Realizou-se com sucesso a primeira série de Webinar sobre Cooperação Internacional contra Covid-19

O Embaixador da China no Brasil, Dr. Yang Wanming, proferiu o seu discurso na 1.ª secção de Webinar: “Cooperação Internacional entre a China e o Brasil no Combate à Epidemia”

Foi realizada com pleno sucesso a primeira série de Webinar sobre Cooperação Internacional contra Covid-19, organizada por diversas entidades em conjunto, nomeadamente a Embaixada da China no Brasil, o Consulado-Geral da China no Rio de Janeiro, o Governo de Pequim e o Governo do Estado de Minas Gerais, entre outras. Esta série de Webinar visa à promoção da cooperação internacional contra a epidemia e ao aprofundamento da parceria estratégica global entre a China e o Brasil, tendo uma abordagem em vários temas, entre os quais o intercâmbio de experiências sobre o tratamento de Covid-19 na vanguarda, o fortalecimento da pesquisa na medicina tradicional entre os dois países, o aprofundamento da cooperação económica e comercial entre a China e o Brasil, etc. As quatro sessões de Webinar foram transmitidas ao vivo através das plataformas das redes sociais, como YouTube e Kwai, tendo obtido uma ampla atenção em diversos sectores sociais.

A China e O Brasil irão reforçar a cooperação internacional na luta contra a epidemia

O Embaixador da China no Brasil, Dr. Yang Wanming, frisou que o surto epidémico de Covid-19 ressaltou a interdependência estreita e um futuro compartilhado comum entre os países, sendo que estes devem trabalhar em conjunto para criar uma comunidade da saúde da humanidade para responder aos desafios globais. A China está vocacionada a ajudar o povo brasileiro na luta contra a epidemia, correspondendo as necessidades da parte brasileira. A Secretária-Geral do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Dra. Xu Yingzhen, por sua vez, assinalou que o Secretariado Permanente iria continuar a desempenhar o seu papel como ponte de ligação entre a China e os Países de Língua Portuguesa, para lutar em conjunto com os Países de Língua Portuguesa contra Covid-19, vindo a contribuir com maior empenho e dedicação na cooperação internacional do combate à epidemia.

O Secretário do Governo do Estado de Minas Gerais, Sr. Igor Mascarenhas Eto, apontou que o reforço da cooperação internacional, sobretudo com a China, é de extrema importância para o Brasil. O Brasil deve tomar a experiência chinesa como referência para revitalizar o país. O Prefeito de Niterói, Dr. Rodrigo Neves Barreto, salientou que a cooperação internacional é essencial para combater o vírus e ele agradeceu à China pela doação de materiais para combater a epidemia. A China e o Brasil têm sido grandes países em desenvolvimento, como também membros dos BRICS, certamente poderão ajudar-se um ao outro e superar todas as dificuldades.

Intercâmbio entre os médicos chineses e brasileiros sobre formas de tratamento de Covid-19

Foram trocadas as impressões e experiências entre os especialistas chineses e brasileiros, sobre os temas como métodos de tratamento dos pacientes da pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus, medicamentos para os infectados assintomáticos, estratégias para o isolamento, a ventilação mecânica e a intubação traqueal, etc. Na lista dos especialistas constam o Vice-Dirctor do Departamento UTI do Peking Union Medical College Hospital, Dr. Zhou Xiang, o Director do Departamento Respiratório do China Academy of Chinese Medical Sciences Guanganmen Hospital, Dr. Li Guangxi, o Presidente da Academia Nacional de Medicina do Brasil, Dr. Rubens Belfort e o Director médico do Hospital Samaritano do Rio de Janeiro, Dr. José Couto de Castro.

Cooperação no Combate à Epidemia através da Medicina Tradicional

A Vice-Presidente da China Chamber of Commerce of Medicines & Health Products Importers & Exporters, Dra. Meng Dongping, aproveitou para apresentar a divulgação global de medicina tradicional representada destacadamente por medicina tradicional chinesa, bem como o seu efeito marcante na prevenção e controle da Covid-19. O Director da Administração da Medicina Tradicional Chinesa de Beijing, Dr. Tu Zhitao e o Presidente do Capital Medical University Beijing Hospital of Traditional Chinese Medicine, Dr. Liu Qingquan, introduziram o resultado e o plano de prevenção e controlo do surto em Pequim através da medicina tradicional chinesa no período epidémico, assim como o programa de diagnóstico e tratamento clínico de Covid-19 usando a medicina tradicional chinesa. A Dra. Fang Fang, Directora da Base de Cooperação Internacional China-Brasil de Produtos da Medicina Chinesa (a sede da qual localiza-se em São Paulo do Brasil), apresentou as medidas concretas na divulgação da medicina tradicional chinesa no Brasil, manifestando a disponibilidade de dar mais contributo na promoção da introdução da medicina tradicional chinesa no mercado do Brasil. Ainda referiu que à medida que a aplicação combinada das medicinas chinesa e ocidental no diagnóstico e tratamento clínico suscita a atenção na comunidade internacional, a parte brasileira expressou o desejo de reforçar o intercâmbio e a cooperação na área da medicina tradicional com a China.

Discussão Ativa entre Empresários Chineses e Brasileiros no âmbito da Cooperação Económica e Comercial no Combate à Epidemia

O Vice-Presidente Executivo do Conselho para Promoção de Investimento Internacional da China, Dr. Liu Zuozhang, frisou a China e o Brasil podem continuar a aproveitar os mecanismos institucionais estabelecidos, tais como a geminação de províncias, estados, ou municípios, para alargar a dimensão e o nível da cooperação económica e comercial dos dois países, desenvolvendo as iniciativas de cooperação em termos de produção, serviço e tecnologia relacionados ao combate epidémico. O Presidente do Conselho Empresarial Brasil-China, Dr. Luiz Augusto de Castro Neves, expressou o seu desejo que os sectores empresariais sino-brasileiro possam reforçar a cooperação aproveitando as complementaridades mútuas, para consolidar a cooperação no período pós-epidémico, assim fomentando a retomada rápida do crescimento económico dos dois países.

O Presidente da State Grid Brazil Holding, Dr. Chang Zhongjiao, apresentou os planos de emergência sobre a operação e a manutenção das redes eléctricas durante o período epidémico, a fim de garantir o abastecimento da electricidade no local. A China National Offshore Oil Corporation (CNOOC), a China National Petroleum Corp (CNPC), e a Petrobras apresentaram as suas actuações de operação no Projecto Libra, o primeiro projeto de cooperação das águas ultra-profundas dos dois países.

Será realizada seguidamente a segunda série de Webinar sobre Cooperação Internacional Contra a Covid-19, onde serão convidados representantes dos governos e especialistas dos sectores relevantes para trocar impressões temáticas. Sendo uma das entidades de apoio de Webinar, o Secretariado Permanente do Fórum de Macau irá promover a participação de representantes dos Países de Língua Portuguesa, do Governo da RAEM e das instituições relevantes. Além disso, o Secretariado Permanente irá acompanhar atentamente a evolução da situação epidémica, aproveitar o papel de Macau enquanto Plataforma, e criar uma página electrónica especial contra a epidemia no sítio oficial do Secretariado Permanente, a fim de apoiar activamente aos países participantes do Fórum de Macau a responderem à epidemia.

Ver galeria


Há algo de errado com esta página?

Ajude-nos a melhorar o GOV.MO

* Campo obrigatório

Enviar