mais amplo de desenvolvimento, mais oportunidades de estudo, emprego, inovação e empreendedorismo, criando um ambiente propício para viver e trabalhar, tendencialmente semelhante ao de Macau.

O objectivo do Projecto Geral é construir a Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin como um novo exemplo para enriquecer a prática do princípio «um país, dois sistemas». Na Zona de Cooperação continuar-se-á a cumprir, rigorosamente, a base de «um país» e a aproveitar as vantagens decorrentes dos «dois sistemas», com vista a explorar um novo percurso e um novo exemplo para a grande prática do princípio «um país, dois sistemas». A Zona de Cooperação integrará as vantagens de Macau, nomeadamente, o princípio «um país, dois sistemas», a zona aduaneira autónoma, o porto franco para comércio internacional, a rede de ligação ao exterior, e as vantagens de Hengqin, incluindo espaço e recursos. Serão explorados, de forma corajosa, novos sistemas, novos mecanismos e novos modelos para se criar uma zona aberta de alto nível com características chinesas, com destaque para as vantagens dos «dois sistemas».

O objectivo do Projecto Geral é construir a Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin como um novo patamar para impulsionar a construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau. A Zona de Cooperação irá desenvolver, plenamente, as potencialidades de inovação institucional da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, romper as barreiras do fluxo transfronteiriço das tecnologias, quadros qualificados, capital e informação, bem como, impulsionar a articulação dos regulamentos, regimes e sistemas de Macau com os critérios internacionais, a fim de criar um sistema económico altamente aberto. Será criado um sistema de negociação, construção e administração conjuntas e compartilha de resultados entre Guangdong e Macau, e acelerado o aumento da capacidade global e da competitividade da Zona de Cooperação, com o objectivo de concretizar um desenvolvimento com qualidade e dar um forte suporte ao papel de Macau e Zhuhai como pólos da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, por forma a incentivar e impulsionar o desenvolvimento rápido da zona oeste do Rio das Pérolas.

O Governo da Região Administrativa Especial de Macau irá estudar profundamente, compreender de forma sincera, e cumprir na sua plenitude o espírito e as exigências do Projecto Geral. O Gabinete de Informação do Conselho de Estado realizará em breve uma conferência de imprensa sobre o Projecto Geral, e os governos da RAEM e da Província de Guangdong também organizarão, no dia 10 de Setembro, as respectivas conferências de imprensa para apresentar à sociedade os conteúdos concretos.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar