Estatísticas do sector das convenções e exposições referentes ao 4º trimestre de 2019


No quarto trimestre de 2019 realizaram-se 461 reuniões, conferências, exposições e eventos de incentivo, número idêntico ao do trimestre homólogo de 2018, dos quais 432 eram reuniões e conferências, 21 exposições e 8 eventos de incentivo. O número de participantes e visitantes foi de 733.000, descendo ligeiramente 0,4%, em termos anuais. Durante o ano de 2019 efectuaram-se 1.536 reuniões, conferências, exposições e eventos de incentivo (+109, em termos anuais), dos quais 1.459 eram reuniões e conferências (+117), 58 exposições (-2) e 19 eventos de incentivo (-6). O número de participantes e visitantes fixou-se em 2.003.000, menos 5,4%, em termos anuais, informam os Serviços de Estatística e Censos.

No trimestre em análise efectuaram-se mais 3 reuniões e conferências, em termos anuais e o número de participantes correspondeu a 96.000, isto é, cresceu 22,5%, devido principalmente ao número de participantes nas reuniões e conferências com o escalão igual ou superior a 200 participantes (75.000) ter subido 27,1%. A duração média das reuniões e conferências foi de 1,5 dias, mais 0,1 dias, porém, a área utilizada total, que correspondeu a 460.000 m², diminuiu tenuemente 0,9%.

No trimestre de referência realizaram-se 21 exposições, menos 1, em termos anuais e o número de visitantes fixou-se em 629.000, ou seja, baixou 3,9%. Refira-se que 19 exposições foram organizadas por entidades não governamentais (-1, em termos anuais), nas quais estiveram 513.000 visitantes (-3,4%). A duração média das exposições foi de 3,5 dias, mais 0,2 dias e a área utilizada total situou-se em 200.000 m², tendo aumentado 6,6%. O número de eventos de incentivo desceu 2, em termos anuais. O número de participantes nestes eventos correspondeu a 7.190 e a área utilizada total foi de 25.000 m², os quais subiram substancialmente 306,2% e 261,6%, respectivamente. A duração média dos eventos de incentivo equivaleu a 3,0 dias, mais 0,2 dias.

De entre as exposições realizadas no quarto trimestre de 2019, foram recolhidas informações junto das entidades organizadoras das 19 exposições, indicando que as receitas e despesas se cifraram em 74,96 milhões e 137 milhões de Patacas, respectivamente. As receitas das 17 exposições organizadas por entidades não governamentais totalizaram 71,56 milhões de Patacas, das quais 66,7% eram provenientes dos “subsídios concedidos pelo Governo e por outras instituições” e 29,0% eram do “aluguer das cabinas das exposições”. As despesas destas exposições atingiram 96,81 milhões de Patacas, destacando-se que as efectuadas em “serviços de produção, instalação e decoração” e em “rendas das instalações” representaram 23,9% e 21,1% do total, respectivamente. Após subtraídas as despesas e os subsídios concedidos pelo Governo e por outras instituições, das receitas destas exposições, registou-se o valor negativo de 72,99 milhões de Patacas.

Durante o ano 2019 havia 292.000 participantes nas reuniões e conferências, isto é, -1,4%, em termos anuais, devido principalmente ao decréscimo significativo do número de participantes nas reuniões e conferências realizadas no segundo trimestre. A área utilizada total situou-se em 1.194.000 m², menos 29,8%, enquanto a duração média das reuniões e conferências foi de 1,5 dias, ou seja, subiu 0,1 dias. As exposições tiveram 1.689.000 visitantes, ou seja, -4,3%, em termos anuais. Salienta-se que o número de visitantes das exposições organizadas por entidades não governamentais (1.419.000) desceu 4,5%. A área utilizada total pelas exposições situou-se em 370.000 m², tendo aumentado 6,4% e a duração média das exposições foi idêntica à do ano 2018, isto é, 3,4 dias. O número de participantes nos eventos de incentivo totalizou 22.000 e a área utilizada total fixou-se em 151.000 m², os quais diminuíram acentuadamente 60,2% e 61,2%, respectivamente. Todavia, a duração média dos eventos de incentivo foi de 3,0 dias, mais 0,4 dias.

De acordo com as informações recolhidas em 2019 junto das entidades organizadoras das 56 exposições, as receitas e despesas cifraram-se em 180 milhões e 292 milhões de Patacas, respectivamente. As receitas das 48 exposições organizadas por entidades não governamentais totalizaram 172 milhões de Patacas, 60,1% das quais eram provenientes do “aluguer das cabinas das exposições”. As despesas destas exposições atingiram 148 milhões de Patacas, realçando-se que as efectuadas em “serviços de produção, instalação e decoração” e em “rendas das instalações” representaram 26,7% e 20,8% do total, respectivamente. Após subtraídas as despesas e os subsídios concedidos pelo Governo e por outras instituições (60,32 milhões de Patacas), das receitas destas exposições, obteve-se o valor negativo de 36,57 milhões de Patacas, o qual foi maior que o valor negativo de 29,15 milhões de Patacas registado em 2018.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar