Intercâmbio entre o Instituto Cultural e os representantes dos grupos artísticos locais do Festival de Artes de Macau

Intercâmbio entre o Instituto Cultural e os representantes dos grupos artísticos locais do Festival de Artes de Macau

Devido à influência de epidemia, o 31.º Festival de Artes de Macau (FAM), organizado pelo Instituto Cultural (IC), será adiado para 2021. A Presidente do IC, Mok Ian Ian, realizou recentemente um encontro com os representantes dos grupos artísticos locais que participam do FAM para trocar ideias sobre o acompanhamento do Festival.

Estiveram presentes no encontro a Presidente do IC, Mok Ian Ian, a Chefe do Departamento de Desenvolvimento das Artes do Espectáculo do IC, Iu Wai Man e o Chefe da Divisão de Actividades das Artes do Espectáculo do IC, U Weng Hong, entre outros. Os representantes dos grupos artísticos agradecem ao IC por escutar atentamente as vozes do sector durante o período da epidemia, e ainda pelo contacto estreito que o pessoal IC tem mantido com os grupos artísticos para se inteirar do andamento dos preparativos, considerando que o IC dá grande importância aos trabalhos relevantes. Os representantes dos grupos artísticos expressaram a sua compreensão e reconhecimento em relação ao cancelamento do FAM deste ano, devido à epidemia, e irão cooperar activamente com os trabalhos preparatórios do FAM, utilizando o tempo de preparação suficiente para apresentarem actuações de grande qualidade no Festival do próximo ano.

A Presidente do IC, Mok Ian Ian, agradeceu a compreensão e o apoio dos grupos artísticos, e reiterou que irá colaborar com os trabalhadores culturais e artísticos na luta contra a epidemia, expressando ainda a compreensão completa das opiniões dos representantes dos grupos artísticos. Após a epidemia, o IC irá criar mais condições e espaços para os grupos artísticos participarem nos eventos. O IC planeia acrescentar mais actividades de extensão nos bairros comunitários no segundo semestre, criando mais plataformas de actuação para os trabalhadores culturais e artísticos locais e apoiando o desenvolvimento dos grupos artísticos. No tocante à organização dos trabalhos do FAM, a Chefe do Departamento de Desenvolvimento das Artes do Espectáculo do IC, Iu Wai Man, acrescentou ainda no encontro que irá acelerar a implementação dos trabalhos de acompanhamento, a fim de permitir que os grupos artísticos possam ter recursos suficientes para a preparação com antecedência e garantir que os grupos artísticos locais tenham oportunidades de actuação.

Durante a epidemia, o IC tem mantido uma comunicação contínua com o sector, auscultando opiniões valiosas, e irá continuar a colaborar com todos os trabalhadores culturais e artísticos, com o objectivo de proporcionar aos residentes espectáculos diversificados e extraordinários, imprimindo, persistentemente, em conjunto, um forte dinamismo cultural ao desenvolvimento da sociedade.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar