Resumo dos principais pontos da conferência de imprensa – Supervisão rigorosa ao estado de saúde dos residentes que regressam a Macau


O director dos Serviços de Saúde, Lei Chin Ion, indicou que os 57 residentes, que chegaram a Macau, ainda não apresentaram quaisquer sintomas, pelo que o governo irá manter uma supervisão rigorosa ao seu estado de saúde. Acrescentou ainda que, de acordo com a proposta prevista pelo governo, estes residentes são considerados indivíduos de contacto próximo com casos confirmados, daí o seu transporte para quarentena no Centro Clínico de Saúde Pública de Coloane. Durante o período de isolamento, o pessoal da área da saúde irá acompanhar de perto os passageiros e caso se registe algum caso confirmado, essa pessoa será transportada do isolamento para a enfermaria do Centro Hospitalar Conde de São Januário. Além disso, os indivíduos que tenham estado nas duas filas em frente ou atrás do possível doente também irão efectuar mais uma ou duas vezes o teste de ácido nucleico. Entre os residentes se existir a necessidade de apoio psicológico, o governo disponibilizará o psicoterapeuta do Centro Hospitalar Conde de São Januário ou um profissional de aconselhamento psicológico. O mesmo responsável afirmou que ainda não recebeu qualquer pedido desta natureza.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar