IPM lançou produto “Sistema de Interpretação Simultânea CH-PT” para promover a construção da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin

IPM lançou produto “Versão 2.0 do Sistema de Interpretação Simultânea CH-PT” para promover a construção da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin

Em linha com o desenvolvimento da iniciativa nacional “Uma Faixa, Uma Rota”, com o papel de Macau como plataforma de serviços entre a China e os Países de Língua Portuguesa, bem como com a construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin, o “Centro de Investigação de Engenharia em Tecnologia Aplicada à Tradução Automática e Inteligência Artificial, Ministério da Educação" do Instituto Politécnico de Macau (IPM) lançou oficialmente, no dia 9 de Novembro, no IPM, a “Versão 2.0 do Sistema de Interpretação Simultânea CH-PT”, desenvolvida pelo Centro de Investigação. Trata-se de um sistema avançado de reconhecimento de voz e interpretação simultânea chinês-português, desenvolvido tendo em conta a construção do Centro Internacional de Inovação Científica e Tecnológica da Grande Baía. O novo produto não só melhorou globalmente a precisão do reconhecimento de voz e da tradução automática, como também acrescenta mais funções práticas e a experiência de interacção humano-computador, articulando-se com as exigências de reforçar a investigação e o desenvolvimento científico e tecnológico, e de desenvolver as indústrias de megadados, inteligência artificial e Internet das coisas, propostas no âmbito da construção da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin. Os departamentos do governo e as organizações dos diferentes sectores são bem-vindos a utilizar o novo produto.

Responsáveis e representantes de quarenta departamentos e organizações governamentais da RAEM participaram no evento de lançamento do produto técnico-científico “Versão 2.0 do Sistema de Interpretação Simultânea CH-PT”, incluindo o Presidente do Instituto Politécnico de Macau, Im Sio Kei, o Coordenador-Adjunto do Gabinete para o Desenvolvimento de Infra-estruturas, Sam Weng Chon, a Assessora da Assembleia Legislativa, Kuan Kun Fan, o Chefe de Departamento do Ministério Público, U Kam, a Chefe do Departamento dos Assuntos Linguísticos da Direcção dos Serviços de Administração e Função Pública, Vong Kuai Ieng, o Chefe do Departamento de Estudos da Direcção dos Serviços de Economia e Desenvolvimento Tecnológico, Pong Kai Fu, o Chefe do Departamento do Ensino Superior da Direcção dos Serviços de Educação e de Desenvolvimento da Juventude, Carlos Roberto Xavier, o Chefe do Departamento de Tradução Jurídica da Direcção dos Serviços de Assuntos de Justiça, Ung Chi Keong, o Director do Secretariado da Associação de Bancos de Macau, Li Yang, e testemunharam em conjunto a inauguração do mais novo produto científico do IPM, sendo a atmosfera do evento muito animada.

No evento de lançamento, o Coordenador do Centro Pedagógico e Científico da Língua Portuguesa do IPM, Zhang Yunfeng, afirmou que o “Centro de Investigação de Engenharia em Tecnologia Aplicada à Tradução Automática e Inteligência Artificial, Ministério da Educação” do IPM é o primeiro Centro de Investigação de Engenharia do Ministério da Educação da República Popular da China em Hong Kong e Macau. O Centro dispõe e continua a alimentar o maior e mais preciso corpus de línguas paralelas chinês-português, de traduções de alta qualidade, e a partir daí construiu a mais precisa plataforma de tradução automática de rede neural chinês-português do mundo, tendo desenvolvido uma série de produtos com base nesse recurso. Entre estes, o “Sistema Auxiliar de Tradução Chinês-Português/Português-Chinês de Documentos Oficiais” está já a ser amplamente utilizado por um grande número de departamentos governamentais, instituições de diferentes sectores e bancos em Macau, bem como em Países de Língua Portuguesa no âmbito da iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”. O Centro de Investigação de Engenharia do Ministério da Educação é o único no País que tem a tradução automática e a inteligência artificial como áreas prioritárias de investigação, tendo o mesmo alcançado avanços significativos e resultados-chave nas seguintes áreas: no desenvolvimento de um sistema de classificação de redes neurais para melhorar a precisão da inteligência artificial, na realização da intervenção do sistema através da avaliação da qualidade da tradução automática, na construção de uma vida inteligente suportada na tecnologia da Internet das coisas, na discussão em torno da construção de uma cidade inteligente na era dos megadados e na utilização da tradução automática para contar bem a história da China junto dos Países de Língua Portuguesa envolvidos na iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”. No futuro, o Centro continuará a explorar a investigação integrada de inovação, o desenvolvimento de aplicações e a formação de quadros qualificados, a fim de alcançar, através de cooperação interdisciplinar aprofundada, avanços tecnológicos centrais, contribuindo para a construção da Zona de Cooperação Aprofundada como um fulcro importante do centro internacional de inovação científica e tecnológica da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

De acordo com a apresentação da assistente do Centro de Investigação de Engenharia, Lin Manlin, a “Versão 2.0 do Sistema de Interpretação Simultânea CH-PT” baseia-se num corpus de dezenas de milhões de frases paralelas em chinês e português, desenvolvido independentemente pelo IPM, utilizando ao mesmo tempo as tecnologias de rede neural, de reconhecimento multilingue e de síntese de voz. Este produto fornece serviços de interpretação simultânea de alta qualidade e transcrição multilingue em chinês, português, satisfazendo as necessidades relativas à tradução simultânea das reuniões de trabalho, comunicações empresariais, apresentações em fóruns, entre outras ocasiões, podendo ainda ser utilizado no ensino de línguas estrangeiras e nas conferências académicas. Com base na versão original, a estabilidade, velocidade de funcionamento, eficiência da transcrição e precisão da tradução da “Versão 2.0” foram optimizadas, permitindo que o processo de reconhecimento de voz e de tradução do texto possa ser concluído instantaneamente. As capacidades de modificação dinâmica e de correcção automática, bem como a adequação do uso de terminologias foram global e significativamente melhoradas, poupando muito tempo e recursos humanos nos trabalhos de tradução. Foi também realizada uma sessão de demonstração ao vivo da “Versão 2.0 do Sistema de Interpretação Simultânea CH-PT”, mostrando a realização da tradução instantânea de mandarim para português e de português para mandarim.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar