Encontro entre Chui Sai On e representantes da Associação das Ourivesarias de Macau (Tradução GCS)

Encontro entre o Chefe do Executivo, Chui Sai On, e representantes da Associação das Ourivesarias de Macau.

O Chefe do Executivo, Chui Sai On, teve, hoje (12 de Setembro), na Sede do Governo, um encontro com o presidente da Associação das Ourivesarias de Macau, Ip Sio Kai, e representantes da mesma, no qual trocaram ideias sobre a convergência dos padrões nacionais de qualidade e o desenvolvimento saudável do sector.

Chui Sai On começou por felicitar a Associação pelo sucesso nos trabalhos relacionados com a mudança dos órgãos dirigentes e igualmente por continuar a contribuir para a prosperidade e estabilidade de Macau. E demonstrou satisfação com o desenvolvimento do sector de comércio a retalho após o retorno de Macau à pátria, assegurando que o governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) continuará a apoiar o avanço de todos os sectores, designadamente no âmbito das pequenas e médias empresas.

O Chefe do Executivo adiantou que o Governo da RAEM apoia também todos os sectores a maximizar as oportunidades oferecidas pela Grande Baía, onde coexistem diferentes sistemas sociais e jurídicos e zonas aduaneiras. Nesse sentido, os padrões adoptados pelos diferentes sectores da China interior poderão ser distintos dos de Macau, o que pressupõe tempo para a cooperação e desenvolvimento mútuo. Chui Sai On incentiva o sector a ter um pensamento aberto, a aceitar as novas realidades e a empenhar-se para aproveitar as oportunidades de desenvolvimento trazidas pela integração de Macau na Grande Baía. Acrescentou que o Governo da RAEM vai empenhar-se em optimizar as políticas e diplomas complementares relativos, no sentido de impulsionar a aceleração da integração de vários sectores de Macau na Grande Baía.

Por seu turno, o presidente da Associação das Ourivesarias de Macau,Ip Sio Kai, afirmou que com a participação de muitos jovens profissionais do sector nos novos corpos dirigentes, a Associação ganha mais vitalidade e dinamismo. Ao apresentar o desenvolvimento geral da indústria e da Associação, Ip Sio Kai indicou que desde o retorno de Macau à pátria, a indústria de comércio a retalho de jóias vem-se desenvolvendo a um bom ritmo, sendo as perspectivas brilhantes, com o mercado a manter um avanço estável.

Ip Sio Kai apontou ainda que em prol do desenvolvimento sustentável desta área, a Associação vai proceder a trabalhos em variadas vertentes, no sentido de elevar a qualidade dos seus profissionais, através nomeadamente do reforço da formação. Ao mesmo tempo, continua a promover a criação de um centro de identificação de jóias de ouro de acordo com os padrões internacionais com o intuito de aumentar a competitividade da indústria e o estabelecimento de uma base logística nos territórios vizinhos para controlar os custos operacionais.

O novo presidente da direcção, Lee Koi Ian, agradeceu ao Chefe do Executivo pelo forte apoio prestado ao desenvolvimento do sector ao longo dos tempos, dizendo que os novos órgãos dirigentes vão persistir nas bases estabelecidas pelos membros antigos da associação, para o sector continuar a ter um desenvolvimento saudável, bem como apoiar as ourivesarias a aproveitarem bem as oportunidades da Grande Baía. No encontro, as partes também trocaram opiniões sobre a convergência dos padrões nacionais de qualidade e problemas encontrados no desenvolvimento.

Estiveram também presentes no encontro, a chefe do Gabinete do Chefe do Executivo, O Lam, e o director dos Serviços de Estudo de Políticas e Desenvolvimento Regional, Mi Jian. Da parte da Associação das Ourivesarias de Macau, marcaram presença ainda o presidente do conselho fiscal, Stephen Tse, os vice-presidentes, Wong Hou Long e Lei Cheok Kuan, e os vice-presidentes da direcção, Tse Moon Chuen, Lee Koi Iun, Deng Hai Qing, entre outros.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar