Posto Fronteiriço de Qingmao representa grande relevância para promover a inovação dos sistemas e mecanismos de cooperação regional sob o princípio de «um País, dois sistemas»

Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, governador da província de Guangdong, Ma Xingrui, e convidados de honra tiram fotografia de grupo na cerimónia de abertura do Novo Acesso Fronteiriço Guangdong-Macau (Posto Fronteiriço Qingmao).

O Chefe do Executivo do Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), Ho Iat Seng, disse hoje (8 de Setembro), que a abertura do Novo Acesso Fronteiriço Guangdong-Macau (Posto Fronteiriço Qingmao) reveste-se de grande importância para a sociedade e para a vida da população e, também, nos campos económico e político de Macau, reforçando a ligação das infra-estruturas e uma circulação conveniente e eficiente de pessoas na Grande Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau.

Foi realizada esta manhã, a cerimónia da abertura do Novo Acesso Fronteiriço Guangdong-Macau (Posto Fronteiriço Qingmao), que entra formalmente em funcionamento pelas 15h00. Ao discursar na cerimónia, Ho Iat Seng indicou que nas «Linhas Gerais do Plano de Desenvolvimento da Grande Baía Guangdong- Hong Kong - Macau» o Posto Fronteiriço de Qingmao é definido como o principal projecto promotor da construção de uma rede de transporte rápida na zona da Grande Baía, sendo a quinta passagem transfronteiriça terrestre entre Macau e a cidade de Zhuhai da Província de Guangdong.

O Chefe do Executivo referiu que face a um fluxo médio diário de 400 mil pessoas, registado em 2019 pelo Posto Fronteiriço de Gongbei-Portas do Cerco, o Posto Fronteiriço de Qingmao, situado a cerca de 800 metros do Posto Fronteiriço das Portas do Cerco, a funcionar 24 horas por dia e com uma capacidade diária máxima de 200 mil pessoas, desempenhará um papel no desvio de passageiros do Posto Fronteiriço das Portas do Cerco, contribuindo efectivamente para aliviar a sua pressão.

O mesmo responsável indicou ainda que a construção e abertura do Posto Fronteiriço de Qingmao são de grande relevância para promover a inovação dos sistemas e mecanismos de cooperação regional, sob o princípio de «um País, dois sistemas». Acrescentou que para além do Posto Fronteiriço Macau-Zhuhai da Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau e do Posto Fronteiriço de Hengqin, o Posto Fronteiriço de Qingmao é mais um posto a implementar o modelo eficaz de «Inspecção Fronteiriça Integral».

O Chefe do Executivo afirmou que o Governo da RAEM aproveitará as oportunidades proporcionadas pela entrada em funcionamento do Posto Fronteiriço de Qingmao, promovendo, com a Província de Guangdong, uma circulação eficiente, conveniente e ordenada de recursos entre fronteiras, em prol do impulsionamento da construção e desenvolvimento de alta qualidade da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin (vulgo Zona de Cooperação) .

Na mesma ocasião, o governador da Província de Guangdong, Ma Xingrui, referiu quea abertura formal do Novo Acesso Fronteiriço Guangdong-Macau (Posto Fronteiriço Qingmao) representa mais um resultado obtido pela cooperação aprofunda entre Guangdong e Macau, após a abertura do Novo Posto Fronteiriço de Hengqin. Acrescentou que recentemente, o Governo Central lançou estratégias importantes sobre a exploração e abertura de Hengqin e Qianhai, o que representa novas oportunidades para a Grande Baía.

O mesmo responsável indicou que, devido à ligação directa do Posto Fronteiriço Qingmao com o sistema ferroviário interurbano Cantão-Zhuhai, os residentes de Macau podem partir da estação ferroviária interurbana de Zhuhai para descolar-se a todo o Interior da China, esta facilidade, contribui para impulsionar a integração de Macau na rede ferroviária interurbana da Grande Baía e na rede ferroviária nacional de alta velocidade, a fim de permitir mas cidadãos de Macau partilhar os resultados do desenvolvimento da Grande Baía.

Ma Xingrui disse ainda que, a Província de Guangdong irá cumprir activamente as estratégias definidas pelo Governo Central sobre a construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, impulsionar a construção da Zona de Cooperação em Hengqin, aprofundar, de forma plena, a cooperação e intercâmbio entre Guangdong e Macau, em várias áreas, nomeadamente, comércio e investimento, tecnologia e inovação, cultura, turismo, convecções e exposições, serviços públicos, medicina e saúde, com o objectivo de apoiar a diversificação adequada de economia de Macau, complementar ambas vantagens, atingir benefício mútuo, bem como, contribuir para impulsionar a construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e assegurar a implementação bem-sucedida, estável e duradoura do princípio «um País, dois sistemas» com características de Macau.

Estiveram presente na cerimónia como convidados de honra, o vice-presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês (CCPPC), Edmund Ho, o director do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na RAEM, Fu Ziying, o director-adjunto do Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau do Conselho do Estado, Huang Liuquan, o comissário do Ministério dos Negócios Estrangeiros na RAEM, Liu Xianfa, o comissário político da Guarnição em Macau do Exército de Libertação do Povo Chinês (ELP), Sun Wenju, do vice-governador da província de Guangdong, Zhang Xin, o secretário para a Segurança, Wong Sio Chak, o subdirector da Administração de Entrada e Saída do Estado, Qu Yunhai, o subdirector do Gabinete de Gestão dos Postos Fronteiriços Nacional da Administração Geral Alfandegária, Dang Yingjie, o secretário do Comité Municipal de Zhuhai, Guo Yonghang, o chefe do Corpo de Polícia Armada da Província de Guangdong, Yan Xuehong. Do Governo da RAEM, contou ainda com a presença do secretário para a Administração e Justiça, Cheong Weng Chon, do secretário para a Economia e Finanças, Lei Wai Nong, da secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Ao Ieong U, do secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo Arrais do Rosário, do comandante-geral dos Serviços de Polícia Unitários, Leong Man Cheong, e do director-geral dos Serviços de Alfândega, Vong Man Chong.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar