A delegação empresarial de Macau participou na CIFIT para promover a cooperação económica e comercial entre os Países de Língua Portuguesa, Fujian e Macau

Fotografia de grupo da Delegação Empresarial de Macau em frente do Pavilhão de Macau

Organizada pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), uma delegação empresarial de Macau, composta de cerca de 40 elementos, deslocou-se a Xiamen nos dias 7 a 9 de Setembro, para participar na “Feira Internacional de Investimento e Comércio da China 2019” e no “Congresso de Investimento da Faixa e Rota (CIFIT2019·BRIC na sigla inglesa)” assim como no “Seminário sobre Cooperação e Investimento entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, com vista a incentivar o desenvolvimento da cooperação económica e comercial entre os países de língua portuguesa (PLP), Fujian e Macau. Além disso, as empresas de Macau e de Fujian assinaram 3 projectos de cooperação que envolvem tecnologia e equipamentos de protecção ambiental e energia.

O “Fórum Internacional de Investimento da CIFIT2019·BRIC” teve lugar na manhã do dia 8 de Setembro. Na cerimónia de abertura do Fórum, Yu Weiguo, Secretário do Comité Provincial de Fujian do PCC e Presidente do Comité Provincial da Assembleia Popular,Rasim Ljajić, Vice-Primeiro-Ministro da Sérvia, Lou Yangsheng, Governador da Província de Shanxi e Ma Xiuhong, Presidente do Conselho Chinês para a Promoção Internacional do Investimento (CCIIP na sigla inglesa) proferiram discursos. O IPIM instalou no recinto da exposição o “Pavilhão de Macau”, com uma área de 90 metros quadrados, no intuito de dar a conhecer ao público as seguintes informações: o ambiente de negócios de Macau; a participação e o apoio de Macau na implementação de “Uma Faixa, Uma Rota”; a participação de Macau na construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau; o “serviço One Stop” para licitação e apoio em Macau das actividades MICE; e o Portal para a Cooperação nas Áreas Económica, Comercial e de Recursos Humanos entre a China e os Países de Língua Portuguesa. Na exposição, foi instalada também uma zona de exposição para o “Centro de Exposição dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa”.

A delegação empresarial de Macau participou em várias reuniões de fórum e sessões de bolsas de contacto, o Sr. Hoi, de uma empresa de Macau dedicada ao comércio de vinhos, disse que, através destas bolsas de contacto, ele teve um entendimento aprofundado do desenvolvimento do mercado de vinhos em Fujian e negociou com as empresas locais especializadas no comércio de vinhos, o que ajudará a sua empresa a desenvolver o respectivo mercado de Fujian e desempenhar um papel de radiação, trazendo produtos vitivinícolas portugueses para o mercado do Interior da China através da plataforma de Macau. O Sr. Fu, de uma empresa de Macau envolvida no comércio de alimentos, disse que, através desta Feira, acordou numa intenção preliminar de cooperação com uma empresa de alimentos da Província de Liaoning. Além disso, o Sr Lei, de uma empresa de Macau dedicada à protecção ambiental e conservação de energia, disse que, através das bolsas de contacto, ele espera encontrar parceiros do exterior para o seu programa especial de combustível com economia de energia para ajudar o sector de logística e transporte a economizar energia e reduzir as emissões.

Nessa tarde, realizou-se o “Seminário sobre Investimento e Cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, organizado pelo CCIIP e pelo Secretariado do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), com o apoio do IPIM, contando com a presença de mais de 100 pessoas. No seminário, a Presidente do CCIIP, Ma Xiuhong, a Secretária-Geral do Secretariado do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), Xu Yingzhen, a Directora do Departamento de Assuntos Europeus do Ministério do Comércio da China, Zhou Xiaoyan, e o Vogal Executivo do IPIM, Sam Lei, proferiram discursos. Entre eles, Sam Lei introduziu a situação da construção da plataforma sino-lusófona em Macau, indicando que a plataforma sino-lusófona é uma das orientações de desenvolvimento de Macau, como também um ponto importante para aprofundar a cooperação entre Fujian e Macau. O evento permitiu aos participantes compreender melhor as novas oportunidades de cooperação comercial entre a China e os PLP e expandir conjuntamente a cooperação económica e comercial entre Fujian e Macau. Ao mesmo tempo, o Gabinete de Representação do IPIM em Fuzhou pode fornecer serviços locais para que as empresas possam “expandir-se para fora do país e introduzir investimentos externos”, aproveitando em conjunto as novas oportunidades do desenvolvimento de cooperação sino-lusófona. Durante a reunião, os delegados dos PLP junto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau proferiram discursos em tópicos especiais, tendo como objectivo promover o ambiente de comércio e investimento dos países de língua portuguesa. As empresas da China Continental, por sua vez, aproveitaram as secções de promoção para apresentar os seus projectos.

Os representantes empresariais de Macau sentiram ainda mais o vigor do mercado do Interior da China através da participação nesta Feira. Conseguiram estabelecer contactos preliminares durante as actividades da Feira e negociações com empresas; o IPIM vai dar seguimento mais detalhes de cooperação depois do evento. Além disso, os empresários locais contactaram com representantes de várias indústrias relevantes e mantiveram intercâmbios, o que lhes permitiu conhecer situações mais recentes das indústrias relevantes, esperando explorar projectos de investimento e negócios entre Macau e o Interior da China.

A delegação incluiu também o Secretário-geral do Gabinete de Ligação do Governo Central na RAEM, Wang Xindong, o Membro de Macau no Comité Nacional da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, Cheong Meng Seng, a Subdirectorado Departamento para os Assuntos Económicos e Responsável da Divisão Comercial do Gabinete de Ligação do Governo Central na RAEM, Li Huaying, o Membro em Macau da Conferência Consultiva Política da Província de Fujian, Chang Chi Long, o Presidente da Associação de Bancos de Macau, Li Guang, o Vice-Presidente da Associação das Empresas Chinesas de Macau, Jiao Yundi, o Presidente da Direcção da Associação dos Fretadores de Macau, Liu Yuk Lam e o Presidente da Direcção da Sino-Portuguesa E-Commerce Chamber, Ho Wai Tim, entre outros.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar