As instituições do ensino superior de Macau discutiram a possibilidade do reinício das aulas prioritariamente para os cursos que satisfaçam as condições específicas


A Direcção dos Serviços do Ensino Superior realizou, recentemente, uma reunião com os dirigentes e os representantes das dez instituições do ensino superior de Macau para discutirem a data do reinício das aulas e as respectivas disposições, sugerindo, de forma, ainda, preliminar, que as mesmas possam ponderar o reinício de parte das actividades de ensino a partir de 1 de Abril, em condições específicas e consoante a sua situação concreta de cada uma delas.

O director dos Serviços do Ensino Superior, Dr. Sou Chio Fai, informou que, durante o período da pandemia, a DSES e os dirigentes das instituições do ensino superior têm mantido um contacto, monitorizando com atenção a evolução da mesma. Uma vez que a situação de pandemia no Interior da China e em Macau está a ficar controlada, não havendo casos confirmados em Macau há mais de 30 dias consecutivos, considerando, que os professores, os estudantes e os pais estão bastante atentos às disposições para o reinício das aulas das instituições do ensino superior, referiu que esperava que com a reunião se dessem a conhecer os trabalhos das instituições do ensino superior nesta matéria. A DSES definiu as orientações aplicáveis ao reinício das aulas das instituições do ensino superior de Macau, que incluem, entre outras, disposições preparatórias para o reinício das aulas, relativas ao ensino, aos equipamentos e instalações, aos apoios aos estudantes, docentes e trabalhadores, e às demais actividades, que ocorram dentro e fora das instituições do ensino superior.

Na reunião, várias instituições do ensino superior consideraram que, devido às diferenças entre elas, designadamente, a sua dimensão, a proporção dos estudantes locais e do exterior e a estruturas curriculares, poderiam reiniciar as aulas de forma faseada, para reduzir o risco de transmissão do vírus. As instituições do ensino superior participantes sugeriram, ainda, que poderiam considerar retomar algumas das actividades pedagógicas a partir de 1 de Abril, caso se reúnam as condições específicas e estarem de acordo com a situação concreta de cada uma delas, designadamente os seguintes três aspectos:

1.Cursos com estudantes finalistas;

2.Actividades pedagógicas ministradas, principalmente, a estudantes locais;

3.Disciplinas e avaliações que devem ser realizadas presencialmente, tais como aulas de experimentação, estágios, apresentação de relatórios e defesa de dissertações, entre outras;

Quanto às disposições sobre o reinício das aulas dos outros estudantes, a DSES continuará a manter a comunicação com as instituições do ensino superior, organizando bem a data do reinício das aulas conforme a evolução da situação da pandemia e a própria situação de cada uma das instituições do ensino superior, e divulgando as respectivas informações ao público com uma antecedência de, pelo menos, 14 dias, para que os docentes e os estudantes tenham tempo suficiente para se prepararem.

As instituições do ensino superior irão, de acordo com as orientações para o reinício das aulas, realizar os trabalhos preparatórios do reinício das aulas e organizar o seu funcionamento, bem como concretizar rigorosamente as medidas de prevenção e protecção, para efectuarem bem os trabalhos de combate à pandemia, criando um ambiente sanitário e saudável para todos os docentes e estudantes. As instituições do ensino superior irão divulgar aos docentes e estudantes as disposições concretas sobre o reinício das aulas, assim os docentes e os estudantes devem prestar atenção às informações das instituições do ensino superior.



Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar