Regresso a Zhuhai dos alunos transfronteiriços concluído sem imprevistos

O regresso a Zhuhai dos cerca de 400 alunos transfronteiriços que reuniam as exigências impostas, bem como dos seus acompanhantes, foi efectuado em dois dias

Com o intuito de apoiar o regresso a Zhuhai dos alunos transfronteiriços que se encontravam em Macau, e após uma profunda coordenação e uma activa comunicação, ao longo de vários dias, entre a Direcção dos Serviços de Educação e de Desenvolvimento da Juventude (DSEDJ) e os serviços competentes de Macau e de Zhuhai, os cerca de 400 alunos transfronteiriços que reuniam as exigências impostas pelo Governo de Zhuhai, bem como os seus acompanhantes, retornaram finalmente às suas casas. Em Macau, permanecem ainda os alunos transfronteiriços e respectivos pais / encarregados de educação que optaram por não regressar.

A DSEDJ, em parceria com os serviços competentes de Zhuhai e de Macau e em colaboração com as escolas, coordenou e organizou o regresso, em transporte especial, dos cerca de 400 alunos transfronteiriços. Nos dias 11 e 12 de Outubro, os alunos e os seus acompanhantes saíram dos locais de hospedagem, ou da escola que frequentam, dirigiram-se ao posto fronteiriço e retornaram a Zhuhai de forma ordenada. Foi aberta a via especial dos postos fronteiriços de ambas as regiões, tendo o processo de transferência sido efectuado com tranquilidade. À chegada a Zhuhai, alunos e respectivos acompanhantes efectuaram o teste de ácido nucleico e regressaram às suas casas para iniciarem o isolamento domiciliário.

A DSEDJ, se for necessário, continuará a disponibilizar serviços de alojamento temporário aos alunos transfronteiriços que não satisfazem as exigências impostas pelo Governo de Zhuhai, ou que optaram por permanecer em Macau, de acordo com as situações específicas e urgentes, e a disponibilidade do alojamento.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar