Cada um no seu estilo único, Schubert e Brahms, são respeitados como sendo os maiores mestres da música sinfónica austro-germânica do século XIX, exibindo perfeitamente o espírito do Romantismo. Neste concerto, a Orquestra de Macau apresenta, por um lado, o“Duplo Concerto para Violino e Violoncelo em Lá menor”, o último trabalho concertante de Brahms, que apresenta uma técnica madura e transmite emoções profundas. E por outro, a“Sinfonia N.º 4”, que carrega a tristeza e os pensamentos de Schubert aos 19 anos de idade. Qual dos dois nos tocará mais: o desabrochar tardio de Brahms se a sabedoria jovem de Schubert?

Mais detalhes

Concerto Duplo de Brahms


Conteúdo fornecido por: Instituto Cultural (IC)

Última actualização: 2019-06-12 21:45

Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar