Conselho para o Desenvolvimento Turístico realiza primeira reunião plenária de 2020

Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura e Presidente do CDT, Ao Ieong U, preside à reunião plenária

O Conselho para o Desenvolvimento Turístico (CDT) realizou hoje (dia 19) a primeira reunião plenária de 2020, presidida pela Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura e Presidente do CDT, Ao Ieong U, para auscultar as opiniões dos membros sobre a situação da indústria turística de Macau e plano de recuperação da indústria.

A Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura referiu durante a reunião que, devido ao impacto da pandemia, nos primeiros quatro meses deste ano, o número de visitantes registou uma forte descida em termos anuais, tendo a DST discutido já com a indústria hoteleira, agências de viagens, companhias aéreas, transportadoras marítimas, entre outros, planos preparatórios para a recuperação da indústria. Ao Ieong U assinalou também que, apesar da integração da Direcção dos Serviços de Turismo (DST) na área de economia e finanças, o turismo está intimamente relacionado com a cultura e o desporto, esperando no futuro atrair mais visitantes para Macau através do lançamento de itinerários mais aprofundados e da organização de grandes eventos desportivos. A Secretária agradeceu, por outro lado, o apoio e a colaboração prestados pelo sector durante a pandemia mediante a disponibilização de hotéis designados para observação médica.

Na reunião, a DST fez uma actualização sobre a situação da indústria turística de Macau. Devido ao contínuo impacto gerado pela pandemia da pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus, o número de visitantes na cidade tem vindo a registar um grande decréscimo, com a indústria hoteleira a ser também afectada, mantendo-se a média da taxa de ocupação hoteleira num nível muito baixo.

A DST também apresentou o plano de recuperação para a indústria de turismo de Macau, a ser realizado em três fases: a primeira fase arranca com um programa promocional para apoiar a indústria local, e preparar o terreno a nível nacional e do exterior; na segunda fase, conforme o desenvolvimento da situação da pandemia, e após a retoma das políticas de migração de algumas regiões, avançar-se-á com trabalhos de promoção, e serão providenciadas excursões gratuitas de meio dia para os visitantes que pernoitam na cidade; na terceira fase, consoante a recuperação do mercado internacional, serão definidos planos preparatórios para a recuperação da indústria, com foco no lançamento de medidas de incentivos para redes de transportes aéreos, marítimos, autocarros transfronteiriços, entre outros. Tendo a DST acrescentado que, além das três fases acima referidas do plano de recuperação para a indústria de turismo, está em contacto com os operadores turísticos, com vista a conceber viagens locais e a Hengqin, para contribuir para a revitalização da economia.

Vários membros demonstraram a sua concordância com o plano de recuperação para a indústria do turismo, manifestando em simultâneo a preocupação com a recuperação da vinda de visitantes para Macau, a abertura do fluxo de pessoas na Grande Baía, formação dos operadores turísticos, viagens locais e a Hengqin, entre outros. Alguns membros assinalaram ainda que o governo deve dispor de planos preparatórios sobre formas de melhoramento do escoamento nas fronteiras caso a pandemia se torne recorrente no futuro, ao mesmo tempo, quando sob a influência da pandemia e em recessão económica, deve ser dada prioridade à segurança, seguida de incentivos para a promoção da recuperação do turismo. Por outro lado, alguns membros disseram concordar com o lançamento de viagens locais para residentes de Macau, uma vez que ajudará a elevar o seu conhecimento sobre os recursos turísticos da cidade. A DST indicou que, através do lançamento de viagens locais, pretende incentivar os operadores turísticos a explorarem mais produtos turísticos inovadores de Macau, não só para atrair os residentes da cidade, como também para promover no futuro junto dos visitantes.

A Secretária Ao Ieong U agradeceu as opiniões apresentadas pelos membros do CDT, referindo ainda que tem sido mantida uma boa comunicação com a província de Guangdong, tendo já sido implementado o sistema de reconhecimento mútuo dos códigos de saúde das duas partes, e esperando-se que o sector esteja preparado para no futuro voltar a receber visitantes.

Os membros e outras individualidades presentes que usaram da palavra durante a reunião (por ordem de intervenção): Tong Kai Chung, Cheong Chi Man, Wong Fai, Sio Un I, Melinda Chan, Lo Wang Chun, Linda Chen, Fang Liqun, Ma Kin Cheong, Wilfred Wong e Kong Mei Fan.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar