O exercício de emergência de grande escala do aeroporto considerado um sucesso

O Aeroporto Internacional de Macau realizou o exercício de emergência de grande escala na madrugada de 12 de Setembro de 2019 para simular um acidente com uma aeronave que saiu da pista e caiu na água. O plano de emergência do aeroporto foi imediatamente activado para resolver a crise.

O Aeroporto Internacional de Macau realizou o exercício de emergência de grande escala nesta madrugada (12 de Setembro de 2019) para simular um acidente com uma aeronave que saiu da pista de aterragem e acabou por cair na água. O plano de emergência do aeroporto foi imediatamente activado para resolver a crise. O exercício foi considerado um sucesso e atingiu o seu objectivo.

O simulacro teve como cenário um acidente com uma aeronave ocorrido no Aeroporto Internacional de Macau. Depois de aterrar na pista, o membro de tripulação quis tentar voar de novo, mas a aeronave desviou-se e caiu na água. A fuselagem partiu-se em várias secções e ficou a flutuar a certa distância da pista. A aeronave transportava 80 passageiros, 2 tripulantes de voo e 6 tripulantes de cabina. Alguns passageiros ficaram presos dentro de uma secção da fuselagem, enquanto outros foram projectados para a água, ficando a flutuar. O comandante declarou imediatamente emergência.

O centro de operações de emergência do aeroporto foi activado para tratar do acidente, assim que o aeroporto recebeu a notificação. O Corpo de Bombeiros e a equipa de resgate chegaram ao local para prestar serviços de busca e salvamento, foi confirmado que 10 passageiros foram mortos e 45 foram feridos em graus variados, todos os feridos que precisavam ser enviados ao hospital para tratamento médico foram enviados de imediato, uma área de recepção familiar e um centro de aconselhamento foram estabelecidos no terminal de passageiros para fornecer serviços de consulta e aconselhamento aos feridos e aos familiares dos feridos e das vítimas mortais, respectivamente.

O exercício teve início às 03:00 horas da manhã de hoje e durou três horas. Todas as entidades participantes foram capazes de agir de acordo com o plano de emergência do aeroporto, bem como com os seus próprios planos de contingência. O exercício foi concluído com sucesso, envolvendo 350 participantes.

O exercício foi coordenado pela CAM - Sociedade do Aeroporto Internacional de Macau, S.A.R.L. e contou com a participação dosServiços de Polícia Unitária, Serviços de Alfândega, Corpo de Polícia de Segurança Pública, Polícia Judiciária, Corpo de Bombeiros, Serviços de Saúde, Instituto de Acção Social, Direcção dos Serviços de Assuntos Marítimos e de Água, Autoridade de Aviação Civil, Companhia de Transportes Aéreos Air Macau, Lda., Companhia de Segurança do Aeroporto de Macau, Lda. e Menzies Macao Airport Services Ltd. O Gabinete de Gestão de Crises do Turismo também participou no exercício como observador.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar